Artigo Anterior

Nomeados: Golden Globe Awards 2019

Próximo Artigo

10 documentários de Moda para ver na Netflix

Agenda 2. 1. 2019

O que esperar de 2019

by Mónica Bozinoski

 

Vimos um Casamento Real, um elenco feminino dominar o plot de Ocean's 8, uma biografia da banda Queen que deixou o mundo rendido a Bohemian Rhapsody, e o regresso de Beyoncé aos palcos, com uma atuação que transformou o Coachella em Beychella. Com o ano de 2018 oficialmente encerrado, deixamos as recordações em stand-by para perceber o que vai acontecer no panorama cultural e social em 2019. Das estreias no grande ecrã às despedidas no pequeno ecrã, sem esquecer os regressos ao panorama musical, os remakes que vão marcar a sétima arte e as adições à Família Real, a Vogue reuniu os acontecimentos que prometem marcar os próximos doze meses. 

A temporada final de Game of Thrones

©HBO

Uma das estreias mais aguardadas deste ano, a oitava e última temporada de Game of Thrones chegará ao pequeno ecrã em abril de 2019, naquele que promete ser um desfecho memorável de uma das séries mais aclamadas dos últimos anos. Apesar dos detalhes do capítulo final da série estarem cuidadosamente guardados a sete chaves – para evitar futuros leaks ou spoilers, a produção gravou diversos finais possíveis para a série -, a HBO já revelou um teaser oficial da nova temporada, que terá seis episódios com a duração média de 80 ou mais minutos.  


Numa entrevista ao The One Show da BBC, o ator Kit Harington confirmou que Game of Thrones terá um desfecho nada menos do que emotivo. “Lemos os guiões na semana passada”, disse. “Chorei no final. Tens que te lembrar que fazemos isto há oito anos”. Apesar das lágrimas, os fãs podem esperar uma temporada fiel ao espírito épico e monumental da série. Durante uma convenção na Hungria, Vladimír Furdík, que interpreta o misterioso Night King, revelou que “no terceiro episódio, vai acontecer uma batalha que foi criada para ser um momento televisivo histórico” – um pormenor também confirmado por Peter Dinklage. “É brutal”, disse o ator em entrevista à Entertainment Weekly. “Faz com que o Battle of the Bastards pareça um parque de diversões”. 

O regresso de Stranger Things

©Netflix Portugal

Não precisamos de fazer mais previsões sobre a data de estreia da terceira temporada de Stranger Things: no dia 4 de julho de 2019, voltamos a 1985 para mais um capítulo da série original da Netflix. Depois do primeiro teaser ter sido revelado no passado mês de julho, onde o cenário de um centro comercial chamado Starcourt Mall parece prever um elemento importante para as novas aventuras de Eleven, Mike, Dustin, Lucas, Will e Max, e dos títulos dos oito episódios da terceira temporada terem sido também divulgados – entre eles estão os enigmáticos Suzie, Do You Copy?, The Bite ou The Battle Of Starcourt -, a plataforma de streaming aproveitou a entrada num novo ano para revelar a data de estreia da nova temporada e o mote que dará vida à mesma: "Um verão... e tudo pode mudar". See you in the Upside Down


Um novo (e muito aguardado) álbum de Rihanna

©Getty Images

Três anos depois do sucesso de ANTI, o seu oitavo álbum de estúdio, Rihanna parece estar a preparar o aguardado regresso ao panorama musical. Questionada por um fã no Instagram, com um comentário onde se podia ler “Mas quando é que o álbum vai ser lançado Robyn? Podemos ter uma data?”, a cantora respondeu apenas “2019.”, aguçando ainda mais a curiosidade dos seus milhões de seguidores. No passado fim-de-semana, voltou a provocar os fãs no Instagram, publicando um story com o texto “Onde está o álbum? Eu: Desculpa, a minha ligação é má”. Terá sido uma confirmação de que o álbum não sairá tão cedo, ou mais uma reação irónica às questões constantes sobre um novo projeto musical? Temos doze meses para descobrir. 

