Artigo Anterior

Super duper

Próximo Artigo

Três é a conta que a Chanel fez

Palavra da Vogue 20. 6. 2018

100 ou sem pontos: uns ténis ou uns saltos altos?

by Rui Matos

 

No universo dos ugly shoes, só um pode ser considerado o mais feio. Talvez estejamos perante uma guerra de titãs, ou então são só as mentes criativas dos designers a dar um passo (muito) à frente.

Dsquared2, primavera/verão 2019 © ImaxTree

Volumosos, robustos e com um aspeto ultra-vintage. Senhoras e senhores, falamos dos Triple S da Balenciaga, ou também conhecidos como os impulsionadores desta tendência de calçado. Para muitos internautas, a Casa francesa é perita em transformar objetos esquecidos em algo desejável. Verdade ou não, a etiqueta consegue surpreender a cada novo, e inusitado, lançamento, mas não é a única. Para a estação fria de 2018, a italiana Gucci apresentou umas botas de caminhada com um adorno especial: correntes de cristais; Christopher Kane associou-se a uma marca de sapatos ortopédicos e a Louis Vuitton transformou os ténis Archlight num dos mais desejados e sofisticados. 

No passado domingo, 17 de junho, a Dsquared2 apresentou as suas propostas para a primavera/verão de 2019 na Semana de Moda masculina de Milão e, a acompanhar um dos coordenados femininos, eis que surgiram uns ténis com salto alto, ou vice-versa. Como já era de esperar, a estranheza dividiu opiniões, mas parafraseando Luke Leitch, crítico de Moda da Vogue norte-americana, esta criação pode simplesmente ser um comentário à indústria, para mostrar até onde a Moda consegue ir. 

São desconhecidas, pelo menos até à data, as inspirações para a concretização desta espécie de ténis, mas Dean e Dan Caten, responsáveis pela direção criativa da etiqueta italiana, não os fizeram de forma inconsciente. De facto, se nos debruçar-mos sobre este modelo conseguimos perceber que as tendências atuais estão quase todas concentradas neste par: são estruturados, têm uma tira em PVC e inspirações no sportswear e no street style. 

O veredito final fica ao critério de cada um, mas ainda assim não custa perguntar:

100 ou sem pontos?

 

Artigos Relacionados

Palavra da Vogue 27. 4. 2018

100 ou sem pontos: As luvas de borracha Calvin Klein

Será isto o próximo acessório de luxo ou apenas um par de luvas para limpar a casa a um sábado de manhã?

Ler mais

Palavra da Vogue 1. 4. 2018

100 ou sem pontos: os ténis Buffalo

O movimento vintage vai continuar a dominar. No último ciclo de Semanas de Moda, muitos foram os criadores que apresentaram reinterpretações de alguns clássicos - Junya Watanabe foi um deles.

Ler mais

Palavra da Vogue 26. 2. 2018

100 ou sem pontos: os sapatos ortopédicos de Christopher Kane

A Semana de Moda de Londres já terminou, mas para a memória ficam estes sapatos que o criador britânico apresentou na passerelle do outono/inverno 2018.

Ler mais

Palavra da Vogue 13. 11. 2017

100 ou sem pontos: Rita Ora e o robe

Haverá série fotográfica mais icónica do que a Towel Series de Mario Testino? A cantora britânica inspirou-se no trabalho do fotógrafo e pisou a passadeira vermelha dos MTV EMA de toalha na cabeça e roupão de banho.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK