Artigo Anterior

#NoOneCanJudgeMe

Próximo Artigo

As mulheres mais influentes de 2018 na Moda são...

Notícias 20. 11. 2018

Ana Salazar recupera marca em nome próprio

by Rui Matos

 

A criadora foi uma das pioneiras na indústria da Moda em Portugal, construindo um nome que levou além fronteiras - passando por Paris, Nova Iorque e Tóquio. Em 2018, depois de alguns percalços, está de regresso com a marca que registou na década de 80. 

Ana Salazar recuperou a marca homónima e está mais do que pronta para dar continuidade à sua criatividade e começar a desenvolver coleções de pronto-a-vestir, calçado e acessórios. Sempre vanguardista, nunca se preocupou em seguir tendências, nem se interessou em agradar a ninguém. Talvez seja por isso que conquistou o carinho do público. 

No currículo, conta com 46 anos de carreira, um percurso que começou em 1972 quando abriu a loja Maçã, no número 87 da Rua do Carmo, em pleno Chiado. Era naquele espaço que vendia a roupa que importava de Londres. Seis anos depois, em 1978, cria Harlow, onde dá os primeiros passos como designer. Mas é em 1980, quando fundou a marca homónima, que conquistou um séquito de adeptos. Não foi preciso muito tempo para alcançar um lugar ao sol no panorama internacional. Em 1985, abriu a primeira loja em Paris, onde foi vizinha de Jean Paul Gaultier, Yohji Yamamoto e Comme des Garçons.

A 18 de abril de 1991, na edição de estreia da ModaLisboa, no Teatro São Luiz, abriu o primeiro dia de desfiles para uma plateia composta por jornalistas internacionais que já conheciam o seu nome - jà na época um sinónimo de sucesso. “É só o resultado de muito trabalho e perseverança. Dei vários saltos no escuro. Resultaram mas, no início, lancei-me nisto sozinha sem qualquer apoio,” afirmou no alvoroço que se fazia sentir nos bastidores ao Diário de Notícias.

Em 2009, já cimentada na indústria, atribui 74% da própria empresa a João Barbosa e Luis Aranha, e, em meados de 2012 cessa “qualquer colaboração com a empresa Ana Salazar, Lda, que criei há muitos anos e onde desde 2009 passei a desempenhar exclusivamente as funções de diretora criativa,” adiantou num comunicado.

O ano de 2018 testemunha o regresso ao nome que fez nascer a marca, um triunfo - mais um - para acrescentar à bagagem de Ana Salazar.

Artigos Relacionados

Pessoas 20. 11. 2018

Freddie Mercury, o Ícone de Estilo

O estilo incomparável de Freddie Mercury está cada vez mais presente nos dias de hoje, tudo isto, em boa parte, por causa de Bohemian Rhapsody, o filme inspirado na vida do músico e cantor britânico.

Ler mais

Roteiro 16. 11. 2018

Nas bancas: Vogue novembro 2018

Defendemos a liberdade com unhas e dentes, mas todos sabemos que dentro de uma casa tem de haver regras. Estes são os 13 mandamentos da irmandade Vogue.

Ler mais

Notícias 16. 11. 2018

Massimo Dutti abre nova concept store em Lisboa

A Avenida da Liberdade, em Lisboa, acolhe a mais recente loja Massimo Dutti que nasce num edifício histórico no coração da capital portuguesa.

Ler mais

Notícias 14. 11. 2018

Jean Paul Gaultier diz não ao uso de pelo

O designer Jean Paul Gaultier anunciou a sua decisão de banir o uso de pelo verdadeiro das suas coleções durante uma entrevista a um programa de televisão francês.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK