Lifestyle   Tendências  

30 anos de Dirty Dancing

24 Aug 2017
By Catarina D'Oliveira

Prepare-se para sentir a idade a pesar: Dirty Dancing faz 30 anos e o Vogue.pt celebra a data relembrando algumas curiosidades sobre o drama romântico que continua a apaixonar gerações

Prepare-se para sentir a idade a pesar: Dirty Dancing faz 30 anos e o Vogue.pt celebra a data relembrando algumas curiosidades sobre o drama romântico que continua a apaixonar gerações

Quando Dirty Dancing chegou aos cinemas a 21 de agosto de 1987, toda a gente esperava um redondo flop: os testes com audiências tinham sido uma desgraça e os distribuidores estavam tão desgostosos que se preparavam para o ter nas salas uma semana e, de seguida, lançá-lo diretamente para homevideo.

Curiosamente, é, não raras as vezes, destas inacreditáveis situações de atrozes vereditos antecipados que nascem alguns dos mais adorados clássicos da história do Cinema – e assim foi com a sensação internacional que se tornou Dirty Dancing.

Com um orçamento de apenas 6 milhões de dólares, o filme inspirado na juventude de Eleanor Bergstein acabou por render mais de 200 milhões de dólares na bilheteira, já para não falar na transformação do estatuto de Patrick Sawyze e Jennifer Grey em superestrelas ou no explosivo afterlife de culto que se catapultou em sequelas, spinoffs e reposições que até hoje nos deixam uma lágrima no canto do olho e que nos impelem a procurar a aula de danças de salão mais próxima da nossa residência. 

Afinal, nobody puts Baby in a corner.

Catarina D'Oliveira By Catarina D'Oliveira

Relacionados


Moda  

Open Call | The Portal

16 Jun 2024

Moda  

Peças com memória | Mariza

16 Jun 2024

Entrevistas  

Becoming Karl Lagerfeld | Os bastidores da série numa entrevista com os criadores

15 Jun 2024

Moda  

Open Call | É uma família portuguesa com certeza

14 Jun 2024