Artigo Anterior

From the 80’s

Próximo Artigo

Divas na cozinha

Tendências 30. 8. 2018

Clube do Wellness

by Mónica Bozinoski

 

Com o final do mês de agosto quase à porta, está na altura de voltar a ligar a ficha, regressar ao ambiente frenético da cidade e voltar a sentar-se na secretária oito horas por dia. Se é certo que o pós-férias pode trazer consigo um sentimento de abandono, stress e ansiedade, também é certo que a crescente tendência do wellness está aqui para garantir que, mesmo no centro do caos, consegue encontrar a sua paz interior. 

Não precisa de correr e ir alinhar os cristais, sentir-se mal porque faltou a mais uma sessão de yoga ou instalar inúmeras aplicações de meditação que nunca vai abrir. Existe uma solução muito mais simples e prática para encontrar o bem-estar, e pode levá-la consigo durante a viagem de metro: um livro. Da poesia positiva à visão holística do wellness, reunimos seis leituras no radar da Vogue para encontrar (ou reencontrar) o bem-estar. 

Heart Talk: Poetic Wisdom For A Better Life, Cleo Wade 

€ 15,70, Wook.pt

"A minha grande paixão é garantir que toda a gente tem as ferramentas necessárias para ser a melhor pessoa que pode ser", confessou Cleo Wade em entrevista à edição australiana da Vogue. Ao ler esta frase, não nos surpreende que o The Cut tenha definido a poetisa, autora e artista como a "Oprah dos millennials"; que o New York Times lhe tenha atribuído o título de "a melhor amiga de toda a gente"; e que os seus mais de 423 mil seguidores a considerem uma das mentes criativas mais brilhantes da sua geração. Heart Talk: Poetic Wisdom For A Better Life, a sua primeira obra publicada, não pretende ser apenas mais um livro, nem está aqui para lhe dizer que vai encontrar o segredo para mudar a sua vida à primeira tentativa ou de uma só vez: pretende, sim, ser uma companhia. Através de um discurso poético simples e direto, mas não menos poderoso, Heart Talk reune os mais diversos conselhos práticos para o dia-a-dia, que têm em comum o tom positivo, espiritual e calmo de Cleo Wade. "Para mim, a transformação sempre foi sinónimo de pequenas mudanças que fiz à minha forma de pensar e agir, que eventualmente acabaram por criar um impacto relevante na minha vida", contou a poetisa à revista Elle. Com a sua primeira obra publicada, é precisamente esta a filosofia que Cleo Wade que transmitir. 

How To Break Up With Your Phone, Catherine Price

 € 15,30, Wook.pt

Eis um cenário que nos é demasiado familiar. O despertador toca, nós acordamos. Mas antes de equacionarmos se ainda vamos a tempo de dormir mais uns minutos, já demos uma volta completa ao Instagram, já lemos um ou dois e-mails e já sabemos o que aconteceu durante as nossas preciosas oito horas de sono. Tal como aquela amiga que nunca tem nada de bom para dizer, a nossa relação com o telemóvel pode tornar-se tóxica ao ponto da exaustão. A boa notícia é que Catherine Price está aqui para ajudar. "Pessoalmente, a forma mais eficaz de alterar o modo como utilizo o meu telemóvel é relembrar-me a mim mesma que vou morrer", explicou a jornalista e autora de How To Break Up With Your Phone em entrevista ao Wired. Não se assuste: não estamos a falar de uma voz derrotista que, ao final de 192 páginas, nos vai dizer que a única solução é esquecer que os telemóveis existem, mas antes de um guia que nos vai levar a repensar a forma excessiva como utilizamos os nossos dispositivos móveis. O objetivo? Embarcar numa viagem de trinta dias onde somos encorajados a "acabar" com os nossos telemóveis, a fazer as pazes com eles e a reconstruir uma relação mais feliz para ambas as partes. A bateria do iPhone agradece. 

On Being Nice, The School of Life 

€ 20, Theschooloflife.com

Editado pelo The School of Life, um espaço com sede em Londres especializado no desenvolvimento da inteligência emocional, On Being Nice é uma dedicatória a uma das qualidades mais negligenciadas por todos os livros que nos incentivam a mudar para melhor, seja através da perda de peso, da busca pelo sucesso ou da procura pelo emprego perfeito. Essa qualidade, como o próprio título transparece, é ser boa pessoa. Pode parecer relativamente simples à primeira vista. Pode até parecer irrelevante à missão de viver de forma mais mindful. Mas ser boa pessoa, na escala sugerida pelo The School of Life, não significa apenas cumprimentar os seus vizinhos quando se cruzam na entrada do prédio ou segurar-lhes a porta do elevador quando estão carregados com sacos de compras: significa ser menos irritável, mais paciente, mais disposto a ouvir. No decorrer de 123 páginas, On Being Nice explora os pontos-chave que ser boa pessoa implica, e a forma como esta qualidade tão importante ao bem-estar pessoal está intimamente ligada à ideia de força. 

