Beleza   Compras  

Orgasmos à distância: a tendência dos vibradores remote controlled

20 Jul 2022
By Joana Rodrigues Stumpo

E nem estamos a falar de utilizar um dispositivo que substitua os movimentos das mãos (e de outras partes do corpo). Estes não são brinquedos quaisquer - são verdadeiras inovações tecnológicas.

E nem estamos a falar de utilizar um dispositivo que substitua os movimentos das mãos (e de outras partes do corpo). Estes não são brinquedos quaisquer - são verdadeiras inovações tecnológicas.

Fotografia de Jamie Nelson. Styling de Karen Levitt. Vogue Portugal, maio de 2019
Fotografia de Jamie Nelson. Styling de Karen Levitt. Vogue Portugal, maio de 2019

A história de como a ideia para este artigo surgiu começa com uma pesquisa acerca das novidades no mundo dos brinquedos sexuais. The results are in: parece que, durante os próximos tempos, a tendência a aderir é assumir a preguiça e fazer uso do melhor que a tecnologia tem para nos dar. Comodidade é a palavra que vai orientar a nossa vida sexual, porque podemos (e merecemos) ter orgasmos sem ter de mexer um dedo. Até podíamos fazer esta exigência aos nossos parceiros, mas a verdade é que não há nada como um vibrador que sabe precisamente onde atuar e, sob as circunstâncias certas, potencia uma experiência erótica a dois sem igual. 

Uma das vantagens de ser mulher é que facilmente conseguimos mascarar quando nos sentimos excitadas - não temos de lidar com o empecilho que é um pénis ereto saliente nas calças. Todas precisamos de um bom desafio de vez em quando, e esse é o objetivo desta categoria de brinquedos sexuais. A premissa é simples: coloca-se um vibrador, que pode ser utilizado por baixo da roupa, e entrega-se o controlo a um segundo interveniente. Através de uma app ou mesmo de um pequeno comando, o nosso companheiro pode controlar a intensidade da vibração do dispositivo. É aqui que podemos dar asas à imaginação e ver o quão longe conseguimos ir sem denunciar a atividade que está a acontecer dentro das nossas cuecas. Um vibrador controlado remotamente é o acrescento perfeito a qualquer date night, especialmente quando precisamos de quebrar a rotina. Challenge accepted? Agora, vamos às compras.

Há muito por onde escolher no mercado dos brinquedos sexuais, mesmo dentro da subcategoria de vibradores controlados remotamente. Se os dois estão dispostos a uma aventura, vale a pena apostar num vibrador duplo, com um motor no exterior e outro no interior - o resultado promete ser uma bombástica combinação de sensações e um maior desafio para manter a poker face. Igualmente eficazes são os estimuladores de clitóris, que são colocados dentro das cuecas, dando assim um maior conforto por não terem de ser inseridos dentro da vagina. Mas se o ponto G é o seu destino favorito, então não há como falhar com um bullet: um pequeno dispositivo que se insere na vagina e, através de sinfonias vibratórias controladas à distância, rapidamente pode levar ao orgasmo. Por fim, e se não está ainda pronta para enfrentar o desafio de utilizar um brinquedo sexual em público, há sempre a opção de o fazer no conforto de casa - uma alternativa especialmente apelativa para casais em relações de longa distância. A vantagem de não estarmos sentadas a jantar ou a tentar prestar atenção a um filme é que também não temos de nos conformar com os dispositivos mais pequenos e discretos. Temos, assim, a liberdade de optar por vibradores maiores, wands ou estimuladores de clitóris que necessitem de uma mãozinha adicional. Seja em casa ou na rua, esta é a tendência a abraçar para apimentar as nossas vidas e retirar todo o esforço que tenhamos de fazer - self-care na sua essência.

Joana Rodrigues Stumpo By Joana Rodrigues Stumpo

Relacionados


Atualidade  

Morreu Claude Montana, icónico designer dos anos 80

23 Feb 2024

Curiosidades   Atualidade  

Cisnes entre patos

23 Feb 2024

Moda   Street Style  

LFW | Models Off-Duty

23 Feb 2024

Beleza  

LFW outono/inverno 2024 | A beleza nos backstages

22 Feb 2024