Lifestyle   Tendências  

As sete coisas que nos chamaram a atenção no Salone del Mobile 2019

17 Apr 2019
By Rui Matos

Das propostas da Hermès às da Louis Vuitton, reunimos os sete melhores momentos do Salone del Mobile, que é como quem diz: sete motivos para redecorar a sua casa.

Das propostas da Hermès às da Louis Vuitton, reunimos os sete melhores momentos do Salone del Mobile, que é como quem diz: sete motivos para redecorar a sua casa. 

 

As cestas Loewe

Para marcar a quinta participação na feira, a marca espanhola deu voz ao trabalho de manufactura com um twist contemporâneo. Para tal, a Loewe convidou 11 artistas a reinterpretarem o trabalho de cestaria com pele, ao invés do bambu, da cana e da palha. O objetivo? Homenagear uma técnica tão antiga com um cunho mais atual. Loewe Baskets, como foi batizada esta apresentação já se encontra disponível na loja online da marca. 

Da passerelle para a casa

A italiana Gucci continua a explorar a estética que Alessandro Michele tem vindo a injetar na marca. Portanto, na edição de 2019 apresentaram objetos que vão desde os vasos em porcelana às poltronas em veludo, sem esquecer as almofadas e ainda os pratos, chávenas e bules. Um romantismo muito Gucci e muito Alessandro. 

Louis Vuitton e os Objets Nomades

© Tommaso Sartori
© Tommaso Sartori

A coleção Louis Vuitton Objets Nomades foi lançada em 2012 com o propósito de trazer o mundo para o interior de casa, muito semelhante àquilo que fazemos quando regressamos de uma viagem. Mantendo esse espírito itinerante, na edição de 2019 do Salone del Mobile, as peças refletem uma clara inspiração tropical, como é o caso da poltrona amarela, à direita, ou da grande mandala em cores suaves, que nos remete para uma lagoa ao pôr-do-sol. 

Um jardim lunar, cortesia da Marni

A arte primitiva e o imaginário futurista coexistiram no mesmo espaço graças à instalação lunar que a Marni ergueu na feira de design e móveis. Na coleção da marca, há cadeiras que se parecem com animais, mesas e sofás de exterior. Ou seja, tudo aquilo que precisa para um jardim espacial.   

Hermès e a iluminação que aquece

Homenagear os materiais é uma das premissas que sempre guiou a Hermès. E em questões de matéria-prima, nesta edição do Salone del Mobile, destacam-se sobretudo dois dos novos candeeiros da marca, feitos em dois materiais tão antagónicos quanto especiais: um em preto, feito inteiramente de granito, e um em branco, fabricado integralmente em porcelana. 

Versace, Versace, Versace

Se não vamos a Miami, Miami vem até nós. A nova coleção da Versace Home é uma ode às palmeiras e a ambientes quentes. As cores são, sobretudo, pastel mas há espaço para tons mais fortes, como o rosa-choque que cobre uma chaise longue.

A instalação COS

Nos jardins do Palazzo Isimbardi, a Cos apresentou uma instalação com tijolos, em bioplástico compostável, impressos em 3D feitos de bioplástico compostável. Para o efeito a marca londrina colaborou com a Mamou-Mani Architects. O objetivo era, como explicou Arthur Mamou-Mani à revista W, evocar "uma sensação de leveza”. 

Rui Matos By Rui Matos

Relacionados


Opinião  

Got Milk?

18 May 2024

Moda  

12 small brands que vale (muito) a pena conhecer

17 May 2024

Notícias  

As melhores lojas vintage de Lisboa

17 May 2024

Curiosidades  

Os 6 álbuns de vingança mais famosos da história da música

16 May 2024