Atualidade   Curiosidades  

Dia da Terra, meio século depois

22 Apr 2020
By Mathilde Misciagna

Hoje, dia 22 de Abril, celebram-se os 50 anos do Dia da Terra entre uma pandemia e um futuro incerto. Como nasceu este dia e qual é a sua importância 50 anos depois?

Hoje, dia 22 de Abril, celebram-se os 50 anos do Dia da Terra entre uma pandemia e um futuro incerto. Como nasceu este dia e qual é a sua importância 50 anos depois?

 

Nas décadas que antecederam o primeiro Earth Day, um sem número de indústrias expelia gases tóxicos para o ambiente, com pouco ou nenhum medo das consequências legais ou até mesmo da má publicidade na imprensa. Prosperidade no norte da América cheirava a poluição do ar. Até 1970, a maior parte dos norte-americanos permanecia, amplamente, alheio às preocupações ambientais e ao facto de um ambiente poluído ameaçar a saúde humana.

À época, 10% da população total dos Estados Unidos da América saiu à rua e manifestou-se em parques e auditórios contra os impactos de 150 anos de desenvolvimento industrial, que estavam a deixar um legado crescente de impactos sérios à saúde humana. Milhares de universidades organizaram protestos contra a deterioração do meio ambiente e houve manifestações massivas em todas as comunidades norte-americanas. 

O Dia da Terra de 1970 alcançou um raro alinhamento político, contando com o apoio de toda a gente, desde republicanos a democratas, ricos e pobres, moradores urbanos e agricultores, líderes empresariais e trabalhistas. No final de 1970, o primeiro Dia da Terra já tinha levado à criação da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos e à aprovação de leis ambientais pioneiras, incluindo o National Environmental Education Act, o Occupational Safety and Health Act e o Clean Air Act. Dois anos depois, o congresso aprovou o Clean Water Act. Um ano depois disso, foi aprovado o Endangered Species Act e, logo depois, o Federal Insecticide, Fungicide, and Rodenticide Act. Estas leis protegeram milhões de homens, mulheres e crianças contra doenças e morte, bem como centenas de espécies em vias de extinção.

Earth Day on April 20, 1970 in New York, New York ©Getty Images
Earth Day, 20 de abril de 1970, Nova Iorque © Getty Images

Hoje, a luta por um ambiente limpo continua com ainda mais urgência, à medida que os estragos provocados pelas alterações climáticas se tornam cada vez mais evidentes a cada dia que passa. Os ambientes sociais e culturais que vimos em 1970 estão a voltar a surgir hoje - uma geração nova e frustrada de jovens recusa-se a contentar-se com banalidades, e, em vez disso, sai à rua exigindo um novo caminho a seguir para o nosso planeta e para os que nele habitam. As redes sociais potenciam conversas, protestos, greves e mobilizações e ampliam tudo a uma audiência global, unindo cidadãos preocupados como nunca e catalisando gerações. 

Passou meio século e o Dia da Terra tornou-se num evento global, observado em cerca de 190 países e envolvendo quase 100.000 organizações no maior movimento de mobilização cívica do mundo. Este ano, o movimento está focado nas alterações climáticas como sendo o maior desafio para o futuro da humanidade e dos bens comuns globais, que sustentam e tornam o planeta Terra habitável.

White House, September 13, 2019 in Washington, DC ©Getty Images
Greta Thunberg, White House, setembro de 2019, Washington, DC © Getty Images

Em 2020, este dia está a ser comemorado no contexto de uma demanda sem precedentes por mudança. O surgimento e os efeitos devastadores da Covid-19 são um alerta para todos nós, mostrando a natureza exponencial de alguns riscos e a fragilidade do nosso estilo de vida. Torna-se agora, verdadeiramente, claro que a vida na Terra é um equilíbrio delicado: basta um desastre como aquele que estamos a viver para colocar tudo em risco.

O foco deve estar agora na reconstrução de economias e na criação de um novo rumo. Devemos aproveitar este momento de crise e renovação para criar maior resiliência e enfrentar a maior ameaça à nossa existência. Não subestimemos o nosso poder enquanto população. Quando a nossa voz e as nossas ações estão unidas a milhares ou milhões de pessoas em todo o mundo, criamos um movimento que é inclusivo, impactante e impossível de ignorar.

Mathilde Misciagna By Mathilde Misciagna

Relacionados


Atualidade  

Morreu Claude Montana, icónico designer dos anos 80

23 Feb 2024

Curiosidades   Atualidade  

Cisnes entre patos

23 Feb 2024

Moda   Street Style  

LFW | Models Off-Duty

23 Feb 2024

Beleza  

LFW outono/inverno 2024 | A beleza nos backstages

22 Feb 2024