Moda   Tendências  

Tumblrcore: o regresso da estética grunge

16 Feb 2022
By Mariana Silva

Parece que foi ontem, mas já lá vão dez anos desde o tempo de glória dos reblogs.

Parece que foi ontem, mas já lá vão dez anos desde o tempo de glória dos reblogs.

Fotografia de The Bardos. Styling de Tania Rat Patron. Vogue Portugal, outubro de 2021
Fotografia de The Bardos. Styling de Tania Rat Patron. Vogue Portugal, outubro de 2021

Dizem que as tendências de Moda se repetem de vinte em vinte anos, mas algo deverá estar a acelerar o sistema. Se pudéssemos adivinhar o porquê, apostaríamos no TikTok. Pelo menos é nessa rede social que temos visto a proliferação das mais variadas estéticas, tal como foi onde se deu um novo despertar da estética mais popular de 2010. Uma pista? Também está relacionada com uma rede social, embora a sua popularidade tenha diminuído consideravelmente nos últimos anos. É a casa dos reblogs e dos frames das nossas séries favoritas. O Tumblr, claro.

Para muitos, 2010 parece ter sido ontem. E a verdade não está muito longe disso. Ainda nos lembramos perfeitamente da estética do Tumblr quando esta não era sequer pensada como uma estética, mas mais como o estilo em voga. Um estilo que ia muito para além da nossa forma de vestir. Este influenciava a nossa maquilhagem, os acessórios que usávamos (alerta chokers), os produtos que comprávamos e até o nosso humor. Estará a mentir quem disser que, nesta rede social, não era priorizada uma visão mais cinzenta das coisas (ao contrário do arco-íris, por vezes exagerado, com que hoje tentamos pintar cada dia). 

 

Saltemos pouco mais de dez anos e encontramo-nos numa altura em que o Tumblrcore é apenas mais uma estética ao lado de tantas outras: Normcore, Academia (Dark ou Light), Cottagecore. A lista podia continuar por muito mais linhas, mas o que é curioso é que nenhuma estética se prende tanto com a nostalgia quanto aquela sobre a qual hoje falamos. 

Muitos dos seguidores do Tumblrcore viveram esta estética no seu tempo de glória e, agora, no meio do caos proporcionado pelo contexto pandémico, regressam às raízes da adolescência e adotam o mesmo estilo que as acompanhou há cerca de dez anos. É tempo de recordar as suas grandes características.

O modo de vestir

A estética de Moda que floresceu na década de 2010 no Tumblr era uma versão ligeiramente mais moderna do estilo grunge. Os tons escuros, com foco no preto, eram os preferidos, geralmente conjugados com peças de ganga ou de cabedal, e acessórios como correntes metalizadas, piercings e meias de rede (muitas vezes rasgadas, porque se hoje é um azar, antes era uma escolha ponderada). 

Também não é possível falar de Tumblrcore sem abordar as skinny jeans, as camisas com padrão xadrez e, no campo do calçado, os creepers - esse tipo de calçado inglês secular que foi resgatado pelos adolescentes de 2010 - e as botas de cano alto envernizadas, principalmente se pertencessem à marca Dr. Martens. 

O modo de maquilhar

Quando se fala de Beleza, a estética segue as mesmas linhas grunge que a Moda. Aqui o preto encontra-se esfumado nos olhos e complementado por uma máscara de pestanas que permite um olhar destacado. Nos lábios, tanto se opta por um batom vermelho profundo, como por um gloss que possa ser sobreposto a um batom mais escuro. Também não se poupa no eyeliner, nem no glitter, e há quem goste de terminar o look colocando um autocolante em forma de coração ou estrela junto à zona ocular. 

O cabelo da estética Tumblrcore pinta-se de cores tão variadas quanto as que existem no arco-íris. Nem os tons néon são o limite, principalmente num espectro que vai dos rosas aos verdes. Existe, da mesma forma, quem opte por um preto opaco ou até por um loiro pálido, quase a chegar ao branco. Os cortes tendem a ser compridos e ligeiramente despenteados, havendo um meio termo perfeito entre o liso sem esforço e as ondulações desfeitas. 

Não é possível falar do conceito de Beleza que nasce no seio do Tumblr sem abordar, por fim, as unhas, quase sempre pretas, e que serviam de plano de destaque para muitas das fotos que circulavam nesta rede social.

O modo de ser

Livros, música, arte. Falar de Tumblrcore é também falar de cultura, de um modo de ser e de viver. Os livros querem-se longos e com histórias que desafiam as grandes questões existenciais. A música debruça-se sobre o género indie rock e dá origem às grandes musas desta rede social, das quais Lana Del Rey, Sky Ferreira Marina and the Diamonds são os maiores exemplos. 

Há igualmente uma tendência para explorar o lado mais profundo da vida. Falar abertamente sobre a tristeza, a depressão e os problemas que muitas vezes caracterizam a adolescência faz também parte desta estética que acaba por ir muito além do sentido visual. E pelo que temos visto no TikTok, esta parte parece manter-se fiel à estética que lentamente regressa. 

O futuro

Por agora, o Tumblrcore parece apenas ser adotado por um nicho de utilizadores do TikTok, mas alguns dos seus elementos irão caminhar passo a passo até se integrarem nos estilos do quotidianos. Já o vimos a acontecer na indústria da Beleza, com as sombras pretas a tomarem conta da Semana de Alta-Costura, e com a cultura pop a dar uma nova vida aos stickers. Para onde irá esta tendência de seguida? Cá estaremos para ver. 

Mariana Silva By Mariana Silva

Relacionados


Moda  

Open Call | É uma família portuguesa com certeza

14 Jun 2024

Compras   Moda   Tendências  

Trend Alert | Sportswear

13 Jun 2024

Moda   Entrevistas  

Moda, costume português | Ivan Garcia Hunga

13 Jun 2024

Entrevistas  

Hannah Mills, um role model dentro e fora dos oceanos

12 Jun 2024