Artigo Anterior

Dentes maravilhosamente imperfeitos

Próximo Artigo

Será que os protetores solares são mesmo perigosos para os oceanos?

Tendências 3. 9. 2019

Cinco formas sustentáveis de limpar o rosto

by Hannah Coates

 

Este é o guia prático da Vogue para criar uma rotina de limpeza de rosto sustentável.

 © Fotografia de Yulia Gorbachenko. Realização de Sandy Armeni. Direção criativa de JP Micallef.

Tem um cesto distinto para fazer a reciglagem na sua cozinha; a sua garrafa de água em vidro está sempre por perto; e não sonharia em usar uma palhinha de plástico. Mas por mais sustentável que a sua vida possa ser, será que o mesmo se pode aplicar à sua rotinha de cuidados de rosto?

Pode ser algo sobre o qual nunca pensou; os nossos hábitos diários estão profundamente enraizados, e enquanto é mais fácil ver a quantidade de plástico que cobre um vegetal, descobrir o que está certo e o que está errado nas práticas de Beleza sustentáveis pode não ser assim tão simples. Para esse efeito, este é o guia da Vogue para uma limpeza de rosto mais sustentável. 

Diga adeus aos discos de algodão descartáveis 

Cada limpeza de rosto com água micelar requer, pelo menos, um disco de algodão — e quando repete a rotina várias vezes ao dia, a conta de discos de algodão só aumenta. "Produzir algodão requer uma quantidade de água enorme, ainda mais se o algodão for orgânico", explica Andrea Pfeffer, fundadora da Pfeffer Sal, em Londres. "Posto isto, quanto menor for a utilização de discos de algodão de uso único, melhor será para o planeta." 

Andrea recomenda incorporar discos de algodão reutilizáveis na sua rotina e comprar sete, para que os possa lavar todos de uma vez só e tê-los prontos a usar na semana seguinte. Experimente os discos eco-friendly e reutilizáveis da Urban Outfitters ou os discos em seda incrivelmente suaves da Mille Saisons que, para além de serem cor de rosa, removem a maquilhagem rapidamente. No que toca a cotonetes, a Hydrophil oferece uma opção totalmente biodegradável, em bambu e algodão. 

Os panos de musselina são uma solução igualmente sustentável, que pode ser usada no rosto todo e ajudar a reduzir a utilização de água. "São ótimos para remover maquilhagem, impurezas e resíduos. Tal como os discos de algodão, é importante que tenha pelo menos sete panos de musselina na sua rotina, de forma a garantir que tem sempre um limpo e pronto a usar todos os dias — os panos de musselina húmidos e sujos criam o ambiente perfeito para a formação de bactérias." 

Evite produtos de limpeza que contenham óleo de palma 

"A procura pelo óleo de palma contribui para o desmatamento em todo o mundo, destruindo muitas das nossas florestas naturais e a vida animal que as habitam", explica Pfeffer. O óleo de palma é um tipo de óleo vegetal e surge disfarçado de diversas formas nas listas de ingredientes — são raras as vezes em que está claramente listado. É possível que o encontre referido como óleo vegetal ou lípidos, óleo de semente de palma ou lauril sulfato de sódio, mas a forma mais simples de se certificar é pesquisar sobre o tema ou consultar a lista de produtos da WWF que contêm óleo de palma. Um dos melhores produtos de limpeza sem este ingrediente é o Cleansing Cream da Dr Hauschka, com uma ação calmante. 

Reduza a temperatura da água 

Quanto mais quente estiver a água, mais energia será gasta, e é por isso que reduzir a temperatura pode contrubuir para o bem-estar do planeta. "É um gesto que também terá benefícios para a pele", diz Pfeffer. "A água quente retira os óleos naturais da pele, deixando-a seca e com sensação de repuxamento. Se conseguir aguentar, tome banho e limpe o rosto com água morna e, quente ou fria, não deixe a água a correr mais tempo do que o necessário." 

Recicle o seu desperdício 

Qualquer beauty junkie saberá a panóplia de tubos e embalagens de plástico que são gastas num ano. "A maior parte dos produtos de cuidado de rosto são, hoje em dia, feitos com materiais recicláveis, mas também ficam frequentemente esquecidos quando separamos o nosso lixo. Verifique sempre a embalagem ou entre em contacto com a marca para perceber qual é a melhor forma de o descartar", recomenda Pfeffer. Tenha sempre atenção às molas de metal, especialmente em produtos com um sistema de "bombeamento" — estas precisam de ser removidas antes de o plástico ser reciclado. 

Algumas marcas oferecem opções de reciclagem em loja. A Origins recicla embalagens de cosméticos vazias de qualquer marca — tudo o que precisa de fazer é levá-las a um dos postos da marca —, enquanto a John Lewis está a testar um plano de ação que recompensa os consumidores que reciclam produtos de Beleza com um voucher de cinco libras (aproximadamente cinco euros). 

Para além destas soluções, existem outras marcas que oferecem serviços de recarga. Recentemente, a marca de produtos orgânicos Neal's Yard lançou uma iniciativa de refill em dez das suas lojas, enquanto a Garnier uniu forças à empresa de reciclagem TerraCycle, no Reino Unido, para oferecer o primeiro programa de reciclagem. Nesta iniciativa, tudo o que o consumidor precisa de fazer é levar o seu desperdício a um dos locais específicos para o mesmo — e é tudo gratuito. 

Se precisar mesmo de usar toalhitas desmaquilhantes... 

Use umas que sejam biodegradáveis. A vasta maioria é feita com materiais como o poliéster, o que significa que irão permanecer nos aterros sanitários durante 100 anos. "Para além disso, não são benéficas para a pele e não removem as impurezas e os resíduos de forma eficaz", defende Pfeffer. "Mas se não conseguir mesmo deixar de as usar, garanta que compra toalhitas feitas de materiais compostáveis, como é o caso das fibras vegetais." As novas toalhitas biodegradáveis da Nivea são feitas de viscose natural e decompõem-se em 28 dias. 

Artigos Relacionados

Tendências 5. 6. 2019

Três formas de tornar a sua rotina de Beleza mais ecológica

Das marcas que apostam num sistema de recargas mais sustentável aos produtos que disseram adeus às embalagens de plástico, existem cada vez mais formas de criar uma rotina de Beleza ecológica e amiga do ambiente.

Ler mais

Tendências 22. 4. 2019

O que é a cosmética natural e quais são as vantagens

Comemos orgânico, fazemos reciclagem, lavamos os dentes com escovas com cabo de bambu, vamos aos mercaditos bio aos domingos de manhã e carregamos as compras do mês em eco bags. Só nos faltava mesmo um ritual de beleza que acompanhasse esta nossa tão bonita green life.

Ler mais

Compras 3. 7. 2018

Adeus, plástico

O compromisso pode parecer impossível, mas garantimos que é mais simples do que pensa.

Ler mais

Compras 7. 5. 2018

Editor's Pick: Ah, mas são verdes

Pelo menos na filosofia: a cosmética bio tem ganho cada vez mais adeptos, mas também eficácia e variedade. Selecionamos alguns dos favoritos.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK