Artigo Anterior

Casamento Real: as histórias que ficaram por contar

Próximo Artigo

20 anos de Sexo e a Cidade

Curiosidades 22. 5. 2018

Naomi Campbell: o ícone intemporal

by Rui Matos

 

A verdade é que a supermodelo não precisa de uma introdução elaborada. O nome fala por todos os marcos que foi alcançando nas últimas décadas. Sendo assim, resta-nos dizer: Naomi Campbell.

© via Instagram.com/iamnaomicampbell

A modelo britânica foi anunciada como a próxima homenageada pelo Council of Fashion Designers of America, cuja gala anual acontece no próximo dia 4 de junho. Naomi Campbell irá receber o prémio de Ícone de Moda, passando assim a pertencer ao grupo de celebridades já galardoadas com esta estatueta (Rihanna, Beyoncé, David Bowie ou Kate Moss são alguns dos nomes que integram a lista).

“É uma honra ser reconhecida pelo CFDA. Cresci nesta indústria e vou estar para sempre grata pelo apoio que os criadores norte-americanos me têm dado ao longo da minha carreira.”, afirmou Naomi Campbell.

Este prémio é uma recompensa por todo o trabalho que Naomi tem desenvolvido ao longo das últimas décadas na indústria, uma homenagem para enaltecer os feitos da britânica ao longo dos já 33 anos de carreira.

Na sua história conta com alguns marcos, entre eles o facto de pertencer ao grupo de supermodelos dos anos 90 (a tão famosa Turma de 90), composto por Claudia Schiffer, Cindy Crawford, Kate Moss, Linda Evangelista, Christy Turlington e, claro, Naomi Campbell. À sua época, foram as modelos mais requisitadas e as mais bem pagas da indústria.

Para relembrar, e reforçar, os marcos de Naomi Campbell revelamos 10 coisas que talvez não saiba sobre a modelo de 47 anos.

1 A primeira aparição pública de Campbell foi no ano de 1978, quando entrou no videoclip de Is This Love, de Bob Marley.

2 Foi recrutada para o mundo da Moda aos 15 anos, estabelecendo-se entre o grupo de modelos dos anos 80 e 90.

3 No ano de 1987, foi a primeira modelo negra a protagonizar a capa da Vogue Paris. Yves Saint Laurent afirmou retirar toda a publicidade da revista caso Naomi não fosse a protagonista.

Nelson Mandela, em 1997, baptizou Campbell como neta honorária.

Já protagonizou cerca de 500 capas de revista. Posou para campanhas de marcas como a Versace ou Prada.

Azzedine Alaia, Zac Posen, Marc Jacobs ou Dolce & Gabbana são quatro das marcas de eleição da britânica.

Campbell está envolvida em vários trabalhos de caridade. Fundou a Fashion Relief, que angariou cerca de 1 milhão de dólares para as vítimas do Furacão Katrina. 

Passou pela Barbara Speake Stage School e estudou ballet na Conti Academy of Theatre Arts.

Em 1993, enquanto desfilava para Vivienne Westwood, caiu na passerelle e os sapatos que provocaram o incidente foram, mais tarde, expostos no Victoria and Albert Museum, em Londres.

10 Já passou pela indústria da música: em 1994, lançou um álbum. Participou em algumas séries e escreveu um livro, no ano de 1985, chamado Swan.

 

Artigos Relacionados

Palavra da Vogue 9. 3. 2018

O que esperar de Riccardo Tisci na Burberry

Na maison francesa Givenchy, o designer italiano fez história pela sua irreverência. Transformou a marca numa das favoritas das celebridades e da indústria.

Ler mais

Curiosidades 18. 1. 2018

Kate Moss e Naomi Campbell fecham desfile de menswear da Louis Vuitton

Uma despedida em grande para o diretor artístico da linha masculina da casa francesa.

Ler mais

Curiosidades 28. 12. 2017

Best of: os melhores momentos na Moda em 2017

À parte de todos os escândalos de que viveu 2017, há uma lista de momentos inesquecíveis na indústria.

Ler mais

Notícias 18. 12. 2017

Versace, baby

A primavera/verão da Versace está marcada pelo regresso ao passado. E, como tal, ninguém melhor do que as musas de sempre para vestirem a camisola.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK