Estilo   Pessoas  

As 15 campanhas de Christy Turlington que não conseguimos tirar da cabeça

14 Feb 2019
By Rui Matos

Depois do regresso de Turlington à passerelle de Marc Jacobs, no último dia da Semana de Moda de Nova Iorque, fomos compelidos a revisitar algumas das suas campanhas mais emblemáticas.

Depois do regresso de Turlington à passerelle de Marc Jacobs, no último dia da Semana de Moda de Nova Iorque, fomos compelidos a revisitar algumas das suas campanhas mais emblemáticas.

Fez parte da icónica turma dos anos 90 (sim, aquela que incluía nomes como Naomi Campbell e Cindy Crawford). Mas Christy (como provam todas as suas campanhas) nunca foi unidimensional e em 1994 abandonou - temporariamente, claro - a carreira de modelo e ingressou na licenciatura de Comparative Religion and Eastern Philosophy, em Nova Iorque. “Lembro-me de alguém me contar que, um dia numa location, depois de me verem a passar com a minha mochila, pensaram: ’oh, coitada.’ E eu pensei ‘coitada?’ Estou a tratar da minha educação, seus parvos.”

Mesmo afastada da indústria da Moda, continuou a protagonizar campanhas para nomes como Louis Vuitton e Calvin Klein, uma relação que mantém com a marca norte-americana desde o final dos anos 80. Mais de duas décadas depois, e usando um vestido preto com penas aplicadas, voltou à passerelle da Marc Jacobs para encerrar o desfile de outono/inverno 2019.Um feito que repete em conjunto com Jacobs, já que tinha sido em 1993, quando o designer apresentou a icónica Grunge Collection para a Perry Ellis, que havia encerrado, pela última vez, um desfile.

Rui Matos By Rui Matos

Relacionados


Moda  

As 7 celebridades mais bem vestidas no Festival de Cannes de 2024

28 May 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 28 de maio a 3 de junho

28 May 2024

Opinião  

Ocupação: full-time mom

27 May 2024

Notícias  

Arte e Moda encontram-se na boutique Dior em Lisboa com uma exposição assinada por Joana Vasconcelos

27 May 2024