Atualidade   Curiosidades  

Lei da atração

19 Jul 2018
By Mónica Bozinoski

Alguma vez parou para pensar no porquê de atrair tantos mosquitos durante a estação quente, resultando nas piores e mais dolorosas picadas? A resposta para explicar este love affair não desejado está, surpreendentemente, no seu código genético.

Alguma vez parou para pensar no porquê de atrair tantos mosquitos durante a estação quente, resultando nas piores e mais dolorosas picadas? A resposta para explicar este love affair não desejado está, surpreendentemente, no seu código genético.

©Instagram/@lucywilliams02

Seja no campo ou na cidade, à beira da piscina ou à beira-mar, não existe nada que consiga afetar o espírito "livre, leve e solto" da estação quente como uma indesejada picada de mosquito. Pior que isso é olhar para a toalha do lado e perceber que está sozinha nesta batalha, ou ouvir um "ainda bem que eles não querem nada comigo, morria se estivesse tão picada quanto tu". Este clássico cenário de verão suscitou a nossa curiosidade: afinal, porque é que existem pessoas que têm um magnetismo natural em relação aos mosquitos, e outras que saem totalmente impunes deste encontro? 

Segundo um estudo publicado pela London School of Hygiene and Tropical Medicine, o número de vezes que uma pessoa é picada por mosquitos depende, em grande parte, da sua informação genética. "Quando as pessoas estão de férias, e como todos já devem ter reparado, alguns indivíduos são picados mais vezes por mosquitos do que outros", explicou James Logan, um dos responsáveis pela investigação. "Estudos conduzidos anteriormente mostravam que isto acontece devido ao nosso odor. Pessoas que não são atraentes para os mosquitos produzem repelentes naturais, como se o seu próprio corpo tivesse uma forma de defesa natural contra estes insetos", disse o Chefe do Departamento de Disease Control da London School of Hygiene and Tropical Medicine. 

E as pessoas que são atraentes? Ao contrário daquilo que podemos pensar, fatores como os nossos hábitos pessoais, os alimentos que ingerimos ou o perfume que aplicamos não são os mais importantes nesta relação. Ao invés, os mosquitos do sexo feminino, responsáveis pelas famosas picadas, sentem-se atraídos pelo odor do dióxido de carbono, algo que todos os seres humanos transmitem através dos seus poros. Para além deste, o ácido lático, emitido por pessoas que praticam mais exercício físico ou têm um metabolismo mais acelerado, afigura-se como outro fator de atração para os mosquitos. 

Mónica Bozinoski By Mónica Bozinoski

Relacionados


Curiosidades  

Por que razão está o mundo obcecado com Olivia Rodrigo?

18 Jun 2024

Moda  

Open Call | Gone Fishing

18 Jun 2024

Palavra da Vogue  

O que lhe reservam os astros para a semana de 18 a 24 de junho

18 Jun 2024

Notícias  

A 9ª edição do Festival PhotoVogue: "The Tree of Life: A love letter to Nature" e os resultados dos open call globais e locais

17 Jun 2024