Atualidade   Guestlist  

Para novos começos, um novo corpo

07 Sep 2021
By Vogue Portugal em colaboração com Allergan Aesthetics

Vale a pena continuar a esperar pelas doze badaladas do ano novo para lutar por um corpo melhor? Nós respondemos: não, não vale. A motivação surge quando menos se espera… E nós esforçámo-nos para que surgisse quando acabasse de ler este texto.

Vale a pena continuar a esperar pelas doze badaladas do ano novo para lutar por um corpo melhor? Nós respondemos: não, não vale. A motivação surge quando menos se espera… E nós esforçámo-nos para que surgisse quando acabasse de ler este texto. 

Um novo começo é a representação por excelência das oportunidades que se apresentam disfarçadas de possibilidades de progresso. Seja melhorar a nossa carreira profissional, a nossa vida pessoal, a forma como gerimos o nosso tempo ou, ainda, o nosso corpo, com cada new beginning vemos mais uma hipótese para nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos. 

A verdade inegável é que a categoria de alimentação e fitness dificilmente deixa de estar presente em qualquer lista de resoluções e objetivos, tanto aquela que escrevemos no virar do ano ou a que aparece rabiscada no nosso caderno às três da manhã de uma terça-feira, porque sentimos uma pontada de motivação como nunca tínhamos sentido. Quando melhoramos interiormente, é normal desejarmos que o exterior reflita todas essas mudanças. E assim começam as idas ao ginásio, as corridas matinais à beira-rio e as saladas ao almoço. Um estilo de vida saudável é, como sabemos, essencial a qualquer mudança corporal. Mas nem sempre isso basta para que nos sintamos confortáveis com todas as partes do nosso corpo. 

Introduzimos assim o descontentamento que muitas vezes surge com a gordura localizada, comum a muitos de nós, e que pode aparecer na zona abdominal, glúteos, coxas, cintura ou braços. Por ser um tipo de gordura cuja eliminação total se revela difícil, têm sido desenvolvidas novas tecnologias para facilitar o alcance de uma silhueta definida, quando complementada pela prática de exercício físico e alimentação saudável. Um dos métodos mais avançados neste campo é a criolipólise médica, uma técnica de modelagem corporal que chega a Portugal pelas mãos do Dr. Pedro Queiroz. Falámos com o profissional da Clínica de Nutrição Porto para perceber um pouco mais sobre este tratamento. A criolipólise “é um procedimento médico, não-cirúrgico, capaz de eliminar de forma definitiva os excessos de gordura em zonas resistentes à dieta e aos exercícios mais intensos”, avançou o especialista. Foi através da Clínica de Nutrição Porto que este tratamento chegou a Portugal, há 12 anos, após ter sido desenvolvido por cientistas da Harvard Medical School. Contudo, as suas mais recentes inovações materializadas na geração ELITE permitem “resultados ainda mais eficazes e seguros.” Para quem andou a adiar o seu objetivo de mudança corporal durante 12 anos, aqui terá um motivo plausível para se desculpar. 

Mas voltemos ao procedimento médico, até porque, por este andar, ainda deve estar a tentar perceber como se lê o nome (que, já agora, é cri-ó-li-pó-li-se). De forma simplificada, um tratamento de criolipólise médica é a colocação das células de gordura sob baixas temperaturas, pois, como explica o Dr. Pedro Queiroz, com o frio estas “perdem a sua capacidade de sobreviver, sendo naturalmente eliminadas pelo organismo via sistema urinário e intestino.” Por esse motivo, este é um procedimento simultaneamente eficaz e seguro, já que “não afeta tecidos adjacentes.” É importante reforçar que esta técnica de modelagem corporal não se destina à perda de peso, mas sim à eliminação de gordura localizada em diversas zonas corporais. De acordo com o especialista, a criolipólise médica tem sido “especialmente eficaz e recomendada em zonas como abdómen, flancos e coxas, mas com a nova geração estamos também impressionados com os resultados nos braços, joelhos e baixo abdómen.”

Sendo um procedimento não-cirúrgico, sem necessidade de anestesia ou outro tipo de complicações, a criolipólise médica também não implica qualquer tempo de recuperação. “O tratamento em si é muito cómodo e não obriga a cuidados especiais após o procedimento, podendo a pessoa retomar a sua rotina de forma imediata.” Esta é a primeira boa notícia que o Dr. Pedro Queiroz deixa a quem procura eliminar a gordura localizada. A outra é que a criolipólise médica tem resultados definitivos, ou seja, “não temos observado recuperação de gordura nas zonas tratadas após o tratamento, mesmo passado muito tempo. Altera mesmo a forma do corpo e permanece no tempo.” A explicação para tal está no facto das células de gordura apenas aumentarem em número até à adolescência. “A partir daí aumentam ou reduzem o seu volume, mas não o número de células. Assim ao eliminar as células de gordura os resultados são definitivos e muito duradouros, mantendo a pessoa um estilo de vida saudável.”

Dr. Pedro Queiroz
Dr. Pedro Queiroz

Resultados definitivos são as palavras-mágicas para quem não quer voltar a colocar o alcance por um corpo melhor nas resoluções de ano novo. Todavia, de certeza que ninguém se importará se continuar a dedicar uma das doze passas a isso. Afinal, nenhum tratamento nos permite descurar a manutenção de um estilo de vida saudável. Pois esse não é só pelo corpo, mas pela saúde, e para que, desta vez, seja a beleza exterior que se reflita na autoestima interior. 

Vogue Portugal em colaboração com Allergan Aesthetics By Vogue Portugal em colaboração com Allergan Aesthetics

Relacionados


Notícias  

Westwing já está em Portugal

27 May 2024

Moda  

Chiaroscuro

24 May 2024

Opinião  

O problema não és tu, é a tua mãe

24 May 2024

Pessoas  

Taylor Swift atua em Lisboa e traz consigo novos visuais para a The Eras Tour

23 May 2024