Moda   Tendências  

Cannes a vermelho verão, azul mar e branco espuma

14 Jun 2018
By Vogue Portugal

Cannes serve de cenário para reviver os tempos mais glamorosos da Riviera.

Cannes serve de cenário para reviver os tempos mais glamorosos da Riviera. Nadine Leopold, Noel Capri, Daniela Lopez Osorio e Lara Leito fazem as vezes de Brigitte Bardot num cenário estival de fazer inveja ao luxo e imortalizado pela lente de Jacques Burga.

Para acompanhar a passagem das quatro modelos por Cannes, os nomes com CV's invejáveis na Moda partilharam algumas das suas experiências e memórias na Côte d'Azur e acrescentaram alguns segredos de beleza para se inpirar.

NADINE LEOPOLD

O que é que o festival de Cannes significa para ti? Descreve-o em 5 palavras. Glamour, chique, comida, diversão e beleza. 

Fala-nos do vestido couture que usaste durante o festival de Cinema. Escolhi Ashi Studio para a gala amfar porque adorei a silhueta, era diferente dos vestidos que usei nos anos anteriores.

Como te preparaste para a viagem a Cannes? Normalmente tenho a minha stylist, Mimi Cutrell, que me ajuda com os grande eventos e, para estes dias, comecei a planear os outfits em casa semanas antes.

Tens um ícone de Beleza? E quais são as tuas influências de estilo? Adoro a Brigitte Bardot e a Natasha Poly.

Qual é a tua rotina de Beleza diária? Eu sempre disse que, para mim, menos é mais. Por isso, começo por limpar a pele e depois uso protetor solar e BB cream. 

Quais são os teus segredos para te manteres em forma? Faço muito exercício e tento ter uma alimentação saudável. É importante manter-me longe da comida processada.

Tens um designer favorito? Amo o Anthony Vacarello. 

O teu tipo de joias? Adoro a Bulgari, Jacquie Aiche e Lorraine Schwartz. 

Qual é a melhor parte do teu trabalho? Viajar e conhecer pessoas novas. 

 

NOEL CAPRI

O que é que o festival de Cannes significa para ti? Descreve-o em 5 palavras. Glamorouso, divertido, excitante, criativo e luxuoso.   

Fala-nos do vestido couture que usaste durante o festival de Cinema. Usei um lindo vestido Phillip Plein que amei.  

Que memórias associas a Cannes? Tenho muito boas recordações, incluindo muito amor e gargalhadas. Passei o meu 21º aniversário em Cannes, por isso, essa é uma memória especial para mim.

Como te preparaste para a viagem a Cannes? Fiz uma facial para garantir que a minha pele estava saudável e bonita e treinei muito com o meu PT. Diverti-me a fazer os looks para o festival, também!

Que outras ambições tens, fora da profissão? Adoro tudo o que tenha a ver com saúde e nutrição, adorava ter uma empresa minha que incorporasse essas áreas.

Tens um ícone de Beleza? E quais são as tuas influências de estilo? O meu ícone de beleza é provavelmente a Rosie Huntington-Whiteley, acho que ela é linda. E no estilo, a Rihanna! Adoro o seu estilo cool e aparentemente effortless

Qual é a tua rotina de Beleza diária? Gosto de começar por hidratar a pele e usar um roller de jade para dissipar inchaços matinais. Se tiver o dia livre, mantenho a pele limpa, sem maquilhagem, para deixá-la respirar. Uso fator de proteção solar e um bálsamo labial e estou pronta para o dia. 

Quais são os teus segredos para te manteres em forma? Faço exercício regularmente com um personal trainer e também faço pilates e yoga. No que à dieta diz respeito, gosto de comer alimentos orgânicos, porque sinto a diferença no meu corpo e na minha pele quando me alimento de forma saudável. Adoro como me faz sentir. Claro que tenho os meus cheat days, mas na maior parte do tempo faço uma dieta à base de fruta, legumes, frutos secos e peixe.

Pedra preciosa favorita? Diamante.

E o metal precioso? Ouro.

O teu tipo de joias? Argolas para as orelhas em ouro, muito simples.

 

DANIELA LOPEZ OSORIO

O que é que o festival de Cannes significa para ti? Descreve-o em 5 palavras. Intemporal, luxuoso, fashionable, icónico, lendário.  

