Beleza   Notícias  

Wondaleaf: é p'ró menino e p'ra menina

08 Nov 2021
By Pedro Vasconcelos

Está a chegar ao mercado o primeiro preservativo unissexo, uma criação do ginecologista John Tang Ing Chinh.

Está a chegar ao mercado o primeiro preservativo unissexo, uma criação do ginecologista John Tang Ing Chinh.

Um ginecologista malaio criou o que está a ser classificado como o primeiro preservativo unissexo. “É um preservativo com um adesivo a cobri-lo, que se prende à vagina ou ao pénis e que cobre a área adjacente para dar protecção extra,” explicou Ing Chinh, citado no Público. O Wondaleaf é feito a partir de materiais de qualidade médica, mais especificamente poliuretano, um adesivo utilizado para pensos de película autoadesivos. A natureza do material faz com que seja fino, flexível, confortável e à prova de água. Com nome inspirado nas folhas que Adão e Eva utilizam em representações bíblicas, a sua qualidade unissexo é resultado de ser aderente e reversível, sendo possível virar o lado aderente consoante a necessidade. 

O ginecologista John Tang Ing Chinh, responsável pela sua criação, pensou num protótipo devido aos problemas que reconhecia com todas as outras formas de contracetivos de barreira. Quer pela sua ineficácia em prevenir certas doenças sexualmente transmissíveis como herpes genital e HPV, como pela possibilidade de deslizarem. Os preservativos “normais” têm potencial para ser ineficientes e também podem ser acompanhados de outros problemas, como a cada vez mais discutida questão de stealthing, isto é, a remoção propositada e não consentida de um preservativo. 

Em entrevista com a revista Vice o ginecologista confessa que se inspirou fortemente no equipamento de proteção individual que via nos hospitais e como estes asseguravam fielmente a proteção de quem os usava. Ing Chinh revela ainda que o seu interesse em criar o contracetivo de barreira mais eficiente veio dos seus 25 anos de serviço em hospitais, pronunciando a sua preocupação crescente com a quantidade de casos de gravidezes indesejadas e de doenças sexualmente transmissíveis como o principal catalisador para o Wondaleaf Project.  

“Dia após dia, sou confrontado com pacientes que sofrem dos efeitos secundários dos métodos contracetivos, ou que não utilizam um método, ou um método falhado, levando a gravidezes involuntárias. Por exemplo, não era invulgar eu estar diante de uma adolescente  que se desfazia em lágrimas na minha clínica quando lhe dizia que a sua gravidez era já avançada,” contou Ing Chinh à Vice. 

As preocupações do ginecologista não são despropositadas, ainda que a Malásia seja o maior fabricante de preservativos do mundo, a sua população maioritariamente conservadora ainda considera contracetivos como um tabu devido à associação que estes têm com sexo fora do casamento. O criador do Wondaleaf Unisex Condom ambiciona que este contracetivo comece uma discussão que altere o estigma que rodeia outros preservativos no país.

Wondaleaf Unisex Condom começa a ser comercializado na Malásia em dezembro, sem data ainda para a sua comercialização no resto do mundo. 

Pedro Vasconcelos By Pedro Vasconcelos

Relacionados


Notícias  

A centenária Loja das Meias reabre em Cascais

23 Apr 2024

Moda   Compras  

As melhores lojas vintage de Madrid neste momento

23 Apr 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 23 a 29 de abril

23 Apr 2024

Compras  

Os melhores presentes para oferecer no Dia da Mãe

22 Apr 2024