Artigo Anterior

Um Natal artístico com a Salsa

Próximo Artigo

Diário de Prata: Chile

Roteiro 7. 12. 2018

Back to 1970

by Ana Carvas

 

Para celebrar os 45 anos do Altis Grand Hotel, em Lisboa, o restaurante Grill D. Fernando situado no 12º piso do edifício, viaja no tempo até à década de 70.  

Com uma privilegiada vista sobre o castelo, esta experiência no hotel que outrora recebeu nomes célebres como Francisco Sá Carneiro, e que até hoje hospeda a equipa do Futebol Clube do Porto, é muito mais do que um deleite para o paladar, é também uma benção para a vista e outros sentidos. No espaço que mantém até hoje parte da identidade construída pelo arquiteto e designer Daciano da Costa, responsável pelos interiores, mobiliário, fardas e iluminação dos primórdios do Altis, acontece até ao fim do mês de janeiro uma experiência muito especial, assente no legado - da gastronomia ao design e decoração - do Grand Hotel.

Mais especificamente até ao dia 31 de janeiro, o restaurante do icónico Hotel lisboeta da Rua Castilho, fundado em 1973 por Fernando Martins, volta atrás no tempo e recupera a primeira carta do Grill - com os mesmos sabores e iguarias da altura, assim como o mesmo serviço de louça que foi praticamente todo recuperado. Dos cestos de pão às bandejas, garfos de marisco, molheiras e guardanapos com a inscrição do monograma original do hotel, entre outras peças da baixela, tudo estará a uso para um serão que canalize na íntegra o espírito dos 70’s. 

Na ementa encontramos pratos retirados da primeira carta do D.Fernando, como os clássicos Cocktail de Gambas Neptuno, o Tornedó à D. Fernando, a Garoupa Algarvia ou a Sopa de Cebola, e ainda sugestões dos pratos do dia, diferentes de segunda a sexta, com opções como um delicioso Pargo Assado, Cozido à Portuguesa à quinta-feira ou Bacalhau com Todos à sexta. Como o melhor fica sempre para o fim, a recomendação da Vogue para terminar esta incrível viagem gastronómica são os imperdíveis Crepes Suzette, preparados pelo chefe de sala à frente do cliente, num carrinho de mesa. E acredite, se nos dissessem que a hashtag #foodporn foi inventada no Grill, em 1973, nós acreditávamos.

Com todas as remodelações que foram acontecendo ao longos dos últimos 45 anos, o Grill é o espaço com menos intervenção do Altis. Para além do teto em madeira, com os focos originais aleatoriamente espalhados pela sala, a equipa do restaurante recuperou também os cadeirões de Daciano da Costa, em preto e laranja, que acompanham agora as mesas da sala. À entrada do Grill D. Fernando encontram-se em exposição algumas peças do espólio, com histórias que pode ficar a conhecer pelas palavras mágicas de Artur Caldas, chefe de sala no Altis há já 17 anos.

Horário: de segunda a sexta, almoço das 12h30 às 15h. Segunda a sábado, jantar das 19h30 às 22h30 (encerra sábado ao almoço e domingo todo o dia).

Artigos Relacionados

Roteiro 3. 12. 2018

A Louis Vuitton na Avenida da Liberdade está de cara lavada

A etiqueta francesa acaba de anunciar a reabertura da renovada loja no número 190 da principal avenida lisboeta. Uma renovação que vai ao encontro da magnitude do nome da Maison.

Ler mais

Notícias 22. 11. 2018

Smoky Olive, a nova loja vintage de Helena Coelho

Após o lançamento da marca de roupa vintage Smoky Olive, a modelo e apresentadora portuguesa abre a primeira loja homónima, em Setúbal.

Ler mais

Roteiro 19. 11. 2018

Costa Nova: a primeira loja em Lisboa

A marca portuguesa de cerâmica surgiu em 2006 em Vagos, perto de Aveiro, pela mão de Miguel Casal. Doze anos depois, abre o primeiro espaço em Lisboa, na Rua Castilho - uma das principais artérias da cidade de Lisboa.

Ler mais

Roteiro 19. 9. 2018

Um lugar ao sol

Num dia quente de verão, a Vogue sentou-se à mesa na Doca de Santo para provar as iguarias da renovada carta que une a tradição aos sabores contemporâneos.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK