Artigo Anterior

Let it shine

Próximo Artigo

Super size me

Tendências 2. 7. 2018

Ouro sobre ouro

by Mónica Bozinoski

 

Sublime, cintilante, ultra-feminino. Há muito para dizer sobre o dourado, mas a ideia essencial é que o tom é a nova escolha à prova de falha do mundo da Moda e do mundo da Beleza.

22 de setembro de 2017, Milão. Vinte anos depois da morte trágica de Gianni Versace, Donatella Versace apresenta as propostas primavera/verão da marca homónima, num tributo emocionante ao génio, ao criador, ao ícone, ao irmão. Depois de mais de 60 coordenados, inspirados nos padrões mais memoráveis e no arquivo do próprio Gianni, o desfile terminou do único modo que víamos possível: ao som de Freedom! 90, um dos temas mais icónicos de George Michael, as modelos Cindy Crawford, Naomi Campbell, Carla Bruni, Claudia Schiffer e Helena Christensen protagonizaram o momento que fez o mundo parar.

Os vestidos dourados vistos nas cinco modelos eram como uma cápsula do tempo, que nos transportava diretamente para o desfile de outono/inverno de 1994 da Casa italiana, onde as malhas douradas aperfeiçoadas por Gianni Versace durante os anos 80, em silhuetas ultra-femininas, foram desfiladas por nomes como Kate Moss, Yasmeen Ghauri ou Linda Envangelista. Depois do desfile primavera/verão 2018 da marca, o modelo Orton em malha metálica, imortalizado pela assinatura inconfundível do próprio Versace, não demorou a voltar às luzes da ribalta. 

Fast forward para o presente ano, mais precisamente para a primeira segunda-feira de maio. Sob o tema Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination, a nova exposição do Metropolitan Museum of Art, Kim Kardashian West e Gisele Bündchen escolheram o dourado, com assinatura de Donatella Versace, para materializar a ligação entre Moda e Religião. Se dúvidas restassem que o tom, com a ilusão de ouro líquido, era a nova aposta a ganhar terreno na red carpet, Emily Ratajkowski em Marc Jacobs, também na passadeira vermelha da Met Gala, Natalia Vodianova vestida em Jean-Louis Sabaji Couture na passerelle da angariação de fundos Fashion For Reliefou Lupita Nyong'o em Versace para a cerimónia dos Óscares deste ano, são alguns dos exemplos que ajudam a comprovar a afirmação. 

Recentemente, e depois de Gigi Hadid ter provado que o vestido dourado é o novo go-to favorito de modelos e influencers, foi a vez de Bella Hadid dar o seu próprio cunho à tendência. Num vestido assimétrico em malha metálica dourada, com um efeito de ouro a derreter, a modelo escolheu a assinatura de Versace para um evento da marca Bvlgari, que aconteceu no passado dia 28 de junho, em Roma. Nos olhos da modelo, a maquilhadora Mary Phillips provou que a tendência não se deixa ficar apenas pelas redes da Moda, com a sombra dourada a reluzir em nome próprio. 

©Getty Images

Se é certo que o fascínio do mundo da Beleza pelo dourado não é novidade, também é certo que podemos agradecer a Pat McGrath o súbido desejo de usar o tom nas pálpebras. Em 2016, depois de vários teasers nas redes sociais, a lendária maquilhadora lançou os aguardados kits de olhos Metalmorphosis 005, como parte da sua marca de maquilhagem homónima, Pat McGrath Labs. As imagens dos pigmentos em ação, nas suas variações de cobre, bronze, prateado e dourado, não demoraram a tornar-se um verdadeiro objeto de desejo para todas as amantes de Beleza, e a esgotar em todas as plataformas de venda onde estavam disponíveis. 

Dois anos depois do lançamento, a sombra de olhos dourada continua a ser uma das favoritas de nomes como Ashley Graham, Elsa Hosk ou Gigi Hadid - para celebrar os 23 anos da modelo, a maquilhadora Erin Parsons transformou as pálpebras e os cantos interiores dos olhos de Hadid num verdadeiro mar de dourado, recorrendo a sombra com efeito molhado e pigmentos de glitter soltos. 

Durante a passadeira vermelha da Met Gala, o dourado dos coordenados de Kim Kardashian, Gisele Bündchen e Emily Ratajkowski estendeu-se também para as escolhas de maquilhagem. Cortesia da maquilhadora Mary Phillips, que aplicou os tons dourados da paleta Dior 5 Couleurs Cool Wave em Heat Up, Bella Hadid usou um fino pigmento dourado para delinear os cantos interiores dos olhos, enquanto a atriz Priyanka Chopra conjugou o tom reluzente nas pálpebras, com lábios em tons de cereja e sobrancelhas assumidas. Para Gisele Bündchen, o maquilhador Hung Vanngo optou por levar a tendência mais além, e combinou diversos pigmentos dourados de Marc Jacobs Beauty com o vestido Versace usado pela modelo na Met Gala. 

Qualquer que seja o registo, mais discreto ou mais assumido, a única certeza é que está na altura de dar uso aquela sombra de olhos dourada que ficou intocável desde a época natalícia passada. O resultado, como provam os looks de Kim Kardashian West, Rihanna, Margot Robbie ou Martha Hunt, não podia ser mais brilhante. 

©Instagram

Artigos Relacionados

Pessoas 21. 5. 2018

Getting Ready: não é amarelo, é dourado

De ano para ano, Cláudia Vieira tem conseguido surpreender na passadeira vermelha dos Globos de Ouro, feito que se voltou a repetir ontem à noite no Coliseu dos Recreios.

Ler mais

Tendências 8. 5. 2018

Met Gala 2018: a Beleza

Uma passadeira vermelha que é, anualmente, invadida por glamour, exuberância e excentricidade tem tudo para resultar em looks de Beleza que combinam com os coordenados escolhidos.

Ler mais

Tendências 2. 3. 2018

Brocados, dourados e rock’n’roll: Tendências SS18

De voltas trocadas, os criadores substituíram a leveza da estação quente pela imponência de uma época passada.

Ler mais

Tendências 7. 12. 2017

Golden hour

Se o tema é maquilhagem, esta estação só há uma regra: dourado como pano de fundo.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK