Artigo Anterior

Uma t-shirt branca nunca é só mais uma t-shirt branca

Próximo Artigo

Paris, Je t'aime

Tendências 8. 10. 2019

As principais tendências para o outono/inverno 2019

by Ana Caracol e Larissa Marinho

 

Caminhamos a passos cada vez mais largos para a estação das golas altas, caxemiras, sobretudos e camisolas de malhas bem quentes. Para que não lhe falta nada nesta nova estação, eis as sete principais tendências para o outono/inverno 2019.  

Todas as imagens © ImaxTree

Bad Romance

O que mais ouvimos das amigas em 2019 é que ser solteira está difícil e todas as histórias e tentativas de encetar um romance têm sido frustradas. Mas o facto de se ser apanhada no romance mau - como diz Gaga - não é motivo para falhar o dress code: fluidez, folhos, florais são os “Fs” que importam no look romântico da nova estação. Mas não na sua forma mais delicada; antes com um toque de negro, tenebroso, com o seu quê de pesado, para bater com a estação. É o modo da dating scene atual. Afinal, até já assume termos como o ghosting... 

Blade Runner

Como na clássica obra de Ridley Scott, cuja história se passa no ano de 2019, numa Los Angeles destruída pela poluição e consumismo desenfreado que podem levar ao colapso da civilização humana na Terra, a obra parece quase premonitória, com previsões a decorrerem, atualmente, como se saídas de um filme de ficção científica. Para se preparar para as intempéries que aí vêm - sejam da estação das chuvas, seja do destino do planeta -, inspiração não faltou aos mais diversos designers que trouxeram essa estética para as passerelles.

 

Segunda pele

Nudez para o inverno. Como assim? É isso mesmo - recorde-se Gucci em 1995 e Thierry Mügler em 90/91, só para nomear alguns exemplos de outrora de quem já associou as transparências à época fria. Talvez por razões diferentes, ainda que com a mesma sofisticação em mente: os criadores de hoje lidam com as alterações climáticas. Talvez isso valide ainda mais o recurso a materiais como o indiscreto chiffon de seda ou o revelador tule - mesmo na estação das temperaturas baixas. 

Smells Like Teen Spirit

E a qualquer outro espírito que recupere os anos 90 e todo o seu esplendor grunge. Dos axadrezados às sweatshirts, das botas autoritárias à decadência de looks que gritam party hard, o seu momento zen da estação fria é atingir o Nirvana - a banda, não o estado de felicidade suprema. Também não o quereríamos, se é desta forma que se faz o caminho para este estado de coolness - afinal, o que seria dos nineties sem um pouco de melancolia? 

The bigger the better

Quem disse que tamanho não importa claramente ainda não experimentou nenhum dos vestidos apresentados por nomes como Richard Quinn, Alexander Mcqueen e Marc Jacobs, esta estação. Aqui, o mais é mais - tanto quanto saber o que se fazer com ele. A volumetria atinge o seu estado mais exuberante num outono/inverno que não fala só em grande, fala em enorme: enorme no tamanho, nas texturas, nas tonalidades. Go big or go home é a expressão a ter em mente, quando as temperaturas descerem. 

Introdução à Arquitetura

Ângulos retos, estruturas rígidas, pontos de fuga - mas desta tendência não vai querer fugir. Estes looks arquiteturais desafiam a gravidade para trazer à estação fria casacos, vestidos e demais visuais dignos de um Pritzker. O jogo de linhas e volumes brinca com as proporções para colocar peças monumentais no guarda-roupa de inverno, primando ainda, tal como na arquitetura, pela diversidade de texturas. 

Victor/Victoria

Genderless is more neste outono/inverno: as linhas masculinas confundem-se com as femininas para um guarda-roupa que não admite rótulos. Casacos, sobretudos, sapatos, coletes inspiram-se nos códigos da alfaiataria para um vestuário que não é dela, nem dele. É de quem quiser. As tonalidades fazem um caminho similar: há os versáteis cinzas, o nada boring bege, que traz consigo a família de tons mais claros e mais escuros, e o eterno preto. Há algo mais democrático que o negro, no guarda-roupa?

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK