Artigo Anterior

“Très Paris” da Longchamp é a nova campanha que combina criatividade com a alma da cidade da luz

Próximo Artigo

À memória de Pierre Cardin

Notícias 7. 12. 2020

Gabriela Hearst é a nova diretora criativa da Chloé

by Rui Matos

 

O anúncio foi feito ao início da tarde de 07 de dezembro, dia em que Gabriela Hearst inicia as suas funções como diretora criativa.

Gabriela Hearst fotografada por Michael Avedon, via Instagram.com/gabrielahearst

Dias depois de Natacha Ramsay-Levi ter deixado os headquarters da Chloé, situados na Avenida Percier, em Paris, Gabriela Hearst é, hoje, 07 de dezembro, anunciada como a nova diretora criativa. “É com grande prazer que recebo Gabriela Hearst na nossa maison. Sempre admirei a sua energia vibrante e criativa e o seu sentido de qualidade e habilidade. A sua poderosa visão de uma Moda mais responsável incorpora os valores e o senso de compromisso da mulher Chloé,” afirma Ricardo Bellini, CEO da etiqueta parisiense. 

É desde fevereiro deste ano que os rumores da partida de Ramsay-Levi começaram a circular, intensificando-se assim que Geoffroy de la Bourdonnaye, o chief executive que a tinha contratado ter abandonado o seu cargo, uma saída que coincidiu com a queda das vendas da marca. “Nos últimos meses […] tenho pensado sobre as mudanças que quero ver na nossa indústria e como posso melhor alinhá-las com o meus próprios valores criativos, intelectuais e emocionais. É essa reflexão que me faz pensar no meu futuro de forma diferente e desejar novas oportunidades,” escreveu a designer, que antes de assumir um cargo de liderança trabalhou lado a lado com Nicolas Ghesquière durante 15 anos. 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Natacha Ramsay-Levi ? (@nramsaylevi)

Para trás fica um legado de quatro anos disruptivos. Vanessa Friedman, crítica de Moda no The New York Times, descreve Ramsay-Levi como “a rapariga cool francesa que trouxe uma abordagem cool-french-girl à Chloé.” Durante todo o seu período na maison francesa, o estilo que Gaby Aghion injetou na marca, que fundou há mais de sete décadas, deu lugar a uma estética mais arrojada e urbana. 

Com a chegada de Hearst, chega também uma nova estética. A designer baseada em Nova Iorque, mas com origens no Uruguai, é internacionalmente conhecida pela sua alfaiataria impecável e por uma linha de acessórios que não só cativou influencers como compradores à volta de todo mundo. Mas é o sentido ecológico e sustentável que mais nos prende a Gabriela Hearst. De acordo com o Business of Fashion, três anos após ter fundado a marca homónima Hearst arrecadou entre 15 a 20 milhões de dólares de receitas, sendo que as suas carteiras geram metade desse lucro, assim como as compras em regime de direct-to-consumer. 

Foi, somente em 2018, três anos depois de ter fundado a sua marca, que a designer abriu a sua primeira flagship store em Nova Iorque, tendo depois, em 2019, aberto outra na capital do Reino Unido. Este ano, Gabriela saiu vitoriosa dos CDFA Awards com o prémio de Womenswear Designer of the Year, sendo que em 2017 já havia levado para casa o International Woolmark, entre outras consagrações. 

“Estou muito agradecida por esta oportunidade numa marca tão querida como a Chloé. Estou grata a Natacha Ramsay-Levi e a todos os outros designers extraordinários que vieram antes dela ajudar a construir a visão internacional de Gaby Aghion,” começou Gabriela Hearst, em comunicado. “Estou animada com a oportunidade de trabalhar sob a liderança de Riccardo Bellini e apoiá-lo no seu compromisso de criar uma negócio que seja socialmente consciente e em equilíbrio com o meio ambiente. Também estou honrada por poder trabalhar com a equipa da Chloé para ajudar a executar essa visão de maneira criativa e responsável.”

A sustentabilidade passou a ser palavra-chave na indústria da Moda e é para essa direção que a Chloé está a caminhar. “A Gabriela é uma mulher com visão de futuro e a sua liderança criativa será uma força positiva na evolução e expansão da visão original da nossa fundadora, muito concentrada na feminilidade e no poder. Juntos, partilhamos a convicção de que todos temos responsabilidade de participar ativamente na formação de um futuro sustentável e esperamos, em conjunto, levar a Chloé a novas alturas,” afirmou Bellini. 

O début de Hearst como diretora criativa da Chloé será em março de 2021, durante a Semana de Moda de Paris referente ao outono/inverno do mesmo ano. Gabriela Hearst continuará como diretora criativa da sua marca homónima.

Artigos Relacionados

Coleções 7. 10. 2020

Gabriela Hearst: primavera/verão 2021

Todas as propostas para a primavera/verão 2021 de Gabriela Hearst.

Ler mais

Notícias 15. 4. 2020

“O desperdício é uma falha de design” - Stella McCartney e Gabriela Hearst falam sobre sustentabilidade nas Vogue Global Conversations

Ler mais

Coleções 12. 2. 2020

Gabriela Hearst: outono/inverno 2020

Todas as propostas para o outono/inverno 2020 de Gabriela Hearst.

Ler mais

Notícias 30. 9. 2019

A Moda sustentável e solidária de Gabriela Hearst

A designer desenhou, em exclusivo para a plataforma de e-commerce Mytheresa, uma coleção-cápsula cujo lucro reverte a favor da organização não-governamental Save the Children. Falámos com ela sobre esta parceria e a importância de desenvolver uma marca de luxo sustentável.

Ler mais