Artigo Anterior

Jean-Paul Gaultier: "Vamos fazer uma grande festa e aproveitá-la."

Próximo Artigo

Next in Fashion, o novo (nada) guilty pleasure

Notícias 27. 1. 2020

Chopard e o jardim de pedras preciosas

by Vogue Portugal

 

A mais recente criação de Alta Joalharia da marca suíça combina a habilidade e o talento de enaltecer a beleza das pedras preciosas raras.

© Chopard

A Semana de Alta-Costura, em Paris, é o certame mais-do-que-perfeito para ficarmos a conhecer as propostas dos designers para as próximas estações, porém, é nos intervalos dos desfiles que as atenções se viram para as Casas de Alta Joalharia, que têm tido um especial destaque. Este conceito, que partilha as luzes da ribalta com as passerelles, há já alguns anos, acaba por se tornar num momento de projeção das mais recentes novidades.

Como é o caso da Chopard, que pela primeira vez decidiu exibir na sua boutique, situada no Place Vendôme, uma série de pedras preciosas compostas por materiais cuidadosamente selecionados e trabalhados à mão. A nova coleção da marca suíça teve como base as dádivas da natureza e a especial procura constante de Caroline Scheufele - diretora criativa da Chopard -, pela perfeição relativamente às pedras preciosas raras. Esta paixão de Caroline, resultou numa coleção de pedras preciosas provenientes dos quatro cantos do mundo. Esta seleção, colocada em anéis e em brincos, inclui peças sofisticadas como a safira de 21,04 quilates, o rubi em forma de pêra, uma série de esmeraldas colombianas e um colar de diamantes, acompanhado de uns brincos a combinar. 

A beleza enaltecida nesta coleção é destacada pelo diamante, que é evidenciado por um par de brincos compostos por quatro diamantes. Do diamante amarelo esverdeado e cinza escuro, ao qual chamou de Camaleão (por mudar de cor conforme a exposição solar), aos diamantes amarelos e cor-de-rosa, a diretora criativa da marca mostra a sua dedicação na procura da qualidade nos seus diamantes. 

Através da experiência e do design puro, que reflete a própria Maison, os ateliers da Chopard enalteceram a beleza peculiar e o brilho natural destas pedras preciosas em cada peça da coleção, para assim destacar o carácter intemporal de joias destinadas a serem eternas. Por outras palavras: tudo o que uma joia precisa para poder viver para sempre no nosso corpo. 

 

Artigos Relacionados

Notícias 30. 1. 2019

Afinal, flores na primavera ainda podem ser #groundbreaking

Não queríamos contrariar Miranda Priestly, mas a Chopard obrigou-nos.

Ler mais

Eventos 14. 5. 2018

A soirée da Chopard em Cannes

Nos jardins do Château de la Croix des Gardes, em Cannes, a Chopard foi anfitriã da festa Secret Night.

Ler mais

Palavra da Vogue 11. 10. 2017

Regras do jogo

No jogo de estilo, os acessórios são o pequeno detalhe que faz toda a diferença num look. Hoje, o trunfo na manga são estes brincos da Chopard.

Ler mais