Artigo Anterior

Don’t touch my hair

Próximo Artigo

De 1929 a 2020: 59 looks das vencedoras do Óscar de Melhor Atriz

Pessoas 10. 2. 2020

Óscares 2020: a história por detrás do vestido Chanel vintage de Margot Robbie

by Julia Hobbs

 

Sustentabilidade e uma nova era para o estilo em Hollywood - Kate Young, stylist de Margot Robbie, conta à Vogue o porquê de encontrar um vestido vintage ter uma importância acrescida em 2020.

Margot Robbie, embaixadora Chanel, nomeada para Melhor Atriz Secundária pelo seu papel em Bombshell, num vestido azul marinho da colação Alta-Costura primavera/verão 1994 ©Fotografia de Greg Williams 

Há meses que Margot Robbie e a stylist de Hollywood Kate Young sabiam que o vestido que a atriz nomeada usaria na 92ª cerimónia dos Óscares seria um vestido vintage, e que isso só poderia significar uma coisa: Chanel Alta-Costura.  

“Descobrimos este vestido couture dos anos 90 nos arquivos da Chanel, em dezembro de 2019. É muito semelhante ao vestido curto que Claudia Schiffer usou na passerelle primavera/verão 1994 de Karl Lagerfeld, mas foi feito à medida para uma cliente e isso torna-o verdadeiramente único”, conta Young à Vogue. “Sentimos que era muito Margot – e muito cool.”

Os vestidos vintage nos Óscares

A escolha de Robbie nos Óscares deste ano não é uma primeira no que diz respeito a atrizes de Hollywood optarem por usar um vestido pre-loved. Case in point: o vestido Valentino Alta-Costura do outono/inverno 1992 que Julia Roberts usou nos Óscares de 2001. Curiosamente, Young também foi responsável pelo vestido Dior couture da primavera/verão 1954 que Natalie Portman usou na cerimónia de 2012. Contudo, a escolha de usar um vestido vintage nos Óscares deste ano tem um significado acrescido.

“O documentário True Cost, realizado por Andrew Morgan em 2015, e todos os artigos que têm sido escritos sobre a indústria da Moda têm afetado a forma como olhamos para a roupa”, defende a stylist. “Eu coleciono peças vintage e fico entusiasmada quando algo que é antigo parece super novo. Para além disso, adoro tudo o que seja dos anos 90.”

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

@chanelofficial

Uma publicação partilhada por Kate Young (@kateyoung) a


O vestido em si oferece um olhar privilegiado sobre uma história muito pessoal – isto é, a história da pessoa a quem pertencia –, bem como acesso aos arquivos. “Sabemos de quem era o vestido porque a Chanel guarda cadernos escritos à mão. Quando escolho um vestido do arquivo couture da Casa para a Margot usar também temos que escrever no caderno, indicando para quem é que é o vestido e quem é que o está a encomendar, e acho que isso é mesmo cool”, revela Young. “Para mim, é uma prova de que as roupas que são mesmo, mesmo especiais têm uma vida longa e romântica.”

E em algumas ocasiões, os arquivos sagrados das Casas de Alta-Costura dão azo a encontros na vida real – tal aconteceu quando Young e Natalie Portman conheceram, por acaso, a neta da mulher a quem pertencia aquele vestido Dior couture. “Ela veio ter connosco e disse, ‘Tu usaste o vestido do baile de debutantes da minha avó nos Óscares!’”

Os detalhes do vestido

Margot Robbie ©Fotografia de Greg Williams

O look Chanel Alta-Costura vintage de Robbie está carregado de drama e nostalgia dos anos 90. “É um vestido de chiffon sem alças em midnight, com uma saia fluida e bandas nos braços (completas com laços Chanel) com chiffon a rastear das mesmas, o que cria a ilusão de um vestido off-the-shoulder”, explica Young.

maquilhagem também mostra a preferência de Robbie por um glamour mais discreto. “A Margot é tão divertida e descontraída; não é uma princesa do gelo intocável, e toda a gente consegue perceber isso. Seria estranho se ela estivesse completamente arranjada. Ainda assim, escolhemos usar um batom vermelho.”

No momento em que a atriz chegar à passadeira vermelha dos Óscares, a importante vista a 360 vai chegar com ela. Na parte de trás do vestido, para aquela fotografia com o olhar over-the-shoulder, existem cerca de cem botões pequeníssimos.

Contudo, o detalhe mais impressionante encontra-se na zona do busto. “Há uma joia no vestido – uma lapis circular, com ouro pérolas à volta, e um pendente com pérolas -, e isso é um ponto focal, o que significa que não acrescentámos muitas joias ao look.” Mas nada como fazer zoom in e ver uma das maiores tendências de acessórios da última década: “A Margot tem um anel dourado com pérolas incrível da Chanel, e também escolhemos uns pequenos brincos com pérolas.”

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Last Looks... ? #margotrobbie #oscars @chanelofficial #WeLoveCoco @welovecoco #Workingwithchanel ? & #makeupbypati @kateyoung @brycescarlett @tombachik

Uma publicação partilhada por pati dubroff (@patidubroff) a


A obsessão confessa da stylist por pérolas vem de um revivalismo mais amplo, tanto dentro como fora da passadeira vermelha. “Era algo que associávamos a uma mulher mais rígida ou matura, mas agora que ninguém usou pérolas durante tanto tempo sentimos que são mais frescas e um pouco mais modernas que os diamantes, que [potencialmente] vemos como ‘demasiado’. Neste momento, há um determinado set [de Hollywood] que gostam de estar blingy, mas também há um set que prefere estar um pouco mais discreto, e as pérolas combinam na perfeição com isso.”

O acessório que não vai ver na red carpet? Os saltos vertiginosos de Robbie. “Adoro – se não se vir demasiado dos sapatos – escolher uma plataforma o mais elevada possível, para conseguirmos altura.”

Outa coisa que vai passar ao lado este ano é uma troca de roupa rápida assim que a cerimónia terminar. “A Margot não vai marcar presença nas afterparties, visto que está a gravar um filme neste momento e tem que ir direta para o set.”

Um dia na vida de uma stylist de Hollywood

“Este dia é muito ‘direto ao assunto’ para mim, visto que este ano só tenho uma cliente a ir aos Óscares, o que nem sempre acontece. Parece muito luxuoso!”, diz Young à Vogue. “Ainda assim, sinto-me sempre um pouco agitada – não consegui dormir e acordei muito cedo.”

Para a stylist (cuja lista de clientes inclui nomes como Selena Gomez e Michelle Williams), há sempre um ritual em dia de Óscares. “Costumo tomar o pequeno-almoço com a minha equipa, e depois vamos todos juntos para casa da Margot por volta das 11h45. Pedimos almoço, porque o cabelo e a maquilhagem são calmos.” O resto da tarde é tão glamorosa como imagina. “Bebemos champanhe e fazemos uma pequena sessão fotográfica antes da Margot sair.”

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

@margotrobbie ? Tonight’s Dream Team @patidubroff @brycescarlett @kateyoung #nailsbytombachik #oscars

Uma publicação partilhada por ??? ?????? ????? (@tombachik) a


Assim que a Margot estiver a caminho, Young e a sua equipa ligam a televisão e, à semelhança do mundo inteiro, assistem ansiosamente à red carpet. “É sempre divertido vermos os Óscares juntos e conversarmos sobre os looks e os vestidos.”

Os momentos finais da cerimónia marcam o fim de seis longas semanas para os bookers mais poderosos de Hollywood. “Há sempre uma aura de celebração nos Óscares, quando superas a award season e chegas ao fim. Hairstylists e makeup artists, publicists, assistentes – estamos sempre a ver-nos e não vamos ter que fazer isto nos próximos tempos. Há algo ótimo nisso, porque significa que vamos todos de férias. Mas também há aquele momento em que dizemos uns aos outros, ‘Vamos ter muitas saudades!’”

Artigos Relacionados

Eventos 10. 2. 2020

Óscares 2020: os looks da after-party

Não é dia de Óscares sem a emblemática after-party da Vanity Fair. Uma vez mais, a tradição cumpre-se e a elite de Hollywood rumou em massa para festejar - ainda mais - a sétima arte.

Ler mais

Tendências 10. 2. 2020

Óscares 2020: os melhores looks de Beleza para usar agora

Das pérolas no cabelo de Lucy Boynton à franja de Saoirse Ronan, passando pelo toucado de Janelle Monáe, reunimos os looks de Beleza que vamos querer usar nos próximos meses.

Ler mais

Eventos 9. 2. 2020

Óscares 2020: os looks da passadeira vermelha e os vencedores da noite

A red carpet mais aguardada da award season viu nomes como Margot Robbie e Penélope Cruz a vestir vintage Chanel, Natalie Portman a apoiar as realizadoras descartadas pela Academia e Timothée Chalamet a quebrar o dress code formal da noite.

Ler mais

Palavra da Vogue 7. 2. 2020

Óscares 2020: as previsões da equipa da Vogue Portugal para a red carpet

Apostas de quem vai ganhar em que categoria? That is so last season. A equipa da Vogue Portugal lançou os dados e jogou ao quem vai vestir o quê na grande noite dos Óscares.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK