Artigo Anterior

ModaLisboa: outono/inverno 2022 | Todos os desfiles do terceiro dia

Próximo Artigo

Portugal Fashion: outono/inverno 2022 | Os desfiles do primeiro e segundo dia

Coleções 15. 3. 2022

ModaLisboa: outono/inverno 2022 | Todos os desfiles do quarto dia

by Vogue Portugal

 

Constança Entrudo, Gonçalo Peixoto, Dino Alves, e todos os talentos que fecharam a Semana de Moda de Lisboa.

 © ModaLisboa

Constança Entrudo

O nome de Constança Entrudo já começa a ser um dos mais sonantes entre os designers que apresentam as suas coleções nas passerelles da ModaLisboa. Para a estação fria de 2022, Entrudo apresentou Uncertain Cosmic Burst: uma coleção que pretende ser uma expansão dos sentidos, e da mente humana. Tal ideia foi materializada a partir de um dos pontos que mais distingue o trabalho da criadora portuguesa - a manipulação têxtil - junto de uma explosão de cores que nos levou até uma nova dimensão.  

© Luís Gala | ModaLisboa

Os destaques: polka dots, casacos puffer, texturas e padrões ousados, collants coloridos, calças com rasgões. 

Nuno Gama

A coleção de menswear de Nuno Gama propôs-se a retratar duas grandes temáticas: a elegância do vestuário masculino e as nuances de se ser português. Foi assim que nos deparámos com uma coleção que tanto se pauta por fatos clássicos, com linhas masculinas, como por t-shirts brancas com retratos do Zé Povinho. Merece ainda destaque o toque floral dado por Gama à coleção de outono/inverno 2022, ora com padrões, ora com aplicações, que deram um novo sentido ao típico vestuário masculino. 

© Ugo Camera | ModaLisboa

Os destaques: elegância, classicismo, fatos, linhas retas, motivos florais, riscas, denim, bolsos e colarinhos. 

Carolina Machado

Elusion é a palavra que dá mote à coleção de outono/inverno 2022 de Carolina Machado. A designer portuguesa escolheu apresentar uma coleção que se caracteriza pelos seus opostos, tanto ao nível das cores, como das silhuetas e até do próprio estilo que representa. As propostas são, assim, variadas, com coordenados ora sóbrios, ora coloridos - com destaque para as cores verde, laranja e azul - ora oversize, ora justos, ora mais clássicos, ora mais irreverentes. 

© Ugo Camera | ModaLisboa

Os destaques: sobreposição de casacos, laçadas de pescoço, saias lápis, azul, laranja, verde, lã e pele sintética. 

Carlos Gil

Com Carlos Gil, jogou-se xadrez e o designer fez cheque-mate. Essa jogada final que dá um título à sua coleção para a estação fria de 2022, e que ajuda a definir muitas das peças que desfilaram pela passerelle lisboeta. Os padrões axadrezados foram, como seria de esperar, uma constante, mas não foram as únicas características que merecem ser realçadas. A geometria viu-se contrabalançada pelas mangas balão triangular e os cut-outs foram aparecendo para deixar pequenos vislumbres de pele. As luvas foram um dos acessórios que mais se destacou, devido à sua tonalidade metalizada. 

© Ugo Camera | ModaLisboa

Os destaques: conjuntos, padrões geométricos, paletas de cores sóbria, luvas, cut-outs, sandálias de pelo. 

Gonçalo Peixoto

O trabalho de celebrar os novos loucos anos 20 coube a Gonçalo Peixoto, que nomeou a sua coleção 20’s Euphoria, e vestiu os seus modelos a rigor. Do glitter às lantejoulas, passando pelos conjuntos em colorblocking, e incluindo os tecidos com fibras brilhantes, que são da sua autoria, Peixoto fez da passerelle da ModaLisboa uma verdadeira festa. 

© Ugo Camera | ModaLisboa

Os destaques: party looks, casacos puffer, corsets, tecidos brilhantes, transparências, colorblocking.  

Valentim Quaresma

A luz que vem de dentro, a luz que se distingue de qualquer escuridão. Esse foi o ponto de partida de Valentim Quaresma, que fez da sua coleção de outono/inverno 2022 Innerbloom uma verdadeira ode a tudo o que consegue atravessar as trevas. Para tal, o designer recorreu à manipulação de desperdício têxtil de modo a criar as peças de vestuário e os acessórios que apresentou na Semana de Moda lisboeta. Ana Salazar, um dos grandes nomes da Moda portuguesa, fechou o desfile, envergando um conjunto total black e uma headpiece. 

© Ugo Camera | ModaLisboa

Os destaques: conjuntos pretos, acessórios metalizados, headpieces, manipulação têxtil, sustentabilidade. 

Dino Alves

A colaboração de Dino Alves com a Betclic só podia dar origem a uma coleção onde o estilo sporty fosse rei, e assim foi. Com as suas propostas para a estação, o criador português tomou controlo da expressão “É do bairro!”, muitas vezes vista com uma conotação negativa, e fez uma homenagem às peças que nasceram do streetwear, com silhuetas baggy e materiais diversificados. 

© Ugo Camera | ModaLisboa

Os destaques: streetwear, sportswear, formas oversize, acolchoados, buckle belts, amarelos, laranjas, verdes.

Artigos Relacionados

Coleções 14. 3. 2022

ModaLisboa: outono/inverno 2022 | Todos os desfiles do terceiro dia

Luís Buchinho, Buzina, Hibu e muito mais do melhor que a Moda portuguesa tem para oferecer.

Ler mais

Coleções 14. 3. 2022

ModaLisboa: outono/inverno 2022 | Todos os desfiles do primeiro e segundo dia

João Magalhães, Duarte, Béhen e Kolovrat abriram as portas à Moda lisboeta.

Ler mais

Coleções 14. 3. 2022

ModaLisboa | Sangue Novo: outono/inverno 2022

As propostas outono/inverno 2022 dos jovens designers Filipe Cerejo, Ivan Hunga Garcia, Maria Clara, Maria Curado e Veehana.

Ler mais

Notícias 2. 3. 2022

Como o metaverse está a influenciar as Semanas de Moda

Cada vez mais próxima do digital, a indústria da Moda parece estar prestes a passar para um novo patamar.

Ler mais

Notícias 28. 2. 2022

Liliana Santos e Carol Curry desfilaram em Milão para Elisabetta Franchi e partilharam a experiência com a Vogue

Ler mais

Notícias 21. 10. 2021

Estas são as marcas portuguesas que ainda vão dar muito que falar

São adições recentes às plataformas de Moda nacional, mas são adições promissoras.

Ler mais