Opinião   Palavra da Vogue  

#VogueBookClub: Minha Sombria Vanessa, de Kate Elizabeth Russell

12 Jul 2022
By Joana Rodrigues Stumpo

Terminar este livro foi um desafio agoniante - nunca tinha tido tantas razões para pousar uma leitura.

Terminar este livro foi um desafio agoniante - nunca tinha tido tantas razões para pousar uma leitura. 

Depois de ter lido o que foi a obra mais marcante da minha vida (até agora), entrei numa espécie de ressaca literária. Nada conseguiria chegar aos calcanhares daquelas centenas de páginas trágicas, mas ainda assim tive de me lançar às próximas. O eleito foi Minha Sombria Vanessa, uma sugestão de muitos leitores no ciberespaço. Numa das minhas pesquisas sem fim, deparei-me com uma alma sensível que deixou o aviso: este livro toca em assuntos como abuso sexual e grooming. Achei-me distante o suficiente para poder ignorar estes riscos, mas rapidamente percebi que não seria tão fácil assim.

Encontramos Vanessa já em idade adulta numa fase em que lida com o exposé de um professor que tinha tido no ensino básico, agora acusado de abuso de menores. Ao longo da narrativa, somos constantemente levados para o passado para conhecer a natureza da relação que a personagem principal, uma jovem adolescente, mantinha com o professor de meia idade. Contada da perspetiva da vítima - que nada vê de errado com a dinâmica de poderes que separa os dois - , a história vem mostrar a faceta de quem, mesmo anos depois, é incapaz de entender o impacto do que, à primeira vista, é uma inofensiva relação amorosa. 

Por mais do que uma ocasião, senti-me fisicamente enojada por algumas das descrições feitas. Porque, lá está, à primeira vista falamos apenas de demonstrações de afeto, mas é impossível dissociar desta dinâmica a óbvia hierarquia de poder que há entre uma rapariga de 14 anos e um homem nos seus quarentas. Apesar do que nos é relatado pela personagem ser visto com amor, de certa forma, o leitor (que provavelmente não será uma jovem adolescente) facilmente se apercebe do abuso e da manipulação que danifica Vanessa até ao momento presente. Ainda assim, desafiei os meus limites e comprometi-me a acabar esta leitura, embora o processo tivesse envolvido muitas pausas. Chegada ao fim, não sei se Minha Sombria Vanessa valeu a pena as dores de barriga que me deu - no final, pareceu-me um conto pedagógico mais do que uma narrativa de ficção. Não posso recomendar esta obra a ninguém, mas não posso negar o génio que é ter a coragem para pôr no papel esta história, contada na forma mais impactante.

O Vogue Book Club é uma rubrica semanal. Neste espaço, um membro da equipa da Vogue Portugal propõe-se refletir, ou apenas comentar, um livro - seja uma novidade literária ou um clássico arrebatador. Pode participar nesta discussão através da hashtag #VogueBookClub.

Joana Rodrigues Stumpo By Joana Rodrigues Stumpo

Relacionados


Moda  

As 7 celebridades mais bem vestidas no Festival de Cannes de 2024

28 May 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 28 de maio a 3 de junho

28 May 2024

Opinião  

Ocupação: full-time mom

27 May 2024

Notícias  

Arte e Moda encontram-se na boutique Dior em Lisboa com uma exposição assinada por Joana Vasconcelos

27 May 2024