Artigo Anterior

Estes são os anéis de noivado que vamos ver em todo o lado em 2022

Próximo Artigo

Déjà Vu

Tendências 25. 1. 2022

As melhores plataformas para adquirir NFTs de Moda

by Mariana Silva

 

Se o nosso mundo é cada vez mais digital, porque não pode ser também a nossa roupa?

Direção criativa de Agathe Philippart e Joana Dacheville. Fotografia de Eva Wang em colaboração com Creature Studio. Styling de Joana Dacheville. Vogue Portugal, abril 2021 

O retalho segue uma evolução natural e com ela mudam os nossos hábitos. Do mercado físico para os espaços digitais, a digitalização na Moda encontra-se prestes a dar mais um passo, agora em direção à (i)materialidade das nossas peças. Digam adeus aos tecidos e às costuras, ao toque dos materiais e ao seu caimento. A nova Moda é puramente digital e irá invadir a nossa realidade mais cedo do que imaginamos. 

O conceito de NFTs não deverá ser estranho à maioria - até porque foi uma das palavras mais utilizadas em 2021 - mas a sigla, que se refere aos non-fungible tokens (tokens não fungíveis), é a chave para explicar a Moda no seu estado virtual. Estas imagens, que vivem somente nos nossos ecrãs, ganham neles forma para se moldar ao corpo dos nossos avatares, que, por sua vez, se tornam a nossa representação mais fiel no digital.

Dito por outras palavras: já jogou algum jogo online onde pode vestir e trocar as peças de roupa da sua personagem digital? Se a resposta for sim, os NFTs na Moda não serão muito diferentes. A única distinção prende-se com os universos em que estas peças podem ser usadas (para lá dos jogos). Para muitos, os NFTs são apenas itens de coleção, mas caminhamos a passos largos em direção a um “metaverso”, um universo digital quase como se de uma segunda vida se tratasse. Quando essa fusão se concluir, vamos querer que o nosso armário digital não fique atrás das roupas que possuímos no mundo físico.

Claro que a especificidade destas peças faz com que, pelo menos de momento, não sejam vendidas nas lojas onde compramos a roupa dita “normal”. Existem plataformas especializadas na venda de NFTs de Moda e hoje vamos explorar algumas das pioneiras, e das que nos deixam mais curiosas.

The Fabricant

Enquanto uma das primeiras plataformas de venda de roupa digital, The Fabricant é um dos nomes mais sonantes da indústria. Esta plataforma é a casa de alguns dos lançamentos de maior sucesso, como a coleção Adidas x Karlie Kloss, que já se encontra maioritariamente esgotada, ao mesmo tempo que oferece algumas peças gratuitas, de modo a que os utilizadores possam experimentar esta nova tecnologia. Uma dessas é um casaco assinado pela dupla de designers portugueses MarquesAlmeida.   

 
 
 
View this post on Instagram

A post shared by The Fabricant (@the_fab_ric_ant)

 

Gucci Vault

O grupo Kering já tem mostrado encontrar-se na vanguarda deste novo mundo digital, seja através dos desfiles inovadores da Balenciaga ou do mais recente mercado de NFTs lançado pela Gucci. No famoso Gucci Vault, a marca abriu portas não apenas ao seu passado, mas também ao seu futuro, tendo anunciado o lançamento de uma coleção de NFTs em colaboração com a Superplastic. A coleção SuperGucci estará disponível a partir do dia 1 de fevereiro (e não deverá demorar muito até esgotar). 

 
 
 
View this post on Instagram

A post shared by Gucci Official (@gucci)

 

The Dematerialised 

Outro caso de sucesso pode ser verificado na The Dematerialised, uma plataforma de venda de NFTs de Moda, que começam em peças de roupa e chegam a calçado, acessórios e até objetos de decoração. O seu lançamento mais recente - e o único ainda disponível - foi lançado em parceria com a marca MCQ e conta com um NFT gratuito, mas também duas peças no valor de €145€275 (esta última, já esgotada). 

 
 
 
View this post on Instagram

A post shared by MCQ (@mcq)

 

Exclusible

Embora recente, a Exclusible está a dar que falar, ao afirmar-se como o marketplace de luxo para a Moda digital, sendo equiparada a plataformas como a Farfetch ou a Net-a-Porter. Thibault Launay é o multimilionário francês por detrás da empresa, mas escolheu Portugal para sediar as suas operações, ainda que digitais. Depois de coleções como Alpha e Theia, a plataforma Exclusible lançou ontem uma campanha de venda de imobiliário de luxo, iniciando a aquisição de terrenos no metaverso. 

 
 
 
View this post on Instagram

A post shared by Exclusible (@exclusible)

 

RTFKT

Especializada na venda de calçado, mais propriamente, ténis, a RTFKT foi adquirida, em dezembro do ano passado, pela Nike e desde então tem estado a preparar novos lançamentos. Ainda não se sabe bem qual será o rumo que a empresa de desporto dará à plataforma, mas, se as expetativas forem mantidas, será sem dúvida um futuro promissor. 

 
 
 
View this post on Instagram

A post shared by RTFKT Studios (@rtfktstudios)

 

Artigos Relacionados

Notícias 24. 1. 2022

Manfred Thierry Mugler, o visionário que deu à mulher poder

Dominou as passerelles nas décadas de oitenta e noventa, impulsionou o power dressing e deu à mulher poder. Manfred Thierry Mugler será sempre um ícone.

Ler mais

Tendências 14. 1. 2022

É hora de deixar de "combater" o envelhecimento na Beleza

Anti-idade. Antirrugas. Antienvelhecimento. Anti. Anti. Anti. Há muito que a indústria cosmética declarou guerra ao envelhecimento. Mas se estamos a combater algo inevitável e comum a todos, não será esta uma luta perdida desde o início?

Ler mais

Roteiro 13. 1. 2022

Os cinco dramas históricos que primam pelo guarda-roupa

Com a entrada da award season, escolhemos revisitar alguns dos nossos coordenados históricos favoritos.

Ler mais

Tendências 4. 1. 2022

10 sapatos tendência para os looks de escritório em 2022

Mergulhemos nos designs de sapatos que não iremos deixar de usar no escritório durante este ano. Este é o calçado que irá complementar os nossos “working looks”.

Ler mais