Atualidade   Notícias  

#IDontSpeakHater: a nova campanha da Kering Foundation

15 Nov 2018
By Mónica Bozinoski

Sob o mote #IDontSpeakHater, a nova campanha White Ribbon For Women do grupo Kering tem como objetivo inspirar a nova geração a tomar uma posição contra a violência e o cyberbullying.

Sob o mote #IDontSpeakHater, a nova campanha White Ribbon For Women do grupo Kering tem como objetivo inspirar a nova geração a tomar uma posição contra a violência e o cyberbullying.

Campanha #IDontSpeakHater ©Hering Foundation

Foi em 1991, no seguimento do Massacre da Escola Politécnica de Montreal, que tirou a vida a 14 estudantes femininas da instituição de ensino, que o movimento White Ribbon nasceu. Encorajando a promoção da igualdade de género, das relações saudáveis e de uma nova visão da masculinidade, com o objetivo de mudar mentalidades e lutar por um futuro onde a violência contra as mulheres não existe, o movimento inspirou a Kering Foundation a criar, em 2012, a sua própria campanha para combater a violência contra as mulheres – a White Ribbon For Women.

Depois da campanha #ICouldHaveBeen, que juntou diversos nomes sonantes como Stella McCartney, Alessandro Michele, Christopher Kane ou Salma Hayek, a fundação acaba de anunciar a campanha do White Ribbon for Women deste ano, #IDontSpeakHater. Com o objetivo de chamar a atenção para o cyberbullying, particularmente em relação às mulheres – segundo um estudo da UN Women, as mulheres são 27 vezes mais suscetíveis ao bullying e à violência em plataformas digitais do que os homens -, a campanha #IDontSpeakHater convida a Geração Z a tomar uma posição contra a violência e o cyberbullying.

“Toda a gente tem o direito de se sentir segura online”, defendeu François-Henri Pinault, Presidente e CEO do Kering Group, e Presidente da Kering Foundation. “Temos que tomar uma posição contra o abuso profundo e generalizado, que tem como objetivo intimidar e silenciar vozes femininas”.

Através do hashtag #IDontSpeakHater e da plataforma IDontSpeakHater.org, a Kering Foundation pretende incentivar esta nova geração a estar atenta e a defender os seus pares em situações de assédio ou violência online. Desmistificando a ideia de que devemos manter-nos em silêncio para “não alimentar os haters e os trolls”, a campanha da Kering Foundation encoraja mulheres e homens a, sempre que virem um par a ser insultado, transformarem os comentários negativos em mensagens de empoderamento, quebrando a cadeia de ódio e negatividade.

Pela primeira vez nos dez anos de existência da Kering Foundation, as marcas pertencentes ao Kering Group vão juntar-se aos esforços da fundação e apoiar a angariação de fundos da mesma, com uma doação de 10% do preço de venda de diversas peças e coleções selecionadas, de 16 a 30 de novembro – a lista inclui objetos de desejo de nomes como Saint Laurent, Gucci, Balenciaga, Bottega Veneta ou Alexander McQueen, num manifesto de compra com propósito.

“Tenho muito orgulho em conseguir unir todas as marcas do Kering Group para apoiar a nossa campanha White Ribbon for Women de 2018 e ajudar a angariar fundos para combater a violência contra as mulheres. Juntos, vamos tomar uma posição contra o discurso de ódio online”, concluiu François-Henri Pinault.

Como tem sido tradição até aqui, a campanha #IDontSpeakHater da Kering Foundation - a acontecer de 16 a 30 deste mês, com especial destaque em diversas plataformas digitais -, irá coincidir com o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, que se celebra a 25 de novembro. 

Mónica Bozinoski By Mónica Bozinoski

Relacionados


Moda   Compras   Tendências  

Trend Alert | Deep V

20 Jun 2024

Eventos   Atualidade  

Tudo o que precisa de saber sobre o Vogue World: Paris

20 Jun 2024

Moda   Entrevistas  

Moda, costume português | ARNDES

20 Jun 2024

Curiosidades  

Os 7 momentos mais emblemáticos de Jourdan Dunn ao longo da sua carreira na Moda

19 Jun 2024