The 90's are back to spice up your life 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Spice Girls (@spicegirls) a


Foi no dia 5 de novembro de 2018 que os sonhos de qualquer 90's kid (estamos a olhar para ti, Adele) se tornaram realidade: em jeito de #breaktheinternet, as Spice Girls anunciaram o seu regresso aos palcos para uma tour em solo britânico. Apesar da ausência sentida da Posh Spice – também conhecida como Victoria Beckham -, a notícia deixou os fãs de uma das girls band mais memoráveis do mundo a cantar Spice Up Your Life, Wannabe e Say You'll Be There num mais do que esperado loop. Se dúvidas restassem que os anos 90 não vão a lado nenhum em 2019, os Backstreet Boys arrancam a sua DNA World Tour já em fevereiro deste ano, com paragem em Lisboa no dia 11 de maio. Backstreet's back, alright. 

Mapplethorpe chega às salas de cinema


Em exposição no Museu de Serralves até dia 6 de janeiro de 2019, as imagens do provocante fotógrafo norte-americano Robert Mapplethorpe vão ganhar um novo fôlego com o filme biográfico Mapplethorpe, que chegará às salas de cinema em março deste ano – data em que se assinala os 20 anos da morte de Mapplethorpe. Com realização de Ondi Timoner, a longa-metragem irá contar com Matt Smith no papel do incontornável fotógrafo, e Marianne Rendón na pele da cantora e escritora Patti Smith, de quem Robert Mapplethorpe era próximo. 

A longa-metragem biográfica de Elton John 


Depois do sucesso de Bohemian Rhapsody, a longa-metragem de 2018 que conta a história da banda Queen e do lendário vocalista Freddie Mercury, e de uma onda de filmes biográficos tomar Hollywood de assalto, chegou a vez da música do britânico Elton John conquistar uma nova geração de fãs com Rocketman. Com data de estreia marcada para o verão de 2019, o filme terá como foco a vida e carreira de Elton John, que será interpretado por Taron Egerton – ao ator britânico juntam-se ainda nomes como Bryce Dallas Howard, Richard Madden e Steven Mackintosh, naquilo que promete ser uma celebração da vida, da música e do estilo flamboyant de Elton John. 

A sequela da obra The Handmaid's Tale 

©Hulu

Em novembro de 2018, Margaret Atwood anunciou o lançamento de um novo projeto literário em setembro deste ano, intitulado The Testaments: uma sequela do sucesso The Handmaid's Tale, escrito pela autora canadiana em 1985 e adaptado à aclamada série televisiva do mesmo nome. “The Testaments é passado quinze anos depois da cena final de Offred em The Handmaid's Tale, e é narrado por três personagens femininas”, escreveu Atwood, cuja obra The Handmaid's Tale termina com um epílogo passado num futuro pós-Gilead. “Tudo aquilo que alguma vez me perguntaram sobre Gilead e sobre o seu funcionamento interno é a inspiração para este livro. Bom, quase tudo! A outra inspiração é o mundo em que vivemos”. 

Numa entrevista à Vanity Fair, a autora explicou que usou o epílogo de The Handmaid's Tale para provar a eventual queda do regime de Gilead – um final inspirado no mesmo mecanismo de George Orwell no clássico 1984. “A ideia toda de Newspeak era abolir a habilidade das pessoas pensarem. Mas a nota sobre Newspeak [em 1984] é escrita em Inglês standardizado e no tempo verbal passado. Isso mostra-nos que o regime descrito em 1984 não durou para sempre”, disse Atwood. Pelas palavras da autora, os fãs da obra podem esperar uma explicação daquilo que veio depois de Gilead – e, possivelmente, uma descrição dos acontecimentos que antecederam a sua queda -, no novo livro The Testaments

Uma nova adição à Família Real

©Getty Images

Depois de terem dado o nó a 19 de maio de 2018, numa cerimónia que fez parar o mundo, os Duques de Sussex anunciaram que estão à espera do primeiro filho, numa notícia avançada pelos próprios no dia 15 de outubro do passado ano. Segundo uma declaração do Kensington Palace, o bebé real irá nascer na primavera deste ano, com diversas fontes a apontarem para o mês de abril – uma notícia que parece ter sido confirmada por Meghan Markle a uma fã durante o dia de Natal. “’Estamos quase lá – a resposta de Meghan quando lhe perguntei se estava entusiasmada’”, escreveu Karen Anvil no Twitter. “A Meghan disse que estava muito entusiasmada, e que não faltava muito. Ela embalou a barriga, e foi muito querida!”, continuou a fã e fotógrafa.

Christian Dior em exposição no V&A 

Christian Dior com a modelo Lucky, 1955 ©Christian Dior; V&A Museum

Com abertura marcada para dia 2 de fevereiro de 2019, Christian Dior: Designer of Dreams será uma das grandes exposições a apontar na agenda para este ano. Acolhida pelo Victoria and Albert Museum, em Londres, a exposição irá traçar uma retrospetiva de 1947 até aos dias de hoje, explorando a influência da Casa francesa e a relação de Christian Dior com o Reino Unido. Até ao dia 14 de julho de 2019, os visitantes irão ter a oportunidade de ver mais de 200 coordenados da maison Dior – das criações do próprio Christian Dior às interpretações contemporâneas de Maria Grazia Chiuri -, que serão acompanhados por acessórios, maquilhagem, fragrâncias, registos fotográficos, filmes e revistas, bem como alguns objetos pessoais de Christian Dior. 

O camp chega à Met Gala 

 

À esquerda, coordenado de Alessandro Michele, Gucci; à direita, coordenado de Marc Jacobs ©Johnny Dufort; The Metropolitan Museum of Art

Depois de Moda e religião se terem encontrado em Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination, o nova-iorquino Metropolitan Museum irá acolher Camp: Notes on Fashion, a exposição do Costume Institute que servirá também como tema para a Met Gala de 2019. Partindo da obra de 1964 de Susan Sontag, Notes on Camp, o tema promete trazer exuberância, exagero e fantasia a um dos eventos mais aguardados da indústria da Moda, num encontro entre sensibilidade e ironia. 

O ano dos remakes

Depois de Mary Poppins Returns ter chegado às salas de cinema no passado mês de dezembro, com Emily Blunt, Lin-Manuel Miranda e Ben Whishaw nos papéis principais, 2019 promete reescrever alguns dos clássicos infantis mais memoráveis da sétima arte. Com realização de Tim Burton, Dumbo será uma das estreias a ter debaixo de olho este ano, numa adaptação do clássico de 1941 que contará com Eva Green, Colin Farrell, Michael Keaton e Danny DeVito.


A lista continua com um novo filme de Aladdin, onde Will Smith interpretará o papel de Génio da Lâmpada; uma nova versão de 101 Dalmations intitulada Cruella que, como avança o The Hollywood Reporter, contará com Emma Stone no papel da icónica vilã; e um reboot de Lady And The Tramp com Tessa Thompson e Janelle Monáe. E o mais aguardado da lista? A versão live action de The Lion King, com um elenco de peso que contará com Chiwetel Ejiofor, James Earl Jones e Seth Rogen, a par com Donald Glover como Simba e Beyoncé como Nala. O primeiro lugar de filmes de infância must see parece-nos mais do que justificado. 

Artigos Relacionados

Palavra da Vogue 1. 1. 2019

I’m feeling myself

Com um novo ciclo de 365 dias pela frente, a Vogue dá-lhe a conhecer o trio maravilha que promete fazer de 2019 um ano inesquecível e empoderador para a mulher.

Ler mais

Tendências 27. 12. 2018

As seis tendências de Moda que vimos no Instagram em 2018

Não é novidade que o Instagram tem ditado muitas das tendências que se veem na rua - basta olhar para o feed de qualquer it girl e perceber quantas vezes já se deixou influenciar pelas suas escolhas de outfit.

Ler mais

Tendências 26. 12. 2018

Wellness: 7 tendências para 2019

Já a pensar nas resoluções de ano novo? A Vogue reúne um Best of das melhores para 2019 na área do bem-estar, para colocar um foco holístico nos seus objetivos para o ano que chega.

Ler mais

Curiosidades 17. 12. 2018

Best of: 2018 em imagens

Do mediatismo do Time's Up à saída emblemática de Jacob Zuma e uma decisão histórica para as mulheres da Arábia Saudita, a Vogue faz a retrospetiva das manchetes mais significativas dos últimos doze meses.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK