Artigo Anterior

O mar enrola na areia

Próximo Artigo

Belle du jour: Nicole Kidman

Tendências 18. 6. 2018

Pontos nos is

by Mónica Bozinoski

 

Quem as tem não as adora, mas também não as odeia. Quem não as tem gostava de as ter, e não se sente propriamente orgulhosa de dizer que já as tentou pintar uma ou outra vez pelo rosto fora. Gostos à parte, até porque esses nunca se discutem, a única certeza que temos é que elas são a nova obsessão da indústria da Beleza.

©Getty Images; Instagram

Um mês depois de Meghan Markle e o Príncipe Harry terem dado o nó, pode parecer um pouco estranho continuarmos a falar sobre o Casamento Real que fez parar o mundo, mas prometemos que temos boas razões para fazê-lo. Entre a simplicidade e elegância do vestido com assinatura Givenchy, o brilho da tiara e a maquilhagem glowy, cortesia do maquilhador Daniel Martin, houve outro pormenor no rosto da Duquesa de Sussex que nos fez olhar duas vezes. Não estamos a falar do sorriso de orelha a orelha, mas antes das sardas da noiva, que se faziam notar à distância, com uma naturalidade invejável.

Para as seguidoras mais devotas de Meghan Markle, a escolha de deixar as sardas à vista no grande dia não foi coincidência: ao longo dos anos, e particularmente nos dias que correm, a pele naturalmente radiante, a maquilhagem mais discreta e a visibilidade das sardas tem sido o look de assinatura da Duquesa de Sussex e uma das muitas facetas do agora convencionado efeito Meghan Markle

Surpreendente ou não, tudo o que tem o nome Meghan Markle associado transforma-se em ouro da noite para o dia e o visual de Beleza da Duquesa de Sussex não foge à regra. Para além das pesquisas do Google com "Meghan Markle freckles" terem registado uma subida de 100% no passado mês, a popularidade dos pequenos pontos no rosto da ex-atriz desencadearam um movimento de tatuagens de sardas semi-permanentes, na esperança de conseguir o mesmo efeito natural.  

A tendência estava ditada e aprovada. Poucas semanas depois do Casamento Real, as primeiras imagens da capa de julho da edição britânica da Vogue surgiam um pouco por toda a parte, com a cantora Ariana Grande a revelar um visual muito mais natural do que aquele a que nos habituou. Para além do cabelo loiro solto, uma escolha que contrasta com os característicos apanhados da artista norte-americana, as sardas tímidas mas visíveis, do nariz às maçãs do rosto, mostravam um lado mais puro e cru de Ariana Grande.

A imagem juntava-se a muitos outros exemplos de como as sardas estavam a ganhar, ainda que lentamente, a atenção desmedida da indústria - Gisele Bündchen e Adwoa Aboah são dois exemplos de modelos que abraçaram as sardas em diversas capas de edições internacionais da Vogue e de outros inúmeros títulos e, mais recentemente, Christina Aguilera transformou-se de forma drástica para a edição 2018 da revista Paper, com um look inesperadamente natural que exibia, sem complexos ou máscaras, as sardas da cantora. 

Em entrevista à edição britânica da Vogue, Terry Barber, diretor artístico de maquilhagem da MAC, defendeu que o movimento pode ser considerado como uma reação à perfeição falsa que as redes sociais disseminam. "Revelar e enfatizar as sardas é mais um dos exemplos de como as mulheres desejam ter uma pele mais real, natural, fresca e arejada", disse. "Definitivamente, existe uma tendência de voltar à ideia de uma pele sem esforço e bem hidratada, mesmo que se esteja a usar maquilhagem", um conceito que o diretor artístico de maquilhagem vê refletido na ideia de "acrescentar um pouco de luminosidade natural" à pele. 

"Ainda me sinto incrédula pelo facto de as sardas se estarem a destacar cada vez mais na indústria... Nunca via modelos com sardas quando estava a crescer, e isso sempre me levou a acreditar que nunca poderia ser modelo.", escreveu Aleece Wilson numa publicação de Instagram. "Nunca achei que as minhas sardas fossem bonitas, e as pessoas diziam-me que existiam diversos métodos para as remover de forma permanente, já para não falar dos comentários e piadas terríveis que ouvia constantemente sobre as minhas sardas", disse. Nos dias de hoje, o panorama não podia estar mais longe deste cenário, com nomes sonantes como Emma Watson, Elsa Hosk, Beyoncé, Demi Lovato, Zoë Kravitz ou Kylie Jenner a exibirem orgulhosamente a naturalidade das suas sardas e a transformarem-se numa fonte de inspiração para quem tem estes característicos sinais no rosto.

Apesar do espírito fresco e jovem a que as sardas estão associadas, e de mulheres icónicas como Charlotte Rampling, Twiggy, Sade ou Mia Farrow terem demonstrado o seu poder ao longo dos anos, deixá-las brilhar quando se coloca maquilhagem no rosto pode ser uma tarefa difícil: fórmulas com demasiada cobertura tendem a tapá-las por completo, e fórmulas demasiado leves deixam uma sensação de esforço perdido. A escolha infalível é encontrar o meio-termo e optar por fórmulas translúcidas, como hidratantes com cor, e corrigir apenas as áreas do rosto que são necessárias. Em alternativa, como explica Terry Baber à Vogue britânica, "pode aplicar a base e remover a fórmula das zonas do rosto onde quer que as sardas se notem mais". 

Para as mulheres que sonham com sardas à Meghan Markle, mas que não querem aproximar-se das agulhas ou recorrer eternamente aos filtros mágicos do Snapchat, a esperança não está perdida. Com um lápis de sobrancelhas ou dois, em tons diferentes para conseguir um efeito mais natural, é possível criar a ilusão de que aquelas sardas sempre estiveram ali. O truque dos maquilhadores? "Concentrar as sardas falsas maioritariamente no nariz e à volta dele, com toques mais leves nas maçãs do rosto e na testa", explica Terry Barber. Outro ponto essencial é "usar vários níveis de pressão para conseguir tamanhos diferentes e uma dispersão mais aleatória", para garantir que as sardas, apesar de falsas, têm um efeito verdadeiramente realista.

Sejam autênticas como as de Meghan Markle e Kylie Jenner, ou falsas como as de Selena Gomez no videoclip do tema Fetish, a única certeza é que as sardas são o acessório mais querido do mundo da Beleza. Se ainda lhe restam algumas dúvidas de que a tendência veio mesmo para ficar, a única prova que precisa está na fotogaleria em cima. 

Artigos Relacionados

Tendências 14. 12. 2018

Belle de Jour: Meghan Markle

Embarcámos numa viagem pelo tempo e traçámos a evolução dos looks de Beleza de Meghan Markle, de atriz de sucesso na série Suits a Duquesa de Sussex.

Ler mais

Vídeos 4. 6. 2018

Autoexpressão | Jogos sem fronteiras: o passo a passo

Brilho nas zonas certas, como se tivesse dado o mergulho perfeito no mar.

Ler mais

Compras 15. 5. 2018

Au naturel

Com a chegada das temperaturas altas, não é segredo que queremos fórmulas cada vez mais leves, que deixem a tez verdadeiramente fresca e natural. Para um efeito quase nu, de "a sua pele, mas melhor", a Vogue elege os produtos de maquilhagem que concretizam, de forma literal, o desejado #semfiltros.

Ler mais

Pessoas 16. 10. 2017

Following Now: Adwoa Aboah

Com um espírito de badass, estilo tomboy e beleza inconfundível, era impossível para Adwoa Aboah escapar do radar da Vogue - e dos seus quase 350 mil seguidores.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK