Artigo Anterior

Clare Waight Keller deixa Givenchy

Próximo Artigo

A edição de 2020 do LVMH Prize 2020 foi cancelada, mas o apoio aos designers continua

Notícias 13. 4. 2020

Louis Vuitton e o sentido de comunidade da Maison francesa

by Rui Matos

 

Um por todos, todos por um. Mais do que nunca, este é o lema que tem gerido o nosso quotidiano e a Louis Vuitton é uma (entre as centenas) das marcas de luxo que está a utilizar os seus recursos para ajudar todos aqueles que estão na linha da frente no combate desta pandemia global.

 

Assim como a rápida propagação do novo coronavírus, as indústrias não baixaram os braços e atacaram com todos recursos disponíveis. A Moda não ficou de fora e tem estado atenta às necessidades atuais, ajudando com doações, produção de máscaras e desinfetantes à base álcool.

A LVMH, o grupo francês que detém a Louis Vuitton, doou cerca de 2 milhões de euros à Sociedade Cruz Vermelha na China e disponibilizou as fábricas de cosméticos para produzirem grandes quantidades de desinfetantes à base de álcool para serem entregues às autoridades de saúde francesas. Ao grupo francês seguiram-se nomes como Donatella Versace, Armani, Miuccia Prada e um sem fim de nomes já estabelecidos na indústria.

A Louis Vuitton anunciou que o atelier de pronto-a-vestir da Rue du Pont Neuf, em Paris, iria começar a produzir batas para serem entregues aos profissionais de saúde de seis hospitais parisienses da Assistance Publique - Hôpitaux de Paris (AP-HP). Uma ação que acontece através das mãos de 20 artesãos voluntários, que estão a trabalhar diariamente para criarem centenas de batas em tecidos aprovados pela AP-HP.

“Estamos orgulhosos por poder ajudar profissionais de saúde e colocar o nosso know-how à disposição dos hospitais de Paris para criar batas para o staff médico”, afirmou Michael Burke, Presidente e CEO da Louis Vuitton. “Quero agradecer aos artesãos do nosso atelier que voluntariamente participam neste ato cívico e que corajosamente se aplicam em criar equipamento para os profissionais de saúde em hospitais com falta de batas.”

A formalização desta iniciativa ocorreu aquando da visita de Burke à oficina de Sainte-Florence, onde estão mais 22 artesãos voluntários a produzir máscaras que vão providenciar proteção aos profissionais de saúde que estão na linha da frente deste surto epidemiológico. 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Louis Vuitton Official (@louisvuitton) a

 

A iniciativa foi anunciada no passado dia 10 de abril e, desde então, as batas estão a ser cortadas manualmente no atelier parisiense, mas a Maison anunciou que durante esta semana mais voluntários se vão juntar à causa através das suas próprias casas, avançando ainda que, a partir do dia 14 de abril, a produção de batas vai aumentar com a ajuda de uma máquina automática, que vai ajudar a cortar mais rapidamente os moldes das batas.

O equipamento que está a ser produzido pela gigante francesa é entregue todas as noites aos seis hospitais franceses que integram a AP-HP: Université Paris-Saclay: Hôpital Antoine-Béclère em Clamart; Hôpital Bicêtre em Kremlin-Bicêtre;  Hôpital Paul-Brousse em Villejuif; Hôpital Ambroise-Paré em Boulogne-Billancourt; Hôpital Raymond-Poincaré em Garches e Hôpital Sainte-Périne no 16º bairro parisiense. 

Artigos Relacionados

Notícias 6. 4. 2020

O arco-íris otimista da Benetton

Unidos no combate ao vírus, com todas as cores do mundo.

Ler mais

Notícias 3. 4. 2020

Como o Covid-19 está a transformar as Semanas de Moda em todo o mundo

De Xangai a Lagos, as mentes inovadoras da Moda estão a procurar novas formas de promover a indústria local – e os “Big Four” deviam ter os olhos postos nisso.

Ler mais

Notícias 28. 3. 2020

A indústria da Moda une forças para combater a pandemia mundial

À medida que a luta para conter a pandemia continua, cada vez mais marcas com impacto na indústria estão a trabalhar para fornecer ajuda à comunidade médica global e às vítimas do vírus.

Ler mais

Pessoas 25. 3. 2020

On the gram: 10 celebridades, 10 mensagens de otimismo

Da importância de ficar em casa à partilha de experiências de auto-isolamento, aqui está um resumo das mensagens de esperança e otimismo de nomes como Selena Gomez, Marc Jacobs, Cindy Crawford e Adwoa Aboah.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK