Opinião   Palavra da Vogue  

Óscares 2018 | Red carpet: o melhor, o pior e o que é nacional...

05 Mar 2018
By Sara Andrade

...é bom. A Vogue escolhe 10 best dressed, 10 worst dressed e assinala menções muito honrosas para a representação portuguesa na passadeira vermelha.

...é bom. A Vogue escolhe 10 best dressed, 10 worst dressed e assinala menções muito honrosas para a representação portuguesa na passadeira vermelha.

A lista das mais bem vestidas e das mais mal vestidas da red carpet divide sempre opiniões e seguramente desta vez não será excepção. Mas mesmo sabendo que os gostos afinal, sempre se discutem, acreditamos que há nomes nestas duas galerias que angariarão unanimidade. Quais são os seus?

O melhor da red carpet

© Getty Images

Adorámos os metalizados de Jennifer Lawrence em Christian Dior e de Gal Gadot em Givenchy (nunca os anos 20 chegaram tão bem a 2018). Venerámos o branco Chanel num helénico contemporâneo em Margot Robbie e o Balmain alvo de Jane Fonda a mostrar que o estilo e a elegância não têm nada a ver com faixas etárias.

Fomos às nuvens com o toque etéreo de Emily Blunt na leveza deste Schiaparelli e nas plumas do Christian Dior de Haley Bennett.

Percebemos que a descontração tem lugar na passadeira vermelha sem comprometer a sofisticação quando Zendaya pisou o tapete escarlate no seu fluido Giambattista Valli e até nos rendemos ao seu oposto quando Paz Vega surgiu num rígido e estruturado vestido Christopher Bu de ombros descobertos (sim, sabemos que é uma escolha arriscada, mas o que seria um best dressed sem alguma polémica?).

No topo, colocamos Saoirse Ronan em Calvin Klein e Nicole Kidman em Armani Privé: o arrojo na cor e nos laços XL é tudo o que uma red carpet precisa para ser animada da melhor maneira.

O pior da red carpet

© Getty Images

Podemos começar por Whoopi Goldberg: estamos todos de acordo que a atriz não é Scarlett O'Hara em Tudo o Vento Levou e que nem a personagem protagonista do enigmático filme usaria esta versão garrida de um vestido colonial assinado por Christian Siriano. Num coordenado do mesmo designer, Kelly Ripa: com o preto não me comprometo, a não ser que tenha fitas rosa e verde versão bombom - e não de uma maneira deliciosa.

Maya Rudolph escolheu um Valentino demasiado tapado - e demasiado tapete vermelho para se destacar na passadeira escarlate - e Andra Day não aprendeu nada com Kim Kardashian no MET há uns anos atrás: o estofo do sofá da avó é para ficar no sofá da avó.

Salma Hayek perdeu a sensualidade toda pela qual é conhecida neste Gucci com demasiadas coisas a acontecer (o padrão, os folhos, a textura, as correntes, o cabelo... precisamos mesmo de listar mais?) e Blanca Blanco estava a um passo muito ténue de um wardrobe malfunction com aquele decote.

Camila Alves surgiu assim-assim num Vivienne Westwood feito de guardanapos sobre tule e Eiza Gonzalez podia ter ido para Copacabana naquele vestido amarelo elétrico que tem mais de balnear do que de passadeira vermelha.

As hipóteses que poderão gerar discussão: Emma Stone em Louis Vuitton - bem-vestida, mas demasiado casual para uma red carpet (adoramos um bom fato em detrimento de um vestido comprido para versatilizar as coisas na passadeira, mas precisava de ter outra sofisticação e elegância que este em cetim acabou por não ter por ser demasiado de cocktail) - e St. Vincent. Não sabemos muito bem o que pensar deste Saint Laurent por Anthony Vaccarello. Por um lado, aplaudimos o arrojo; por outro, terá sido ousadia a mais, a ponto de cair no ridículo? É de facto uma escolha bem ao género do ADN da cantora, Talvez seja um caso de "estranha-se e depois entranha-se".

Menções honrosas

Havia dois nomes femininos portugueses da red carpet e fizeram jus à elegância: Raquel Strada em Missoni e Sofia Cerveira em Luís Carvalho. Elegantes e sofisticadas, podem não aparecer nas fotogalerias internacionais, mas merecem fazer parte das nossas.

© Instagram.com/raquelstrada

© Instagram.com/sofcerveira

E para si, quem foram as melhores e as piores da passadeira vermelha? Aproveite para partilhar na secção de comentários abaixo. 

Sara Andrade By Sara Andrade

Relacionados


Opinião  

Got Milk?

18 May 2024

Moda  

12 small brands que vale (muito) a pena conhecer

17 May 2024

Notícias  

As melhores lojas vintage de Lisboa

17 May 2024

Curiosidades  

Os 6 álbuns de vingança mais famosos da história da música

16 May 2024