Fala-nos do vestido couture que usaste durante o festival de Cinema. Eram todos lindos! Este é o meu top 3: um top e saia com canutilhos cosidos à mão da Dundas, um espetacular vestido camiseiro da AAdvenik, bordado à mão, e um incrível vestido em renda com corset da Zuhair Murad que usei na AMfar.

Fala-nos um pouco da produção com o Jacques Burga. Como foi? Foi especial, porque foi inspirada na Côte d'Azur e na Brigitte Bardot.

Tens um ícone de Beleza? E quais são as tuas influências de estilo? Os meus ícones de beleza e estilo são a Rosie Huntington-Whiteley e a Cindy Crawford.

Qual é a tua rotina de Beleza diária? Depois do banho, uso SKII facial treatment essence, depois aplico o serum Dr. Nigma N1, e para hidratar alterno entre o creme Dr. Nigma N1 e os produtos Dr. Barbara Strum.

Gostas de toda a azáfama em torno da red carpet? É tão divertido, porque depois da red carpet vês todas as tuas amigas e aproveitas o serão. 

Qual é a melhor parte do teu trabalho? Poder viajar um pouco por todo o mundo e trabalhar com pessoas diferentes e depois revê-las em trabalhos e pôr a conversa em dia.

LARA LEITO

Qual é a tua visão de Cannes e do luxo? Cannes sempre foi associado com o luxo porque não só é palco de um dos mais exclusivo festivais de cinema, mas também porque faz parte da Côte d'Azur e luxo é o nome do meio da Côte d'Azur. Iates sumptuosos, restaurantes com estrelas Michelin, lojas de design, hotéis de 5 estrelas com vista para a Riviera Francesa. Cannes é o destino que muitos sonham visitar.  

Que memórias associas a Cannes? É uma cidade que sempre fez parte da minha vida, porque cresci não muito longe daqui, no Mónaco, e também conheci o meu primeiro namorado em Cannes.

Que outras ambições tens, fora da profissão? Tenho escrito artigos de saúde e lifestyle para a Vogue Rússia. Também pinto. A minha família está ligada à arte e a minha tia costumava comissionar peças na Rússia ao longo de 4 anos e representava o pavilhão russo na Venice Biennale.

Tens um ícone de Beleza? E quais são as tuas influências de estilo? Sempre acreditei que seres tu própria é o mais importante num mundo cheio de wannabes e lookalikes. Mas se falarmos de mulheres inspiradoras e belas que admiro, provavelmente diria Grace Kelly e Audrey Hepburn. 

Qual é a tua rotina de Beleza diária? Acredito que não se deve exagerar com produtos na pele quando estás na casa dos 20. Quando não tenho eventos, garanto normalmente que a minha pele está hidratada e protegida do vento ou de demasiado sol. Gosto de usar máscaras regeneradoras diferentes e muito pouca ou nenhuma maquilhagem no dia a dia. 

Qual é a melhor parte do teu trabalho? Viajar. Sempre quis poder viajar pelo mundo. E quando não estou a trabalhar, continuo a viajar imenso com a minha família. 

Quando é que começaste a trabalhar como modelo? Comecei tarde, na verdade, tinha à volta de 23, acho. Mas desde os 18 que me perguntam se sou modelo, curiosamente. A maioria das raparigas começa aos 16. Eu acabei primeiro o liceu na Suíça e tirei o bacharelato na Berkeley, nos Estados Unidos. 

Qual é a chave para o estilo de Cannes? É sempre o festival de cinema que fica na memória, por isso, se atravessares a passadeira vermelha, assegura-te que o fazes de forma impactante e chamas a atenção. Vestidos couture volumosos devem ser o suficiente para tal. Até porque, se não em Cannes, onde os usarias? 

Ficha técnica

Fotografia: Jacques BurgaStyling: Erica Pelosini Cabelos e maquilhagem: Margo Holder Entrevista: Farouk Chekhoufi

Vogue Portugal By Vogue Portugal
All articles

Relacionados


Opinião  

Got Milk?

18 May 2024

Moda  

12 small brands que vale (muito) a pena conhecer

17 May 2024

Notícias  

As melhores lojas vintage de Lisboa

17 May 2024

Curiosidades  

Os 6 álbuns de vingança mais famosos da história da música

16 May 2024