Monarte: o poder da autenticidade
Artigo Anterior

Passatempo: ganhe convites para a antestreia de Ocean's 8

Próximo Artigo

Primeiras impressões: Creme e máscara de noite Slow Âge da Vichy

Guestlist 18. 6. 2018

Monarte: o poder da autenticidade

 

Uma obra de arte, uma peça de roupa exclusiva e de edição limitada. Monarte é a etiqueta portuguesa que se preocupa com a genuinidade e com o trabalho do artista.

© Gonçalo Claro

Há marcas que se preocupam com o artista e com as histórias que cada um tem para contar: Klaudia Fenyves Vicente fundou a Monarte justamente “por sentir a necessidade de trazer autenticidade ao mundo da Moda, privilegiando e promovendo o talento, os valores e as experiências de vida de artistas reais.”, afirma. 

Todas as coleções têm assinatura de artistas, nacionais ou internacionais, com liberdade criativa para conceber uma obra de arte que posteriormente é transportada para tops e vestidos. Para a primavera/verão de 2018, Aka Corleone, Maísa Champalimaud, Media Jamshidi, Add Fuel, Teresa TAF, Jéssica João, Carmo e Kateryna Savchenko formam o grupo de artistas convidados. 

“Muitas marcas são desenhadas por talentos que depois não são conhecidos e são feitas sem qualquer história real por trás de cada peça. O fast fashion e as produções em massa ignoram os valores da individualidade e da diversidade.”, conta ainda Klaudia. 

E cada peça narra uma história diferente: por exemplo, o vestido que Maísa Champalimaud idealizou - Tropical Memories - nasce da inspiração que foi buscar à infância que viveu no Brasil. Lisbon love, de Aka Corleone, é uma ode à capital portuguesa e neste top é possível encontrar elementos emblemáticas da cidade, como Amália, Fernando Pessoa ou os elétricos. 

A qualidade dos tecidos e a apresentação fazem também parte do rigor Monarte que tem a sua produção 100% nacional. É através da loja online que pode, perdão, deve adquirir estas obras de arte.

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK