Artigo Anterior

Coachella 2018: uma visão alternativa

Próximo Artigo

Mara, Rooney Mara

Pessoas 16. 4. 2018

Uma criação digital

by Rui Matos

 

Miquela Sousa é uma das it girls do momento. Tem 19 anos, é natural do Brasil, mas está a viver em Los Angeles. E o que tem de peculiar @lilmiquela, como é conhecida no Instagram? É um avatar.

© instagram.com/lilmiquela  

Foi a 26 de abril que partilhou a primeira selfie e, à data, ninguém acreditou que Miquela existiria. Era um produto digital, uma espécie de avatar que se funde com um Sims. Mas dois anos após a sua criação e de uma série de entrevistas, não restam dúvidas de que a jovem brasileira é real, mas a peculiaridade de Sousa é que se esconde atrás de uma personagem criada em computador. 

No feed, partilha as roupas que veste (através da famosa hashtag #OOTD) que inclui criações de Chanel, Prada, Vetements, Proenza Schouler ou Supreme. É ativista e interessa-se por questões sociais - o movimento Black Live Matters é um bom exemplo disso. Conversa com os seus seguidores e troca opiniões com eles, que são apelidados de Miquelites. Vai a exposições e chegou a marcar presença na Semana de Moda de Milão. 

“Estão constantemente a perguntar-me se sou verdadeira ou falsa. Mas estou aqui, estou mesmo a falar contigo, estou mesmo a enviar mensagens diretas às pessoas. Só estou a tentar fazer boa arte e fazer com que o mundo tenha menos dor.”, confessou Miquela numa entrevista.

As celebridades virtuais não são, propriamente, novidade. No anos 90, Damon Albarn (músico) e Jamie Hewlett (artista) fundaram Gorillaz, uma banda cuja identidade se baseava em quatro personagens animadas: 2-D, Murdoc Niccals, Noodle e Russel Hobbs, que, em 2006, levaram para casa um Grammy. 

Em 2013, a história voltaria a repetir-se quando a francesa Louis Vuitton e a Marc Jacobs idealizaram as roupas que Hatsune Miku, uma cantora japonesa de 16 anos, iria vestir na sua digressão. Vale a pena relembrar que Miku era um avatar e as suas apresentações eram feitas através da projeção de hologramas. 

Ao Business of Fashion, Miquela diz que gostaria de ser descrita como uma artista, ou cantora, ou algo que a identifique com o que realmente é, ao invés de se focarem nas qualidades superficiais, como a roupa que veste. Por falar na indústria musical, Sousa conta com cinco singles, mas até à data ainda não se pronunciou sobre um possível álbum. 

Dizer que este seria um dos grandes mistérios de 2018 era ir demasiado longe. No final do dia, o que realmente importa é a mensagem que esta personagem quer transmitir: fazer deste mundo, um lugar melhor para todos. Apesar da curiosidade ser gigante, ao que tudo indica vamos ter que aprender a viver com a eterna questão: quem é realmente Miquela Sousa?

Artigos Relacionados

Pessoas 11. 4. 2018

Following now: Yara Shahidi

Podíamos definir a atriz com uma única palavra, repetida três vezes: glow glow glow. Mas Yara Shahidi é mais do que uma pretty face de Hollywood: é um dos nomes a seguir, no Instagram e na vida real.

Ler mais

Pessoas 4. 4. 2018

Following Now: Sabrina Claudio

O que pode ser melhor do que um talento desmesurado aliado a uma beleza estonteante? Poucas coisas, acreditamos. A boa notícia é que Sabrina Claudio tem tudo isso e muito mais.

Ler mais

Pessoas 1. 4. 2018

Following Now: Phoebe Tonkin

De astro adolescente a miúda cool do Instagram, a atriz australiana é a it girl que vai querer seguir sem pensar duas vezes.

Ler mais

Pessoas 14. 3. 2018

Following Now: Caroline Polachek

De deusa pseudo-nipónica do universo alternativo da música a 'girl to watch' da indústria da Moda.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK