Artigo Anterior

Something old, something new: um roteiro de lojas vintage

Próximo Artigo

23 distopias literárias que nos obrigam a pensar "E se?"

Roteiro 11. 2. 2019

13 coisas para fazer no Dia de São Valentim que não envolvem jantar à luz das velas

by Vogue Portugal

 

©iStock 

Da arte à música, sem esquecer o teatro ou o cinema, prometemos que este roteiro é para dates e para singles, para quem gosta da data mas não gosta de admitir que gosta da data, para quem adora a data mas odeia jantares à luz das velas, ou para quem odeia a data mas adora sair de casa – seja de braço dado com o mais que tudo, a mais que tudo, o melhor amigo ou a melhor amiga. Resumindo, este roteiro responde à pergunta, “o que há para fazer no dia 14 de fevereiro?”, mas sem pressas ou pressões.  

Exposições incríveis para quem quer ir num date descomprometido e parecer intelectual, ou então para quem não quer ir num date e precisa de fugir dos lugares onde as pessoas têm dates.

A coragem de ser frágil

Com curadoria de Thomas Mendonça, a exposição coletiva de Marta Pombo, Sofia Passadouro e Thomas Mendonça é inaugurada no dia 14 de fevereiro, no Teatro Taborda, em Lisboa. Patente até ao dia 10 de março, e com entrada livre, A coragem de ser frágil promete deixar o medo de lado e explorar o lado mais cru das fraquezas, dos relacionamentos e da partilha.

14 de fevereiro a 10 de março, das 17h00 às 23h00
Teatro Taborda – Costa do Castelo 75, Lisboa

Libido arco-íris. Amores clássicos, mitos e variações de género

Porque a mitologia clássica está repleta de amores dramáticos e intensos, e não conhece género, idade ou grau de parentesco, o Museu Calouste Gulbenkian tem preparada uma visita orientada por André Ferreira pelas obras da Coleção Gulbenkian onde é possível observar e conhecer histórias de amor, tanto divinas como mortais, que provam que, no amor, o género pode ter múltiplas variações.

14 de fevereiro, às 15h00
16 de fevereiro, às 15h00
Museu Calouste Gulbenkian (Coleção do Fundador) – Av. de Berna 45A, Lisboa
Preço: € 4,00

Amorices – Isto não é só sim ou não

O amor é simples? Nada disso. Quem o diz é a exposição Amorices – Isto não é só sim ou não, para visitar no dia 14 de fevereiro, no Centro LGBT, em Lisboa. Para além dos desenhos a aguarela, caneta e lápis de cor, a exposição de entrada livre será acompanhada por um DJ Set de Lonely Low Rosa.

14 de fevereiro, das 19h30 às 22h00
Centro LGBT – Rua dos Franqueiros 40, Lisboa

MKUltra by Mustafa Sabbagh

De regresso à Wrong Weather Gallery, na cidade do Porto, o artista Mustafa Sabbagh traz ao espaço MKUltra, uma exposição multimédia com fotografia, escultura e instalação. Apropriando-se do nome do infame programa de controlo de mentes desenvolvido pela CIA nos anos 50 e 60, um dos mais experimentais e menos éticos da história da humanidade, o artista pretende subverter os seus resultados, de forma conceptual, com uma “arma” igualmente poderosa – entenda-se, o gesto artístico.

De 9 de fevereiro a 28 de fevereiro, das 10h30 às 19h30
Wrong Weather – Av. da Boavista 754, Porto

Agulha Guia

Com curadoria de Claudia Saldanha, a obra da artista brasileira Eliane Duarte aterra na cidade do Porto no dia 14 de fevereiro, data da inauguração da exposição Agulha Guia, no espaço de intervenção Maus Hábitos. A mostra, que reúne a produção da artista surgida nos anos 90, no Rio de Janeiro, e interrompida prematuramente em 2006, estará em exibição até ao dia 24 de março e será acompanhada pela master class “Agulha Guia – o percurso e a obra de Eliane Duarte”, no dia 15 de fevereiro.

Inauguração: 14 de fevereiro, às 21h30
Maus Hábitos – Rua Passos Manuel 178, Porto

Música em lugares escuros para dar a mão sem ninguém ver, ou só para beber para esquecer.

Salto tocam canções de desamor

De regresso a Lisboa, a banda vai tomar conta do Musicbox, no dia 14 de fevereiro, para tocar as melhores odes ao desamor – entre elas temas de B Fachada, Tim Bernardes e António Variações -, e apresentar canções de Férias em Família, o último disco do quarteto. Corações partidos? Os Salto têm a cura.

14 de fevereiro, às 22h00
Musicbox – Rua Nova do Carvalho 24, Lisboa
Bilhetes: € 8 em pré venda; € 10 no dia 

Rádio Quântica no Lux Frágil

Fundada pelos artistas portugueses Photonz e Violet, a plataforma de artistas e ativistas do underground nacional aterra no Lux Frágil para dar música ao Dia de S. Valentim. Os nomes Doc Sleep, DJ Al, Tsuri, Onya Dev, Yizhaq e O/W/Fungo/ serão os responsáveis pelo som dedicado a corações apaixonados ou corações partidos.

