Artigo Anterior

Que grande cenário

Próximo Artigo

13 momentos de street style que definiram 2018

Tendências 26. 12. 2018

Best of | Red carpet: os melhores momentos de 2018

by Julia Hobbs

 

Do discurso sísmico de Oprah nos Golden Globes ao poder revitalizado do rosa e o vestido de plumas - capaz de fazer parar o trânsito - de Lady Gaga, este são os 9 momentos que redefiniram a passadeira vermelha em 2018.

#1 A sabedoria de Oprah Winfrey

Quando Oprah Winfrey subiu ao palco para receber o prémio Cecil B. DeMille pelos seus incríveis contributos ao mundo do entretenimento, o mundo parou para ouvir. Usando um simbólico vestido preto da Atelier Versace como forma de apoio ao movimento #TimesUp, o texto de agradecimento refletiu o seu próprio poder de transcender culturas, geografia, raça, religião, política ou espaço laboral, afetando profundamente a audiência num efeito que foi muito além de Hollywood. As palavras que ecoaram nos corações um pouco por todo o mundo? "Por demasiado tempo já, as mulheres não têm sido ouvidas ou acreditadas, caso ousassem falar a sua verdade para o poder desses homens. Mas o esse tempo acabou".

#2 Lady Gaga conquista Veneza

Já se esperava que Lady Gaga angariasse críticas avassaladoras pelo seu papel no filme de Hollywood, A Star Is Born, mas foi quando pisou a passadeira vermelha no 75º Festival de Cinema de Veneza, no final de agosto, que deixou os aficionados de Moda apaixonados. O seu vestido couture de plumas rosas Valentino (desfilado por Kaia Gerber na apresentação de Alta Costura para o inverno 2018) foi digno de uma ovação em pé.

#3 Kendall empodera os fãs

Não é incomum que todos os movimentos de Kendall Jenner resultem num detalhado escrutínio mundial, mas na cerimónia dos 75º Golden Globes (onde surgiu num volumoso vestido Giambattista Valli), foi a sua cara que se tornou alvo da conversa np ciberespaço, depois de um dos seus fãs ter comentado no Twitter: "Ok, mas a @kendalljenner aparecer e desfilar o seu acne ao mesmo tempo que espelha a magnífica estrela que é é o que todas as raparigas precisam de entender". A resposta de Kendall? "Nunca deixes que essa m*rda te pare!"

#4 Tarana Burke rouba os corações e as mentes dos presentes nos Golden Globes

Ativista e fundadora do movimento #MeToo, a presença de Tarana Burke nos Golden Globes de 2018 trouxe consigo uma mensagem de unidade. "Juntar-me aos elementos da campanha #TimesUp que se insurgiram e deram voz neste momento inédito e histórico" foi uma questão de "orgulho tremendo", disse Burke num comunicado conjunto divulgado antes da cerimónia. Acompanhada pela atriz Michelle Williams na red carpet, as duas de braço dado, as duas vestidas de preto, Williams descreveu sentir-se "para além de emocionada por estar ao lado da [ativista]. Tenho lágrimas nos olhos e um sorriso no rosto."

#5 O conto de fadas moderno de Amal no Met

Amal Clooney rompeu inteligentemente com convenções para o seu look de sonho da Met Gala 2018. O coordenado - um corpete com uma cauda floral em cascata e umas calças pretas (assinados pelo criador londrino e vencedor do concurso de estreia Queen Elizabeth II Award for British Design, Richard Quinn) redefiniu a ideia de um look direta-do-trabalho-para-o-cocktail no imaginário das mulheres um pouco por todo o lado. 

#6 O poder do rosa

O ano de 2018 será inevitavelmente relembrado como o ano em que os vestidos pretos, em apoio aos movimentos #TimesUp e #MeToo, dominavam as passadeiras vermelhas. Havia, no entanto, uma outra tonalidade que começou a triunfar à medida que o ano progredia: o fúcsia. Um inabalável tom feminino usado por Tracee Ellis Ross, Zoë Kravitz e Viola Davis.

#7 O corpo celestial de Cardi B

A rapper Cardi B destacou-se de uma multidão de vestidos episcopais no Met Ball deste ano ao usar um vestido Moschino revestido a pérolas (com cauda e toucado incluídos), feito à medida para si por forma a responder à exigência da sua barriga de grávida. A prova de que acertou em cheio no tema ‘Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination’? Apenas um par de horas depois da sua chegada à red carpet, a hashtag #CardinalB passou a estar trending.

#8 A volta nobre de Claire Foy

Claire Foy pode ter enxotado a sua imagem nobre para aparecer como Lisbeth Salander em The Girl in the Spider's Web, mas no 75º Festival de Cinema de Veneza, a estrela de The Crown marcou a passadeira vermelha com um momento digno de uma rainha dos tempos modernos. Como? Com um vestido couture da Valentino que casava na perfeição os tons de fúcsia e vermelho num look de roubar todas as atenções. 

#9 Lourdes Leon desafia os standards de Beleza da passadeira vermelha

Lourdes Leon, filha de Madonna, não vai subjugar-se a padrões de beleza ultrapassados. Quando pisou a red carpet dos CFDA/Vogue Fashion Fund em Nova Iorque, em novembro, a jovem de 22 anos vestia um vestido transparente da marca emergente Lunar que revelava os pêlos nas pernas e axilas, galvanizando a sua reputação como um ícone de estilo da Gen Z

Artigos Relacionados

Palavra da Vogue 8. 5. 2018

MET Gala 2018: Top 5

Não foi um best of unânime.

Ler mais

Tendências 12. 3. 2018

ModaLisboa M.50 | Best Of Beleza: Escala de contrastes

Os melhores looks de beleza que desfilaram nesta última edição.

Ler mais

Curiosidades 28. 12. 2017

Best of: os melhores momentos na Moda em 2017

À parte de todos os escândalos de que viveu 2017, há uma lista de momentos inesquecíveis na indústria.

Ler mais

Eventos 27. 12. 2017

Best of: o Top 10 da red carpet

Estamos a poucos dias do final do ano e não há timing melhor do que este para eleger os momentos mais memoráveis da passadeira vermelha.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK