Atualidade   Curiosidades  

Os 5 melhores momentos dos Óscares 2018

05 Mar 2018
By Ana Carvas

Os momentos mais memoráveis, inesquecíveis e talvez até mais hilariantes da entrega de prémios da Academia.

Terminou assim mais uma award season, pelo menos em Hollywood. Numa noite de festa e de celebração do talento da indústria cinematográfica, o estilo não passou despercebido na passadeira vermelha, que recebeu de braços abertos a explosão de cor e brilho nos coordenados da gala. Mas, agora, focamo-nos nos 5 momentos mais memoráveis, inesquecíveis e talvez até mais hilariantes. Quem sabe, momentos esses que poderão ficar para sempre na história da Academia.

1. O instante em que James Ivory pisou a red carpet com uma camisa branca com a cara do “novo namoradinho de Hollywood”, Timothée Chalamet.

James Ivory
James Ivory

Ainda mal sabíamos que o reconhecido realizador iria levar para casa nessa noite a estatueta para Melhor Argumento Adaptado, já nos caia nas graças ao vestir orgulhosamente uma camisa branca com um desenho do jovem Chalamet. Nomeado na categoria de Melhor Ator pelo papel no filme Call Me by Your Name, Timothée tem dado que falar além fronteiras e, claramente, o amor pelo “menino prodígio” do cinema não escolhe idades. Ora veja-se: aos 89 anos de idade, Ivory tornou-se não só o homem mais velho a receber um prémio naquela categoria como, provavelmente, o verdadeiro fã com mais idade de Chalamet.

2. Durante o monólogo inicial, o apresentador Jimmy Kimmel faz um referência ao equivoco da edição passada, quando o vencedor anunciado na categoria para Melhor Filme foi La La Land em vez de Moonlight (este sim foi o verdadeiro vencedor). E foi, então, durante esses breves segundos, que surgiu este segundo momento, em que vemos (no vídeo) Jennifer Lawrence a fazer troça de Emma Stone, a protagonista do filme La La Land e vencedora do Óscar de Melhor Atriz na 89ª edição do certame.

O momento tornou-se viral, mas a boa notícia é que as duas atrizes são bff’s (que é como quem diz, melhores amigas).

3. De volta ao palco do Teatro Dolby, a atuação da música Mystery of Love de Sufjan Stevens, que contou com a presença em palco de St. Vincent e Moses Sumney, tornou-se um momento digno de partilhas infinitas na Internet.

Pode até ter perdido na categoria Melhor Música Original para Remember Me, do filme de animação Coco, mas o hit da banda sonora do filme Call My by Your Name promete ecoar para a eternidade nos nossos corações.

4. Esta imagem, onde vemos Jennifer Lawrence a ser Jennifer Lawrence.

Jennifer Lawrence ©GettyImages
Jennifer Lawrence ©GettyImages

Com um copo de vinho na mão, a atriz que foi protagonista de alguns dos momentos mais hilariantes do evento até à data, volta à carga. Desta vez não caiu (mas quase), enquanto tentava cortar caminho por entre uma fila de cadeiras do Teatro no seu vestido Dior.

5. À semelhança do que aconteceu na edição passada, também apresentada por Jimmy Kimmel, um grupo de estrelas de Hollywood deslocou-se até à sala de cinema em frente ao Teatro para surpreender uma plateia de fãs.

Nomes como Ansel Elgort, Armie Hammer, Lupita Nyong'o, Emily Blunt, Margot Robbie, Guillermo de Toro, Mark Hamill, Lin Manuel Miranda e Gal Gadot, entraram a meio da sessão do filme Uma Viagem no Tempo e, como era de esperar, a histeria fez-se sentir. 

Curiosidades

A 90ª edição dos Óscares esteve repleta de conquistas inéditas. Nós explicamos:

- Rachel Morrison foi a primeira mulher nomeada na categoria Melhor Cinematografia;- Greta Gerwig é a primeira mulher em 8 anos a ser nomeada na categoria Melhor Realizador;- Uma Mulher Fantástica, vencedor do Óscar para Melhor Filme Estrangeiro, foi a primeira película com uma protagonista transgénero a conquistar uma estatueta dourada;- Jordan Peele foi o primeiro negro na história dos Óscares a vencer na categoria de Melhor Argumento Original, com Get Out;- James Ivory, 89 anos, foi o homem mais velho a vencer na categoria Melhor Argumento Adaptado;- O jogador de basquetebol Kobe Bryant venceu um Óscar com a curta-metragem de animação Dear Basketball;- À 13ª foi de vez para Roger Deakins, que conquistou finalmente o Óscar na categoria Melhor Cinematografia com o filme Blade Runner 2049, depois de 12 nomeações sem vitória.

Por último, mas não menos relevante, não deixe de ver o monólogo inicial de Jimmy Kimmel.

Ana Carvas By Ana Carvas

Relacionados


Curiosidades  

Por que razão está o mundo obcecado com Olivia Rodrigo?

18 Jun 2024

Moda  

Open Call | Gone Fishing

18 Jun 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 18 a 24 de junho

18 Jun 2024

Notícias  

A 9ª edição do Festival PhotoVogue: "The Tree of Life: A love letter to Nature" e os resultados dos open call globais e locais

17 Jun 2024