The Beauty Chef, Carla Oates 

Aproximadamente € 27, Waterstones.com

Para Carla Oates, fundadora da marca australiana The Beauty Chef, ter uma pele radiante, suave e saudável é um processo de dentro para fora, e a beleza é uma qualidade que começa não só no nosso sistema digestivo, mas também na nossa cozinha. A ideia não é novidade, e vemos o reflexo disso mesmo na própria indústria da Beleza, com suplementos ou vitaminas que prometem complementar e aumentar os efeitos dos produtos que aplicamos na pele. Com uma visão holística, The Beauty Chef: Delicious Food for Radiant Skin, Gut Health and Wellbeing reune mais de 150 receitas sem glúten e sem lacticínios, preparadas com alimentos não processados e orgânicos, para promover o bem-estar intestinal e, consequentemente, dar um boost à aparência global da pele, com a promessa de a deixar mais hidratada, firme e luminosa. 

The Food Therapist: Break Bad Habits, Eat With Intention and Induldge Without Worry, Shira Lenchewski

€ 18,01, Bookdepository.com

"Se pedir às pessoas para publicarem um status updade sobre a sua relação com a comida, a maior parte delas vai escrever que 'é complicado'. Temos o desejo de comer de forma saudável, mas acabamos por tomar decisões apressadas em relação à comida, que são movidas pelo stress e pela conveniência. Ou comemos um doce como uma pequena forma de prazer, e acabamos por nos sentir tão culpados que nem sequer o conseguimos saborear", explicou Shira Lenchewski no texto de apresentação de The Food Therapist: Break Bad Habits, Eat With Intention and Induldge Without Worry. No seu primeiro livro, a dietista e especialista em nutrição explora as raízes e os padrões que moldam a nossa relação (muitas vezes negativa) com a comida e com o corpo, oferecendo ferramentas para superar e descomplicar a mesma. Um guia prático para aprender a comer de forma saudável, com intenção e prazer, quebrando assim os hábitos negativos, The Food Therapist reune ainda diversas receitas simples, que têm como objetivo equilibrar os níveis hormonais e ajudar os leitores a conquistarem os seus desejos alimentares, sem privação ou culpa. 

Wellmania: Extreme Misadventures in the Search for Wellness, Brigid Delaney 

€ 18,11, Wook.pt

Yoga, meditação, retiros de silêncio, hidrocolonterapia, alinhar os cristais, deixar de comer açúcares, embarcar numa dieta paleolítica: tudo em nome do wellness, a indústria bilionária que nos diz que, se seguirmos determinados regimes de forma rigorosa, vamos encontrar o segredo mágico para o bem-estar físico, psicológico e emocional. Mas o que significa esta noção tantas vezes vaga de wellness? Será que estes regimes funcionam mesmo, ou são meras tendências sem qualquer fundamento, que nos deixam mais ansiosas do que calmas? Brigid Delaney, jornalista australiana e cronista do The Guardian, decidiu procurar as respostas a estas questões, transformando-se numa espécie de ratinho de laboratório da indústria do wellness. A experiência resultou em Wellmania: Extreme Misadventures in the Search for Wellness, um relato humorístico na primeira pessoa, que explora a indústria do wellness, o impacto que ela tem nas nossas vidas, e os limites até onde estamos dispostos a ir para alcançar bem-estar e a plenitude. Uma análise profunda das tendências que valem a pena, e daquelas que são pura fantasia, Wellmania mostra-nos que a noção de bem-estar pode ter significados diferentes para pessoas diferentes - e que não há nada de errado com isso.  

Artigos Relacionados

Agenda 27. 7. 2018

O Wanderlust de Ruben Rua, Cuca Roseta e Carol Loureiro

O "triatlo mindful" volta a 30 de setembro a Lisboa já com presenças fortes confirmadas.

Ler mais

Tendências 8. 6. 2018

Wellness: 10 contas para seguir

Entre os cristais alinhados, as frases poéticas de self-care, os rituais de meditação ou as receitas sem culpa, estas são as 10 contas de Instagram com uma abordagem única à tendência de wellness no radar da Vogue.

Ler mais

Tendências 7. 6. 2018

O mar enrola na areia

Ninguém sabe o que ele diz. Só os búzios – porque os búzios sabem de tudo e mantém-se no silêncio até alguém os encostar ao ouvido. Será que está preparado para ouvir o que têm a dizer?

Ler mais

Palavra da Vogue 7. 5. 2018

Slow living na via rápida

Da aula de ioga às casual fridays, estes You tratam por tu todas as mulheres todo-o-terreno, empreendedoras e dinâmicas do séc. XXI, agregando aquele vocabulário de estrangeirismos que é tão millenial da nossa parte: wellness, lifestyle e performance.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK