Artigo Anterior

Erdem x H&M: onde os sonhos são flores

Próximo Artigo

Chanel x Colette

Roteiro 27. 10. 2017

In Loco

by Mónica Silva

 

Aberto desde 2015, o Loco já não é novidade, mas a inovação é uma constante neste restaurante que oferece uma experiência de sabores, descobertas e criatividade.

Com vista para a Basílica da Estrela, entrar no Loco duas vezes nunca é a mesma coisa. A originalidade deste restaurante começa pela cozinha do chef Alexandra Silva, onde a criatividade é o seu ingrediente principal e a mudança na carta é servida sem aviso prévio. “A nossa ideia sempre foi irmos introduzindo novos elementos quando se justificasse, para mostrar o que vamos criando de forma espontânea”, explica o chef.

O menu inclui pratos de comida orgânica que dão primazia à gastronomia nacional e à sustentabilidade. Vieira com caviar, escabeche de frutos do mar e mil-folhas feito com pele de galinha são algumas das opções que se fazem acompanhar por outras mais familiares na carta como o pão com chouriço, a Captura do Dia - que pode servir diferentes peixes - e o momento do pão com azeite, manteiga maturada em água-ardente e molhanga.

 

E como não poderia deixar de ser, o menu completa-se com vinhos portugueses ao cuidado de Emília Craveiro, e com a doçaria por Carolina Pereira, responsável pela pastelaria do restaurante - entre as sugestões encontra morangos e tomates fermentados com sumo de tomate e óleo de lúcia-lima, entre outras sobremesas com fruta da época.

Um jantar no Loco não se limita as refeições deliciosas, mas também a experiências divertidas: o desafio de escolher uma chave, sem saber o que vai abrir até a refeição terminar, eleger uma faca de uma gama variada ou ver de perto a confecção final de um dos pratos.

Vencedor de uma estrela Michelin oito meses depois de abrir, não nos restam dúvidas que este espaço é obrigatório no nosso roteiro. Poderá conhecer o Loco na Rua dos Navegantes, 53-B, em Lisboa. Aberto de terça à sábado das 19h às 23h.

 

Cniluxury - MRec