Atualidade   Guestlist  

A que cheira a liberdade?

08 Oct 2019
By Vogue Portugal em parceria com YSL Portugal

Segundo a Yves Saint Laurent, o aroma da liberdade é o aroma de Libre, a nova fragrância feminina da marca.

Segundo a Yves Saint Laurent, o aroma da liberdade é o aroma de Libre, a nova fragrância feminina da marca. 

“Eu tenho consciência de que fiz a Moda progredir, e que ajudei as mulheres a entrarem num mundo de liberdade que lhes era proibido até então”, disse em tempos Yves Saint Laurent, o lendário couturier que, com as suas inúmeras criações – entre elas o Le Smoking, um símbolo incontornável da maison -, mudou por completo e para sempre o guarda-roupa de todas as mulheres, dando-lhes um novo sentido de liberdade.

Experimental, com um espírito inovador e sem medo de quebrar barreiras, o nome Yves Saint Laurent continua a ser, ainda hoje, um sinónimo de liberdade - liberdade para transformar elementos assumidamente masculinos em uniformes femininos de sensualidade, empowerment e provocação; liberdade para não seguir as regras impostas pela sociedade ou pelo género; liberdade para ser a mulher que a mulher quiser ser.

Cinquenta anos depois do tuxedo assumidamente feminino ter sido apresentado ao mundo, e numa época em que o nosso maior luxo é a liberdade, o manifesto que Yves Saint Laurent imprimiu na génese da sua maison permanece intacto. Dos tecidos transparentes – segundo Yves Saint Laurent, “não existe nada mais bonito do que um corpo nu” – aos vestidos curtos, sem nunca esquecer os blazers, as minissaias e os laços, as criações do couturier, luxuosas, sensuais e ultra-femininas, permanecem uma parte integrante do ADN da marca, vistas ainda hoje nos desfiles da casa francesa, com a brilhante Torre Eiffel como pano de fundo.  

Da Moda para a Beleza, esta liberdade tão própria de Yves Saint Laurent pode ser sentida em algumas das suas mais icónicas fragrâncias – seja em Opium, um perfume que definiu o século XX e reflete o espírito livre da maison; Rive Gauche, um aroma que quebrou barreiras com o seu coolness e a sua frescura; ou Paris, um floral verdadeiramente intemporal. Hoje, todas estas facetas que tão bem definem a Yves Saint Laurent podem ser sentidas em Libre, a nova fragrância da marca que celebra uma mulher verdadeiramente livre, emancipada, independente e segura de si.

Dua Lipa, a embaixadora de Libre
Dua Lipa, a embaixadora de Libre

Fiel à história livre de Yves Saint Laurent, e tal como o tuxedo por ele criado, o aroma de Libre é um jogo de forças entre feminino e masculino, sexy e cool, elegante e vibrante. Na sua base, esta criação de Anne Flipo e Carlos Benaïm tem um fougère, uma composição tipicamente masculina com lavanda, à qual se acrescenta um twist feminino, conferido pela flor de laranjeira.

“Senti-me profundamente ligada a este projeto masculino/feminino, porque consegue expressar muito da minha personalidade”, explicou Anne Flipo sobre esta dualidade de Libre. “Sou muito feminina, mas também tenho um lado masculino que expresso com toda a confiança, que me dá muita liberdade na minha forma de viver. Sinto-me mais mulher, mais sedutora e mais genuína num fato.”  

Com notas de baunilha de Madagáscar, lavanda do sul de França, âmbar, neroli e mandarina, estas tensões presentes em Libre fazem nascer um Fougère Floral que, à semelhança de Anne e Carlos (ela de Paris e ele de Marrocos, um local verdadeiramente especial de Yves Saint Laurent) e das próprias criações da maison, é o melhor de dois mundos.

“Enquanto perfumista, a liberdade é fundamental”, defende Carlos Benaïm. “Para conseguir criar e expressar aquilo que quero, preciso de liberdade constante. Conseguimos [eu e a Anne] ser livres e fazer aquilo que queríamos fazer porque tivemos o luxo de ter essa liberdade. Expressamo-la através do nosso perfume.”  

Libre, Eau de Parfum, 50ml, € 95, Yves Saint Laurent
Libre, Eau de Parfum, 50ml, € 95, Yves Saint Laurent

Um perfume que, tal como a sua composição olfativa, apresenta um frasco verdadeiramente livre – de expectativas, de regras, de certezas. “Os valores e herança de YSL são totalmente contemporâneos”, explicou Suzanne Dalton, a designer do frasco. “O meu objetivo não foi quebrá-los, mas antes glorificá-los.”

Numa aventura pelo inesperado, e com a ousadia que uma marca como Yves Saint Laurent respira em tudo o que faz, Suzanne Dalton reinterpretou o icónico monograma da maison francesa, criado em 1961 por Cassandre, um dos maiores designers gráficos da época.

Como um acessório couture verdadeiramente irreverente – pense nos sapatos pretos da maison com um salto que se arquiteta com o monograma YSL ou nas correntes douradas das icónicas carteiras da marca – que completa um vestido sóbrio, o frasco de Libre mostra o lendário logo com três letras da Yves Saint Laurent na horizontal, dobrando-se ao longo do frasco, ao qual se acrescentam luxuosas correntes douradas.

E porque um perfume livre, forte e sedutor precisa de uma embaixadora à altura, a cantora Dua Lipa foi escolhida pela Yves Saint Laurent para ser o rosto de Libre. “Em 2019, uma mulher não precisa de pedir para ser livre”, defende a embaixadora desta nova fragrância, uma mulher desafiante, sonhadora e inspiradora. “Nós vivemos pelas nossas próprias regras.”

Dua Lipa, a embaixadora de Libre
Dua Lipa, a embaixadora de Libre

Vogue Portugal em parceria com YSL Portugal By Vogue Portugal em parceria com YSL Portugal

Relacionados


Notícias  

A centenária Loja das Meias reabre em Cascais

23 Apr 2024

Moda   Compras  

As melhores lojas vintage de Madrid neste momento

23 Apr 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 23 a 29 de abril

23 Apr 2024

Compras  

Os melhores presentes para oferecer no Dia da Mãe

22 Apr 2024