Moda   Notícias  

Kim Jones é o novo diretor artístico da Fendi

09 Sep 2020
By Rui Matos

O designer britânico junta-se à equipa criativa da marca italiana e assume a liderança das linhas femininas, da Alta-Costura e da fur collection.

O designer britânico junta-se à equipa criativa da marca italiana e assume a liderança das linhas femininas, da Alta-Costura e da fur collection.

Depois do longo e muito bem sucedido mandato de Karl Lagerfeld - que durou 55 anos - a Fendi dá as boas-vindas ao novo membro da equipa: Kim Jones. O designer britânico foi anunciado hoje, 09 de setembro, como diretor artístico das linhas femininas, da Alta-Costura e da fur collection. Silvia Venturini Fendi, que até então acumulou as funções de Lagerfeld, volta a focar-se nos acessórios e a secção masculina da Fendi. 

A chegada de Jones à Fendi não é uma adeus ao universo que Kim Jones tem vindo a construir na Dior Homme, uma vez que o criador vai continuar a exercer as suas funções na Maison francesa. “Trabalhar nestas duas Casas tão prestigiadas é uma honra (…) a oportunidade de integrar a equipa da Fendi e continuar o meu trabalho na Dior é um privilégio gigantesco”, afirmou Kim. A primeira coleção assinada por Jones para a Fendi vai estrear em fevereiro de 2021, com a apresentação das coleções do outono/inverno de 2021.

Foi na emblemática Central Saint Martins, em Londres, onde nasceu, que Kim Jones estudou Moda. Em 2003, na London Fashion Week, deu a conhecer ao mundo a sua marca homónima, cinco anos depois, em 2008, aceitou o cargo de diretor criativo na Alfred Dunhill. Entre 2011 e 2018, Jones ficou responsável pelas linhas masculinas da Louis Vuitton até ter sido anunciado, em 2018, como o diretor criativo da Dior Homme, onde substituiu Kris Van Assche que saltou para a italiana Berluti. 

“Kim Jones é um grande talento e desde que começou a trabalhar connosco tem provado, continuamente, a sua capacidade de se adaptar aos códigos e heranças das Casas LVMH enquanto as revisita com grande modernidade e audácia”, começou por dizer Bernard Arnault, presidente e chefe-executivo da LVMH Moët Hennessy-Louis Vuitton SE. “Na Fendi, estou convencido de que a sua visão e paixão vão contribuir muito para o sucesso das coleções femininas.” 

O período em que Silvia assumiu a liderança total da Casa foi bem recebido pela indústria, que sempre a aplaudiu, e a imprensa especializada sempre lhe teceu críticas positivas. “Estou ansiosa por elevar o universo Fendi a um outro nível com o Kim Jones,” afirmou Silvia Venturini Fendi.

Rui Matos By Rui Matos

Relacionados


Entrevistas  

Hannah Mills, um role model dentro e fora dos oceanos

12 Jun 2024

Moda   Coleções  

Max Mara Resort 2025

12 Jun 2024

Moda  

Open Call | Metropol

11 Jun 2024

Notícias  

Como assistir à transmissão do livestream do Vogue World 2024: Paris, apresentado por Cara Delevingne

11 Jun 2024