Estilo   Eventos  

Chiara Ferragni: tudo sobre os vestidos Dior Haute Couture do seu casamento

01 Sep 2018
By Sam Rogers

O foco deste "Casamento Real italiano"? O vestido, é claro. Aqui, a Vogue fala em exclusivo com Maria Grazia Chiuri, diretora criativa da Dior, e com a noiva sobre como as silhuetas empowering de cada design celebram as mulheres.

O foco deste "Casamento Real italiano"? O vestido, é claro. Aqui, a Vogue fala em exclusivo com Maria Grazia Chiuri, diretora criativa da Dior, e com a noiva sobre como as silhuetas empowering de cada design celebram as mulheres.

Chiara Ferragni, em Dior Haute Couture, casou hoje com o cantor e júri do X Factor, Fedez, perante uma guestlist de 160 dos seus mais próximos amigos e familiares, em Noto, Sicília. Desenhado por Maria Grazia Chiuri, o vestido - com mangas a 3/4s, body em crochet e saia em tule - pensado para a cerimónia é o primeiro de três desenhos imaginados exclusivamente para a noiva. Tal como o Prada feito à medida que Chiara usou ontem, no jantar de boas-vindas aos convidados, no Palazzo Nicolaci, e os vestidos Alberta Ferretti usados pelas damas de honor, cada silhueta esconde um propósito feminista.

Como os vestidos de casamento de Ferragni celebram a mulher

"Era muito importante para mim que os vestidos fossem criados por três designers italianas," contou Ferragni à Vogue, "mulheres que tivessem sido importantes para mim em vários momentos da minha vida, que representam criatividade e independência, e que me inspiram."

Sobre Ferretti, diz que foi uma das suas primeiras apoiantes; sobre Prada, refere os designs e a sua personalidade "pouco convencional"; Chiuri, por tudo o que consguiu na Dior. "Não só foi a primeira mulher a liderar esta gigante casa de Moda francesa", defende Chiara, "como injetou um allure totalmente distinto na marca para veicular uma mensagem fresca sobre o novo papel da mulher, de feminismo, e isso é muito importante para mim". 

A apreciação é mútua: "Sempre admirei a Chiara", confessa Chiuri. "é um exemplo femininsta. Representa a mulher empreendedora moderna, mas foi capaz de transformar o seu sonho no seu trabalho sem ter de renunciar à sua feminilidade". 

Os detalhes por detrás dos vestidos de casamento de Ferragni

Uma coisa que Chiara teve de deixar de parte, no entanto, foi a sua ideia inicial sobre como seria o seu vestido de casamento. Não que se tivesse importado.

"Nunca poderia imaginar que teria dois (tecnicamente, três) vestidos Dior de Alta Costura desenhados por Maria Grazia para mim", revela, sobre a primeira vez que se encontraram para discutir o desenho do vestido.

"Percebi que queria casar com algo que representasse a mulher moderna que é", explica Chiuri. "Por isso, convenci-a a ter duas peças: um look mais tradicional (para a cerimónia) e um para o copo de água".

O primeiro, inspirado pela herança feminista italiana que ambas partilham, demorou 1.600 horas a terminar e precisou de 400 metros de tecido para ser feito. "Fizemos um macacão em crochet que faz lembrar a antiga prática artesanal do sul de Itália e França, onde a técnica está fortemente associada a uma tradição no feminino", diz a designer da Dior. 

Depois da cerimónia, Ferragni usará o seu segundo vestido, aquele que originalmente tinha em mente quando abordou Maria Grazia sobre o dia do seu matrimónio e que forma a base do triunvirato de hoje: "é uma peça espantosa, mas não tanto um vestido de casamento, mais uma peça de gala", afirma Ferragni.

Todas as imagens © Johan Sandberg/Vogue International
Todas as imagens © Johan Sandberg/Vogue International

O simbolismo por detrás destas linhas - que claramente pisca o olho aos vestidos com transparências da primavera-verão 2018 da casa francesa - é mais fácil de detetar. Bordados delicados - com as letras musicais de Fedez, uma ilustração subtil de um leão como tributo ao filho, Leone, desenhos dos locais mais marcantes da sua relação e até a data de casamento nas alças onde estaria o logo da Dior - dançam em torno do tule e organza de seda que compõem o vestido. A saia volumosa usada no copo de água será depois substituída por uma versão mais curta, inspirada no ballet, com sabrinas a condizer, para a festa que se prolongará pela noite dentro.

"Acho importante criar peças que se adaptam às necessidades de quem as usas", explica Chiuri. "É essa a definição de contemporâneo. Não acredito em impor vestidos que são impossíveis de usar. Acredito seriamente que a Moda se deve adequar e fazer-te sentir confiante e forte, e isso é praticamente impossível se não te sentires à vontade".

Os coordenados da festa

As seis damas de honor de Ferragni - Pardis Zarei, as suas irmãs mais novas Francesca e Valentina Ferragni, Martina Maccherone, Michela Gombacci e Veronica Ferraro – usam designs que são um tributo a Ferretti, uma marca à qual Ferragni se tem mantido fiel desde o início da sua carreira, tanto quanto uma homenagem ao ambiente. Numa parceria com a Eco-Age, os vestidos plissados rosa com renda foram criados reutilizando tecidos, forros reciclados e fechos de designs de arquivo.

"Com a criação dos vestidos eco-sustentáveis, queríamos tornar o casamento de Chiara e Fedez não só uma celebração do seu amor e união, mas que comunicasse também uma mensagem de beleza ética", explica Alberta Ferretti.

A mãe da noiva também usa uma silhueta Ferretti, azul, enquanto o pequeno Leone de 5 meses terá o seu próprio Dior customizado: mini-jardineiras pretas e uma camisa com a imagem de um pequeno leão com as suas iniciais. O noivo também se mantém fiel à temática italiana e usa Versace.

A cerimónia de casamento

No que diz respeito à cerimónia em si, o par deu o nó na Sicília, tal como esperado. As celebrações começaram ontem à noite, no Palazzo Nicolai, um edifício do séc XVIII no centro da cidade usado como palco da festa de boas vindas e ao qual os convidados chegaram de jato privado.

A cerimónia de hoje decorreu em Dimora delle Balze, um boutique hotel com 62 hectares de jardins e limowiros e que, esta noite, se transforma numa celebração estilo Coachelle, com roda gigante e música ao vivo incluídas. 

Com curadoria da wedding planner Alessandra Grillo da Brothers & Sisters, o cenário desta noite presta homenagem ao spot siciliano: "Inspirado pela flora siciliana, haverá imensas flores do campo, peónias e muitas rosas, numa série de arranjos florais por Vincenzo Dascanio,” revelou Ferragni.

Como dois entusiastas das redes sociais, o casal não impôs nenhuma limitação de posts aos seus convidades. "Somos totalmente a favor da partilha, queremos que toda a gente publique o que quisere seja em que altura for", diz a noiva. E #TheFerragnez é uma das hashtags a seguir.

Sam Rogers By Sam Rogers

Relacionados


Moda   Tendências   Compras  

Trend Alert | As carteiras essenciais para esta primavera

16 Apr 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 16 a 22 de abril

16 Apr 2024

Lifestyle  

Spring Fever

15 Apr 2024

Notícias  

Roberto Cavalli morre aos 83 anos

12 Apr 2024