Artigo Anterior

Heaven on earth

Próximo Artigo

Estes 14 filmes dão-nos esperança

Roteiro 3. 8. 2020

Heaven's on earth: os cinco destinos para ativar o out of office

by Sara Andrade

 

“Creio que todos temos um pouco dessa bela loucura que nos mantém no caminho quando tudo ao redor é tão loucamente são.”, escreveu o autor argentino Julio Cortázar. Repor a sanidade mental não tem só a ver com o circuito interno da psique, tem também a ver com os estímulos externos com que alimentamos a mente.  E estes destinos provam que mente sã em corpo são é também uma questão de geografia.

Craveiral Farmhouse

 

Este Turismo da Natureza em São Teotónio, no Sudoeste Alentejano, é uma loucura de refúgio - não só pela primazia do slow living de outros tempos, sem abdicar do conforto dos tempos que correm (neste caso, andam devagar), mas também pelas redondezas terapêuticas: nove hectares de distanciamento social pautado por vegetação em bruto servem de palco para 38 casas e três piscinas que atuam como uma espécie de divã onde pode deixar todos os seus problemas; as praias da Zambujeira do Mar e do Carvalhal ficam a apenas 15 minutos, que é como quem diz, a sua meditação diária fica a apenas um quarto de hora de caminho; e o Craveiral FarmTable, por Alexandre Silva, chef do Loco, traz para a mesa a saúde da cozinha simples, sazonal e local, diretamente da horta de produção biológica da morada. Quem foi que pediu sanidade mental? 

Mais informações em www.craveiral.pt.

Memmo Baleeira

 

Reabriu a seis de junho este hotel com o selo Clean & Safe do Turismo de Portugal. E se o facto de lhe dizermos que fica em Sagres não faz automaticamente descer todos os níveis de ansiedade do seu corpo, é porque o seu stress não precisa de uma destas sugestões, precisa de todas num back to back de férias de relaxamento. Se é daqueles que gosta da terapia em movimento mais do que a de espreguiçadeira e de esplanada, o Memmo Baleeira é o seu melhor psicólogo: de pacotes de surf a trekking, yoga, diving, passeios de barco, entre outros, não ficar parada também é uma boa forma de derrotar a insanidade. Ainda assim, ninguém lhe vai chamar louco se fizer uma pausa na vida ativa para usufruir da piscina, de uma massagem e das vastas praias envolventes que não servem só de vista privilegiada para os quartos do hotel – também oferecem paz de espírito.

Mais informações em www.memmohotels.com/baleeira.

Sul Villas & Spa

 

Diz-se que já é possível metermo-nos num avião para ir aos Açores, o que, por si só, é argumento suficiente para o fazer. Se, ao pacote, juntarmos o recém-reaberto Sul Villas & Spa, na cidade de Lagoa, em S. Miguel, é caso para interromper este texto e fazer de imediato uma pesquisa pelos voos numa janela à parte. Mas não o faça já, leia pelo menos até ao fim para não haver hesitação na altura do “reserve agora”: são 12 as villas deste hotel com selo Safe & Clean e vista para o Atlântico, numa localização privilegiada que dá espaço ao espaço entre os hóspedes. Entradas independentes, estacionamento próprio, processo tratado atempadamente online para evitar passar pela receção e até o pequeno-almoço é servido neste refúgio. Não estava à espera de outra coisa deste destino que abriu em junho do ano passado, pois não? Então passemos do sanitário à sanidade: mediante marcação prévia, usufrua do spa e das suas massagens, do duche Vichy e da cromoterapia, sendo que algumas villas têm ainda piscina ou jacuzzi privado. O resto, as imagens falam por si: ansiedade é palavra que não existe aqui, nem com sotaque açoriano.

Mais informações em www.sulvillasazores.com.

Herdade da Malhadinha Nova

 

Albernoa, Beja, no Alentejo. [inserir chave na ignição, ouvir motor do carro a rugir – ou não, porque os elétricos vieram para ficar] Escapar da loucura da cidade, do trabalho, da vida em geral para as planícies calmas do Alentejo é sempre uma boa ideia e a Herdade da Malhadinha Nova só vem corroborá-lo. A traça tradicional da casa com dez quartos no Monte da Peceguina sempre trouxe o ar alentejano a cada recanto deste espaço que vê, em 2020, os seus 450 hectares de propriedade dar as boas vindas a mais 20 quartos distribuídos por cinco unidades distintas (além do complexo original) – leia-se “distanciamento social garantido”. Para garantir o espaço entre hóspedes, a Herdade está apenas a aceitar reservas para as villas de forma isolada, ideal para escapadas em família ou seleto grupo de amigos. Ou seja, apesar das unidades de alojamento terem vários quartos, quase todas pressupõem a reserva da casa inteira e por um mínimo de duas noites. Vale a pena: delicie-se com um chef privado na villa, room service, cestas com ingredientes para piqueniques (preparados por si ou para si) e ainda um buggy exclusivo, equipamento de BTT, Moto 4, cavalos (mediante valor adicional) - e não precisa de partilhar nada porque é para utilização exclusiva de cada villa. Sim, sim, também tem duas piscinas (uma delas climatizada), spa (sob marcação), wine bar e uma vastidão de planície alentejana para respirar profundamente sem máscara. Não, não, não precisa de se ir embora.

Mais informações em www.malhadinhanova.pt.

Sublime Comporta

 

Se nunca cobiçou (mais) um fim-de-semana prolongado no Sublime Comporta, o algoritmo do seu Instagram está avariado. Quase tanto como as avarias psicológicas que os tempos que correm parecem querer inflingir e para as quais o Sublime parece ter a cura. Seja pela morada em si, integrada na natureza e com quartos distribuídos por vários edifícios, bem como villas ao género “Cabanas da Comporta” com dois a cinco quartos (todos com piscina privada, lareira e terraços), seja pelas mais recentes bio-pool suites – construídas sobre palafitas e inspiradas no porto de pesca artesanal da Carrasqueira, erguem--se sobre uma impressionante piscina biológica – só um louco não equacionaria passar aqui uns dias... É que, além desta piscina que sublinha a atitude sustentável do hotel (não são utilizados produtos químicos para o tratamento da água, mas antes plantas aquáticas), o espaço inclui ainda o restaurante Food Circle, localizado no centro de um jardim orgânico. Baseado na produção sustentável e inspirado pelos princípios da permacultura, envolve o local de partilha limitado a 12 pessoas, no qual o elemento fogo desempenha um papel primordial na confeção mediante métodos de cozinha ancestrais. A experiência gastronómica preparada pelo chef Hélio Gonçalves e a sua equipa é elevada pelo aroma do jardim e alimentada pelos ingredientes que a horta oferece. Com um menu baseado na cozinha regional e complementado com seletos vinhos nacionais, não temos dúvidas que a loucura se derrota pelo estômago.

Mais informações em www.sublimecomporta.pt.