Moda   Notícias  

Milan Fashion Week: as 6 marcas que merecem a nossa atenção

28 Sep 2021
By Mariana Silva

O Made in Italy está vivo e recomenda-se. Estes são os designers que estão a dar uma nova vida às passerelles de Milão.

O Made in Italy está vivo e recomenda-se. Estes são os designers que estão a dar uma nova vida às passerelles de Milão. 

Defaience by Nicola Bacchilega © Instagram
Defaience by Nicola Bacchilega © Instagram

Já não faltam muitas paragens para terminar o roteiro pelas semanas de Moda internacionais, mas por cá continuamos a explorar os calendários oficiais na procura por novos talentos. Em Milão, não faltaram estreias. Além dos desfiles habituais, a Camera Nazionale della Moda Italiana proporcionou diversas plataformas para que nomes recém-chegados pudessem explorar as passerelles italianas. 

Federico Cina

Fundada em 2019, a marca de Federico Cina afirma estar assente nos pilares de humanidade, artesanato e sustentabilidade. Tudo isto materializado em looks elegantes e sofisticados, que trazem o melhor da alfaiataria para as ruas de Milão. Para a primavera/verão de 2022, o designer embrulhou estes ideais numa nuvem de tons pastel, acompanhados pelos padrões tradicionais da marca (nomeadamente, o padrão Romagnola) que, ao serem pintados à mão, valorizam as características artesanais pelas quais Federico Cina pretende ser conhecido. 

 

Des Phemmes 

Com a assinatura de Salvatore Rizza enquanto diretor criativo, Des Phemmes representa o equilíbrio perfeito entre uma Moda casual com um olhar avant-garde. Muitos dos valores da marca pretendem revolucionar o panorama atual da indústria, em particular uma estética intemporal que transcende as tendências, e ainda a desconstrução dos estereótipos femininos. Nesta edição da Semana da Moda de Milão, Des Phemmes apresentou peças coloridas, com padrões ousados e divertidos, exibidos em formas que celebram o corpo da mulher. 

 

Quira

Trabalhou na Jil Sander, e na Céline quando Phoebe Philo estava ao leme da marca. Agora, Veronica Leoni é a diretora criativa da linha feminina da 2 Moncler 1952, e também da sua própria marca, Quira. O nome escolhido para esta aventura a solo é uma homenagem à sua avó e tal bastará para percebermos a sentimentalidade que envolve os designs de Leoni. É por isso que as suas coleções são caracterizadas pela espontaneidade, espiritualidade e crueza. O mesmo se verificou para a primavera de 2022, quando a marca apostou em peças estruturadas e oversize, pintadas por tons esbatidos que remetem a uma lembrança longínqua na memória. 

 

Radica Studio 

No centro da Radica Studio está a reutilização, seja de materiais, tecidos, ou designs esquecidos no arquivo, para possibilitar uma nova visão não apenas sobre o ambiente, mas sobre o conceito de luxo. Assim, sob a etiqueta “Made in Italy” são revisitados clássicos irreverentes ao mesmo tempo que se olha para o futuro para pensar na qualidade e durabilidade das peças. Na estação quente de 2022, as formas simplistas foram adornadas com pormenores de franjas nos mais diversos tons e materiais. 

 

Hui 

Tendo o seu início em 2016, Hui é uma marca guiada pela designer chinesa Hui Zhou Zhao que procura unir os traços da beleza oriental às tendências do mundo atual. Para tal, todas as coleções revelam uma inspiração cultural chinesa e nem as propostas para a primavera/verão de 2022 foram exceção. Nesta coleção, os grafismos de Hui foram inspirados pelos caracteres chineses usados na comunicação secreta do grupo minoritário Yao, que equilibram a contemporaneidade dos materiais, como o PVC, utilizados para criar novas formas e volumes. 

 

Defaience by Nicola Bacchilega

Foi em setembro de 2021 que Defaience se apresentou ao público, para pouco tempo depois mostrar a sua primeira coleção na Semana de Moda de Milão. Nicola Bacchilega, todavia, já era um nome da casa, possuindo um percurso proeminente na criação de acessórios de Moda. E essa é uma experiência que traz para a roupa, com os seus designs a assimilarem uma união entre a manipulação têxtil de intuito sustentável e a escultura, representada nas suas formas. Para a primavera/verão de 2022, tais formas foram marcadas pela tendência do cut-out que trouxe um caráter ousado à simplicidade de tons, materiais e padrões. 

 

Mariana Silva By Mariana Silva

Relacionados


Notícias  

A centenária Loja das Meias reabre em Cascais

23 Apr 2024

Moda   Compras  

As melhores lojas vintage de Madrid neste momento

23 Apr 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 23 a 29 de abril

23 Apr 2024

Compras  

Os melhores presentes para oferecer no Dia da Mãe

22 Apr 2024