Hard Rock Café: Ana Moura é a primeira portuguesa a doar peça
Artigo Anterior

Albert Watson é o fotógrafo do Calendário Pirelli de 2019

Próximo Artigo

Meghan Markle nomeada para o prémio Style Icon

Notícias 12. 6. 2018

Hard Rock Café: Ana Moura é a primeira portuguesa a doar peça

by Mónica Bozinoski

 

O emblemático espaço completa 15 anos de existência na cidade de Lisboa, com a introdução inédita do Fado na sua coleção internacional. 

Começou com uma guitarra do lendário músico Eric Clapton e, hoje, possui a maior coleção do mundo de objetos de recordação relacionados com a música, espalhados por 182 espaços em todo o globo. A 12 de junho de 2003, precisamente há quinze anos atrás, aquela que é uma das maiores referências da indústria musical aterrou no antigo Cinema Condes, localizado na Avenida da Liberdade, em Lisboa. 

Para celebrar a sua década e meia de existência, o Hard Rock Cafe Lisboa introduz na memorabília, pela primeira vez na sua história, uma peça pertencente a uma fadista portuguesa. Entre os mais de 88 mil objetos da coleção do Hard Rock Cafe, de artistas internacionais como U2, Elvis Presley, Madonna, Prince, Elton John ou Jimi Hendrix, estará um vestido da designer Katty Xiomara, que acompanhou Ana Moura nos concertos de apresentação de Desfado, o disco mais vendido em Portugal na última década. 

"A Ana Moura é uma referência nacional e internacional no seu género e a nossa memorabília compõe-se por peças de artistas com impacto mundial.", referiu Marian Fitzgerald, Diretora Geral do Hard Rock Cafe Lisboa. "Honra-nos, por isso, celebrar o aniversário da marca na capital, com esta introdução única do estilo musical mais português e património imaterial da humanidade - o Fado. A Ana Moura tem um dististinto percurso no mundo da música e representa a atitude que o Hard Rock tem em Portugal: um gosto local, com impacto global.", concluiu. 

Para Ana Moura, que se consagra a primeira mulher portuguesa e fadista nas paredes do emblemático espaço, "o Hard Rock Cafe Lisboa faz parte do imaginário coletivo de todos nós", sendo considerado pela artista como "uma referência musical de entertenimento da cultura Ocidental". Em comunicado, a fadista expressou o orgulho de ver um dos seus objetos pessoais integrar o espaço da capital. "Ter um vestido meu, exposto no Hard Rock de Lisboa, é uma honra que jamais ousei sonhar", disse. 

Nos seus quinze anos de existência, o Hard Rock Cafe Lisboa manteve o conceito the finest in American diner food, onde os verdadeiros sabores americanos, dos hambúrgueres aos brownies, se aliam ao gosto pela música, seja através dos concertos ao vivo ou da coleção que integra a memorabília exposta, que em conjunto oferecem uma experiência de descoberta dos tempos modernos e antigos. 

Artigos Relacionados

Palavra da Vogue 4. 6. 2018

O regresso de Florence + The Machine

High as Hope é o quarto álbum do grupo britânico liderado por Florence Welch.

Ler mais

Palavra da Vogue 23. 5. 2018

O verdadeiro Eu de Amy Winehouse

Neste livro, Blake Wood compilou cerca de 150 imagens da cantora britânica que através da lente do fotógrafo deixou de parte a vida excêntrica para que o seu verdadeiro eu brilhasse.

Ler mais

Coleções 25. 3. 2018

Portugal Fashion | Katty Xiomara: outono/inverno 2018

Para a próxima estação, a criadora portuguesa apresenta um retrato abstrato através dos coordenados que desfilaram no último dia da Semana de Moda da cidade invicta.

Ler mais

Coleções 22. 10. 2017

Portugal Fashion SS18: Katty Xiomara

Katty Xiomara cai de pára-quedas na primavera-verão 2018.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK