Quando mais não é demais


Têm nome próprio, medidas exatas e, muitas vezes, preços proibitivos. Mas são um sopro de luz nos dias mais cinzentos e dão um toque de suavidade às noites de maior nostalgia. Ah... O que dizer das carteiras mais fabulosas do próximo outono/inverno?

Quando mais não é demais


Têm nome próprio, medidas exatas e, muitas vezes, preços proibitivos. Mas são um sopro de luz nos dias mais cinzentos e dão um toque de suavidade às noites de maior nostalgia. Ah... O que dizer das carteiras mais fabulosas do próximo outono/inverno?
10 Ago 2017 • 16 33 H

"Mala da Hermès é melhor investimento do que ações ou barras de ouro." O título pertence a uma notícia publicada em 2016 pelo Público - mas na verdade podia ter sido um tweet partilhado há um mês atrás. O estudo a que se refere o jornal detetou que o valor da Birkin, uma das carteiras mais famosas da marca francesa, mostrava "menos volatilidade do que o mercado de ações." Como tem sido amplamente publicado, o mesmo se aplica ao modelo 2.55 da Chanel e a várias edições da Speedy da Louis Vuitton, que chegam a valer o dobro e o triplo dos seus preços originais.

Se sempre quis comprar uma carteira "para a vida", esta pode ser a sua deixa. Existem centenas de opções para (quase) todas as bolsas - não é preciso estoirar o ordenado quando a Kenzo disponibiliza modelos a menos de € 300. Das sempre incríveis Prada às maravilhosas Saint Laurent, sem esquecer a fábrica de sonhos Gucci, que a cada semana lança novos objetos-desejo, as prateleiras virtuais estão cheias de hipóteses ultra-glam. Fizemos uma seleção das 33 carteiras que vai ter de conhecer pelo nome próprio. Sim, porque estas meninas não nasceram para ficar na sombra.



pub
Faltam 300 caracteres
pub
pub
topo