Artigo Anterior

A primeira loja Tod’s no Porto

Próximo Artigo

Maria e Pedro, os bonecos solidários vestem Diogo Miranda

Notícias 12. 2. 2020

Relojoaria e Cinema: duas artes lado a lado pela mão (e pulso) da Jeager-LeCoultre

by Mathilde Misciagna

 

A afinidade da Jaeger-LeCoultre com a 7.ª Arte resume-se em dois mundos que se fundem com a mesma efervescência criativa, inspirados numa tradição de longa data e na busca absoluta pela excelência.

No coração do Vallée de Joux, na parte suíça da Cordilheira do Jura, a Manufatura Jaeger-LeCoultre renova continuamente a sua criatividade desde 1833. Cento e oitenta especializações são reunidas sob um mesmo teto para dar vida à essência dos relógios e colocar em funcionamento cada componente. Design, montagem, decoração ou acabamentos; cada etapa diferente necessária para a criação de um relógio Jaeger-LeCoultre é conduzida dentro desta Manufatura. 

Hoje, desfruta de  um renome único na indústria da relojoaria. As suas coleções icónicas, como o relógio Reverso que nasceu do movimento Art Deco em 1931 (e está quase a completar 90 anos desde a sua criação), o Master com linhas masculinas clássicas e refinadas, ou mesmo o Atmos, o relógio de pêndulo com movimento quase perpétuo, são a base do orgulho da Maison e da satisfação dos seus clientes mais leais.

A Jaeger-LeCoultre apoia todos aqueles que criam diariamente, que dão vida à arte do cinema e que atribuem grande importância à preservação do seu património.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Jaeger-LeCoultre (@jaegerlecoultre) a

 

Durante mais de uma década, a Jaeger-LeCoultre tem estado intimamente associada aos mais proeminentes festivais de cinema do mundo, incluindo o Festival Internacional de Cinema de Veneza e o Festival Internacional de Cinema de Xangai, e homenageia o talento criativo dos cineastas premiando anualmente o Glory to the Filmmaker Award.

A Jaeger-LeCoultre é a parceira oficial do festival de Cinema de Xangai desde 2011 e organiza um leilão anual beneficente para apoiar a restauração de filmes na China. O plano de restaurar filmes clássicos chineses tem sido um projeto importante na cooperação com o Festival. Nos últimos anos, diversos clássicos chineses foram restaurados (através da tecnologia 4K) e preservados para promover as tradições consagradas pelo tempo e a profunda cultura do cinema chinês.

O Festival Internacional de Cinema de Veneza dispensa apresentações - é o mais antigo do mundo e também dos eventos mais prestigiados. Faz parte da Bienal de Veneza, fundada em 1895, e uma das organizações culturais mais famosas do mundo. Todos os anos, a Jaeger-LeCoultre premia o vencedor do Leão de Ouro (Melhor Filme) e os vencedores do Coppa Volpi (Melhor Atriz e Melhor Ator) com o icónico relógio Reverso gravado à mão nas oficinas da marca com a imagem de um leão. Em 2019 comemorou-se 15 anos desde o inicio desta importante parceria que já contou como amigos da marca nomes sonantes da indústria como Benedic Cumberbatch, Amanda Seyfried ou Diane Kruger.

Todos os anos, a Jaeger‑LeCoultre homenageia a criatividade de excelentes cineastas por meio do prémio Glory to the Filmmaker, concedendo-o a uma personalidade que tenha, nas palavras de Alberto Barbera, diretor do Festival: “Trazido originalidade para o cenário do cinema contemporâneo”. O vencedor deste ano 2020 passa a integrar a lista das personalidades distintas que já foram homenageadas, entre elas: Sylvester Stallone (2009), Al Pacino (2011), Spike Lee (2012), Ettore Scola (2013), James Franco (2014), Brian de Palma (2015), Amir Naderi (2016), Stephen Frears (2017), Zhang Yimou (2018) e Costa-Gavras (2019). 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Jaeger-LeCoultre (@jaegerlecoultre) a .

 

No decorrer de 186 anos de história, a Jaeger‑LeCoultre dedica-se à construção de um grandioso legado de tradição em relojoaria, sem prejuízo à criação de novas peças lendárias. Envolvida numa busca pela excelência e movida por um espírito inovador, a Jaeger‑LeCoultre reafirma o seu duradouro comprometimento com a promoção da valorização e da preservação das artes cinematográficas.

Artigos Relacionados

Eventos 6. 9. 2019

Festival de Cinema de Veneza 2019: a passadeira vermelha

O glamour que tanto caracteriza a passadeira vermelha de um festival de cinema acaba de aterrar em Veneza e estes são os melhores coordenados dos nomes mais sonantes da indústria.

Ler mais

Palavra da Vogue 4. 4. 2018

Venice on my mind

Depois dos casacos em pelo e das carteiras do fundo do mar, temos uma nova crush da Shrimps.

Ler mais

Eventos 6. 9. 2017

Festival de Cinema de Veneza

A cidade italiana recebe o melhor da sétima arte: na tela e na red carpet.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK