Estilo   Pessoas  

Estes 10 jovens designers provam que a criatividade ganha sempre

15 Feb 2021
By Alex Kessler

De Londres a Lagos, viajámos pelo mundo através do Zoom para conhecer talentos emergentes que são a prova do poder da criatividade em tempos de crise.

De Londres a Lagos, viajámos pelo mundo através do Zoom para conhecer talentos emergentes que são a prova do poder da criatividade em tempos de crise.

Fotografia YUEQI QI

Este pode até ter sido um dos anos mais desafiantes dos livros de história, mas isso não atrapalhou a imaginação de designers emergentes e estabelecidos. Para os talentos emergentes tem sido particularmente difícil, pois conduzem as suas marcas independentes através de um mar de incertezas - alguns fazem as coleções sozinhos no chão dos seus quartos enquanto lutam com a produção de apresentações digitais ou "phygital" (uma mistura entre físico e digital), mas como podemos ver, aceitaram o desafio. 

Viajámos pelo mundo via Zoom - de Londres e Lagos, de Brooklyn e Guangzhou - para falar com 10 jovens designers, cuja perseverança é um verdadeiro testemunho do poder da criatividade em tempos de crise. Isto é aquilo que têm para dizer...

Susan Fang. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Susan Fang, 28 anos

O quê: Marca de roupa feminina futurista localizada entre Londres e Shangai.

Porque é que tem que a conhecer: Candidata ao prémio LVMH de 2019 e mencionada na lista Forbes 30 under 30, a designer chinesa Susan Fang vingou com as suas criações surreais. “A nossa visão não é sermos guiados por tendências ou estilo, é expressar uma miragem de ilusões artísticas.”

O que é que a criatividade significa para ela: “Tem de ser inovador – a inovação torna-se em cultura e pode ser cultivada.”

Steven Stokey-Daley of SS DALEY. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: SS DALEY

O quê: Marca britânica a destruir estereótipos de roupa masculina.

Porque é que tem que a conhecer: Vindo de Liverpool e formado pela Universidade de Westminster, Steven Stokey-Daley, 24 anos, causou sensação quando as suas criações foram usadas por Harry Styles no videoclipe de Golden. Sobre a sua estética, Daley diz: “Essencialmente quer-se a subversão do tradicionalismo britânico. Para explorar narrativas queer que estão silenciosas no meio do caldeirão que é a ideologia heteronormativa.”

O que é que a criatividade significa para ele:  “Para mim significa hiperatividade, pois nunca dorme e domina a minha mente a todas as horas do dia.”

Asata Maisé. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Asata Maisé, 27 anos

O quê: Marca de Delaware focada na sustentabilidade e em peças únicas.

Porque é que tem que a conhecer: Com uma tendência para misturar cores vibrantes e estampados, Asata Maisé agitou o Instagram com as suas criações em patchwork, que diz serem sobre “preservação do artesanato e uma ode à nostalgia”.

O que é que a criatividade significa para ela: “Trata-se de se expressar através do meio à sua escolha. Aprender a fazer as minhas próprias roupas foi a habilidade mais libertadora que adquiri na minha vida e fui capaz de me reinventar muitas vezes através da Moda.”

Antonio Vattev of AV Vattev. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: AV Vattev

O quê: Marca de roupa masculina londrina que mistura uniformes com detalhes extravagantes.

Porque é que tem que a conhecer: “O etos da minha marca está enraizado na minha herança búlgara, na família criativa de Londres e na minha estética pessoal”, diz Antonio Vattev, 27 anos, graduado pela Central Saint Martins, que combina workwear moderno com a precisão das técnicas de alta costura. "É sempre uma combinação de silhuetas que contam histórias."

O que é que a criatividade significa para ele: “Criatividade significa liberdade.”

Yueqi Qi. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Yueqi Qi, 25 anos

O quê: Marca de Guangzhou conhecida pelas suas decorações peculiares.

Porque é que tem que a conhecer: A aluna da Central Saint Martins (CSM) e ex-designer de bordados da Chanel participou no GucciFest em 2020. Nascida na China, Qi explora as suas raízes culturais através do seu trabalho, descrevendo-o como "nouveau Chinoise”. “O ethos da minha marca é uma extensão da minha experiência, suspensa em algum lugar entre a entrega e a intenção”, diz ela.

O que é que a criatividade significa para ela: “É a resolução de problemas e é como a linguagem; todos têm acesso ao mesmo vocabulário, mas é a ordem e a entoação que tornam as coisas únicas.”

Adeju Thompson of Lagos Space Programme. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Lagos Space Programme

O quê: Marca nigeriana sem género que apresentou na Semana de Moda Masculina de Milão para o outono/inverno 2021.

Porque é que tem que a conhecer: O designer não binário e nascido em Lagos Adeju Thompson, 29 anos, explora o seu género através de coleções e conceitos experimentais. “É muito importante para mim desconstruir ideias obsoletas sobre género na sociedade africana”, diz Thompson. “Eu crio a partir de uma perspetiva vulnerável, algo que não acontece de onde eu venho”.

O que é que a criatividade significa para ele: “É liberdade - uma forma de dissecar e pensar de forma crítica sobre a minha identidade.”

Goom Heo. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Goom Heo, 29 anos

O quê: Marca londrina que desafia os arquétipos da roupa masculina.

Porque é que tem que a conhecer: “Ousado: masculinidade misturada com elementos femininos”, diz Heo sobre a sua marca homónima. “Queremos mostrar a nova visão da Moda masculina.” A também graduada pela CSM conquistou o seu lugar com a sua subversão romântica da Moda masculina. Aproxima-se agora da sua terceira temporada, em que exibe sob a égide da incubadora de talentos de Londres Fashion East.

O que é que a criatividade significa para ela: “É algo muito pessoal. Seres tu mesmo.”

Marshall Columbia. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Marshall Columbia, 25 anos

O quê: Marca de Brooklyn conhecida pelas carteiras decoradas e apresentadas em cores fortes.

Porque é que tem que a conhecer: Fazendo já parte da lista de it bags - e tendo Miley Cyrus usado uma das suas alegres criações na sua apresentação no Backyard Sessions em 2020 - é difícil adivinhar que Marshall Columbia lançou a sua marca com o mesmo nome no ano passado. “Eu quero mesmo que as pessoas se divirtam a vestir as minhas roupas”, diz.

O que é que a criatividade significa para ele: “Os designers não estão a reinventar nada, estão a criar um mundo no qual vivem as suas criações.”

Talia Byre. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Talia Byre, 26 anos

O quê: Marca londrina que cria peças de herança focadas na qualidade.

Porque é que tem que a conhecer: Com uma estreia na London Fashion Week, a graduada pela Central Saint Martins Talia Byre explora a noção de família e a sua herança do norte da Inglaterra, criando roupas intemporais, porém sensuais, feitas para durar. “Vemos a herença como o derradeiro luxo”, diz Byre. “O nosso manifesto é mostrar uma linhagem moderna, inteligente e matriarcal ao longo do nosso trabalho.”

O que é que a criatividade significa para ela: “É a oportunidade de expressar o seu derradeiro eu.”

Sebastian A de Ruffray of Sevali. Fotografia de Jessica Gianelli

Quem: Sevali

O quê: Marca parisiense com consciência ecológica que cria roupas a partir de material reciclado.

Porque é que tem que a conhecer: Notado por pessoas como Lisa, das Blackpink, Rosalía e Alexa Demie, o designer chileno Sebastian A de Ruffray, 30 anos, está a gerar um burburinho com a sua moda upcycled ao nível da couture. “O nosso objetivo é questionar o sistema obsoleto da Moda, testando os limites do upcycling”, diz.

O que é que a criatividade significa para ele: “A capacidade de materializar uma ideia em realidade. Comprometer-se com uma ideia e lembrar-se daquilo que desejamos comunicar.”

Alex Kessler By Alex Kessler

Relacionados


Agenda  

Lisbon Design Week 2024 | A semana dedicada ao design começa hoje

22 May 2024

Tendências  

Who let the baby bump out?

22 May 2024

Compras   Roteiro  

As melhores lojas vintage da Europa

22 May 2024

Moda  

For life

22 May 2024