Atualidade   Notícias  

#Retouched | Influencers noruegueses terão de informar sempre que uma foto for editada

08 Jul 2021
By Mariana Silva

A nova lei norueguesa tem como objetivo combater a dismorfia corporal e tornar as redes sociais num espaço onde o real seja a norma.

A nova lei norueguesa tem como objetivo combater a dismorfia corporal e tornar as redes sociais num espaço onde o real seja a norma. 

As redes sociais encontram-se em constante evolução. Todos os dias nos deparamos com novas funcionalidades e ferramentas, sempre de uso livre, mas nem sempre de uso benéfico. E apesar do crescimento descontrolado destas plataformas do digital, pouco ou nada tem sido feito ao nível legislativo para regular a sua utilização. 

Sabe-se, contudo, que o uso nefasto destes recantos da Internet pode ter uma influência negativa na saúde mental dos seus utilizadores. Os jovens aparecem como um dos grupos mais afetados neste domínio, não só por serem os mais ativos consumidores de conteúdo digital, mas ainda por se encontrarem numa fase de desenvolvimento marcada pela vulnerabilidade. De acordo com um estudo britânico, realizado no início deste ano, uma em cada três raparigas até à idade dos 14 anos afirma estar insatisfeita com a sua imagem corporal. É que a constante exposição a imagens fortemente editadas e corpos irreais tem despontado um diverso número de problemas do foro mental. Entre estes está a dismorfia corporal.

Foi com o intuito de combater o crescente número de casos de dismorfia corporal presentes no país que, no passado mês de junho, o Ministério da Infância e da Família norueguês introduziu uma lei para controlar a publicação de imagens em plataformas como o Facebook, Instagram e Twitter. Segundo a nova legislação, qualquer alteração relativa à “forma, tamanho do corpo ou cor da pele” em fotografias cuja publicação resulte em pagamento ou receção de outros benefícios deve ser referida na descrição da mesma. Logo, esta lei recai maioritariamente sobre os influenciadores e figuras públicas do país que, até ao momento, se têm mostrado extremamente recetivos às novas regras. 

Ainda assim, foram destacados diversos problemas com a nova lei norueguesa. Em primeiro lugar, esta não é clara face às formas de edição que se encontram incluídas na obrigatoriedade de especificação. Ajustes de luz e saturação podem muitas vezes resultar em alterações no tom de pele e, por agora, não se sabe se estas fazem parte do pacote de edições referidas pelo governo. Para além disso, a legislação apenas se centra em imagens quando a utilização de filtros de modificação dos traços corporais em vídeos é cada vez mais comum e preocupante. Principalmente num momento em que a plataforma de vídeos TikTok foi acusada de colocar filtros de beleza nos vídeos dos seus utilizadores sem autorização dos mesmos. Ainda, sendo uma lei que se restringe à Noruega, será difícil de garantir que os habitantes não contactem com triggers de problemas corporais, já que estarão sujeitos a conteúdos internacionais que não se encontram ao abrigo desta obrigação. Por último mas (de todo) não menos importante, há que referir a dificuldade de execução de uma lei desta dimensão. Atualmente, uma grande parte das edições realizadas revela-se praticamente impercetível, sendo difícil rever e controlar todas as imagens publicadas diariamente nas redes sociais.

No fim do dia, o governo norueguês afirma ter como objetivo desincentivar à alteração de traços corporais nas publicações partilhadas em redes sociais. Mas sempre que tal seja feito e não se encontre referido na descrição, prevê-se a existência de multas e possível pena de prisão para os casos onde a violação da lei seja mais grave. 

Em Portugal, já têm sido várias as figuras públicas que têm aberto as portas à sua vida #semfiltro, optando por partilhar fotografias e vídeos sem recurso a qualquer tipo de edição. Uma forma diferente de partilhar conteúdo no mundo onde o highlight real tem tendência a prevalecer.

 

Mariana Silva By Mariana Silva

Relacionados


Opinião  

Got Milk?

18 May 2024

Moda  

12 small brands que vale (muito) a pena conhecer

17 May 2024

Notícias  

As melhores lojas vintage de Lisboa

17 May 2024

Curiosidades  

Os 6 álbuns de vingança mais famosos da história da música

16 May 2024