Estilo   Pessoas  

Winona Forever: os 90’s no estilo único da estrela de Hollywood

29 Oct 2018
By Ellen Burney

É a madrinha do grunge em Hollywood e musa de Marc Jacobs. Em homenagem à estrela de Stranger Things, Winona Ryder, a Vogue reuniu o melhor do seu guarda-roupa dos anos 90, dos slip dresses aos jeans e fan-girl t-shirts.

É a madrinha do grunge em Hollywood e musa de Marc Jacobs. Em homenagem à estrela de Stranger Things, Winona Ryder, a Vogue reuniu o melhor do seu guarda-roupa dos anos 90, dos slip dresses aos jeans e fan-girl t-shirts.

©GettyImages

Em bandanas e calças cor de biscoito, mules e fatos em tom cacau, a atriz duas vezes nomeada para um Óscar da Academia é indiscutivelmente a madrinha do grunge dos anos 90 - com um allure tão irresistível que a própria Audrey Hepburn enviou à então adolescente roupa em segunda mão, incluindo um par de luvas em seda que Winona mais tarde ofereceu a Tavi Gevinson.

Assim que o auge dos anos 80 chegava ao fim - e a recém-chegada à indústria estava a dar que falar nos filmes Beetlejuice e Heathers, de 1988 - Ryder chegava às red carpets com uns sapatos rasos gastos, jeans azuis e um chapéu de baseball, ou então elevava o visual com um aglomerado de chokers em corda preta, pequenos cardigans, casacos em veludo, vestidos com alças spaghetti e muitas peças pretas em pele. 

Papéis assombrados - do Bram Stoker’s Dracula de 1992 ao The Crucible de Nicholas Hytner, quatro anos mais tarde - encaixavam na perfeição com o look rainha gótica de Winona fora do grande ecrã, que vestia com frequência preto da cabeça aos pés, batom vermelho-vinho e um crucifixo. Também as suas roupas em Reality Bites de 1994 e Girl, Interrupted, de 1999 - slip dresses, casacos oversized, botas desgastadas e biker jackets - combinavam com o seu estilo do dia-a-dia. Fatos não estruturados combinados com meias brancas e sapatos brogues, t-shirts de bandas (The Clash, Leonard Cohen, Tom Waits) e os clássicos Levi’s 501 de cintura subida, tornaram-se parte do seu estilo de culto.

Na passadeira vermelha, juntou o seu repertório de casacos - com pelo no colarinho, em veludo ou em pele - a vestidos com decote redondo por baixo. E se sucumbiu a uma silhueta delicada, fê-lo sempre com sofisticação - por exemplo, o vestido ao estilo dos anos 50 coberto de renda preta que usou num festival de cinema, em 1996.

“Ela tem o glamour que se perdeu hoje em dia, que foi esmagado pelo Instagram e pelo TMZ”, disse o guionista de Heathers ao The New York Times, em 2016. "Ela inspira um certo amor de culto que não vejo outras inspirarem”. 

Como diria a sua personagem Veronica, em Heathers: “How very”.

Ellen Burney By Ellen Burney

Relacionados


Agenda  

Lisbon Design Week 2024 | A semana dedicada ao design começa hoje

22 May 2024

Tendências  

Who let the baby bump out?

22 May 2024

Compras   Roteiro  

As melhores lojas vintage da Europa

22 May 2024

Moda  

For life

22 May 2024