14 de fevereiro, às 23h45
Lux Frágil – Avenida Infante Dom Henrique, Lisboa

Teatro e cinema para que o cérebro se esqueça que o amor existe e fique distraído durante duas horas. Ou para dar beijinhos nos intervalos.

Confissões de um Coração Ardente

Com encenação de Carla Maciel, Confissões de um Coração Ardente parte da complexidade caótica do universo marcadamente masculino de Fiódor Dostoiévski, mergulhando a fundo nas suas obras para invocar o romantismo patente nas mesmas. A interpretação, que ficará a cargo de Albano Jerónimo, Gonçalo Waddington, Marco Paiva, Miguel Loureiro, Teresa Coutinho e Tónan Quito, promete dar pano para mangas na noite de 14 de fevereiro – mas, se falhar a data, existem mais três sessões (dias 15, 16 e 17 de fevereiro) para ver no CCB.

14 de fevereiro, às 21h00
Centro Cultural de Belém (Pequeno Auditório) – Praça do Império, Lisboa
Bilhetes: entre € 12 e € 14, em ccb.pt

Alphaville, de Jean-Luc Godard

Com Eddie Constantine, Anna Karina e Akim Tamiroff, o drama sci-fi de Jean-Luc Godard será exibido na Casa das Artes, na cidade do Porto, numa sessão alternativa aos clássicos rom-com de Hollywood. A obra de ficção científica e de ficção política segue o agente secreto Lemmy Caution pela cidade de Alphaville, onde todos os sentimentos foram abolidos e onde ninguém é capaz de perceber poesia. O resto da história é para descobrir no Dia de S. Valentim.

14 de fevereiro, às 21h30
Casa das Artes – Rua Ruben A 210, Porto
Bilhetes: entre € 3,50 e € 0,50, na bilheteira

Acontecimentos para quem quer pensar no papel da mulher hoje, e fazer alguma coisa em relação a isso.

Why are women paid less?

Como acontece todas as quintas-feiras, a Casa do Impacto terá mais um dos seus eventos semanais no dia 14 de fevereiro, continuando a abordagem dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. Seguindo o tema deste mês, o SDG 10 – Reduce Inequalities, e em parceria com a MAZE, o dia mais romantizado do ano também terá espaço para a pergunta: “Porque é que as mulheres recebem menos do que os homens a nível monetário?”, através da projeção do episódio Why are women paid less da série Explained.

14 de fevereiro, às 18h00
Casa do Impacto – Convento São Pedro de Alcântara, Travessa São Pedro 8, Lisboa

Conferência Mulheres na Arquitetura

FISTA 19 (evento anual que decorre em Lisboa e traz o trabalho das empresas ao circuito universitário) vai contar com a presença da associação Mulheres na Arquitetura, que irá trazer ao ISCTE-IUL uma discussão sobre o que é ser mulher nas profissões que trabalham e projetam espaço, mas também sobre as mulheres enquanto ocupantes e habitantes desses mesmos espaços.

14 de fevereiro, às 10h00
ISCTE-IUL, Departamento de Arquitetura e Urbanismo – Avenida das Forças Armadas, Lisboa

10 minutos de barulho: protesto contra a violência doméstica

No dia 14 de fevereiro, o amor também ganha contornos de protesto – de nos colocarmos no lugar do outro, de lutarmos por aquilo em que acreditarmos, de sermos rosto e voz da resistência -, com dois momentos de reivindicação pelas 10 mulheres que morreram em 2019, vítimas de atos de violência machista. Em Lisboa, o ponto de encontro será o Largo do Intendente, às 18h00, e na cidade do Porto o Metro do Bolhão, na Rua Santa Catarina, será o ponto de encontro para uma marcha que terá início às 15h30.

Artigos Relacionados

Guestlist 6. 2. 2019

Dia de S. Valentim: presentes para todos os casais

playlist com os clássicos da música francesa está pronta, o restaurante - que tanto trabalho deu a reservar - está tratado, mas os presentes estão em falta? Temos a solução, ou melhor, temos o melhor guia de presentes para o Dia de S. Valentim. 

Ler mais

Compras 5. 2. 2019

25 vestidos românticos para usar no Dia de S. Valentim e todo o ano

O Dia de S. Valentim pode até ser a desculpa perfeita para investir numa destas criações, mas a premissa é simples: vestir o romantismo ao longo dos próximos meses.

Ler mais

Curiosidades 6. 2. 2018

Single and fabulous, exclamation point

Espreite os oito motivos pelos quais estar sozinha é a melhor solução.

Ler mais

Roteiro 1. 2. 2018

10 comédias românticas para ver (sozinha ou acompanhada) no Dia de S. Valentim

Dizem estudos em matéria de amor que “um casal que ri junto, fica junto”. Passemos da teoria à prática.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK