Artigo Anterior

T-Fever

Próximo Artigo

Regresso aos 80’s em 30 Filmes

Dossier de estilo: Jennifer Lawrence

Pessoas 15. 8. 2017

by Irina Chitas

 

"Com grande poder, chega grande responsabilidade". Esta frase costuma assustar figuras de 27 anos, mas estamos a falar de Jennifer Lawrence. E a atriz levou-a à letra.

Com tantas it girls, musas e divas que fazem da passadeira vermelha um modo de vida, Hollywood encontrou em Jennifer o melhor de dois mundos. Um dom tremendo, uma personalidade genuína e uma figura que não só conquista as mulheres pela escolha de guarda-roupa como, claramente, apanha os homens nas curvas.

Assim, quando o poder lhe chega através de prémios e nomeações, eleições e vitórias, a responsabilidade é rapidamente acatada como mais um jogo - da Fome, ou não. A bombshell, ou femme fatale que é, na verdade, apenas uma jovem mulher que não revela pudor nas palavras e parece não ter qualquer filtro em discursos, é um camaleão de estilo, sem nunca cair no aborrecido.

Desde 2007 que (atendendo às tendências que marcavam a esfera social de então) Lawrence deambula entre arriscados looks de red carpet e a simplicidade de uma "miúda" que se contenta com um par de jeans e uma t-shirt. Cabelo loiro, castanho ou negro, lábios vermelhos ou olhos esfumados, maratonas de Hunger Games , Silver Linings Playbook ou American Hustle, a versatilidade pode ser sensual (afinal, já foi a mulher mais sexy do ano) ou arrojada; doce ou arriscada. 

E se desde o Calvin Klein minimalista que contrariou todas as normas dos Óscares de 2011 (para os quais estava nomeada), até ao Christian Dior que foi eleito um dos melhores looks de 2013, na mesma cerimónia (e da qual saiu com uma estatueta) que as colunas de estilo não param de lhe tecer elogios, as conquistas do público que não se contenta apenas com um vestido bonito, chegam com o Prabal Gurung dourado ou a consistência brilhante e, agora, exclusiva, nas criações de Raf Simons (e com styling de Rachel Zoe) que levam a crítica a aplaudir de pé.

Porque com Lawrence, é assim. Nada menos que uma ovação.

Coop Chopard

Artigos Relacionados

Pessoas 29. 8. 2017

Dossier de estilo: Michael Jackson

Talvez jamais aceitássemos as meias brancas com os mocassins pretos se Michael Jackson não o tivesse imortalizado.

Ler mais

Pessoas 28. 8. 2017

Dossier de estilo: Florence Welch

No dia do seu aniversário, revisitamos os melhores momentos de estilo de Florence Welch.

Ler mais

Pessoas 20. 8. 2017

Dossier de estilo: Amy Adams

Marc Jacobs disse que não havia nada mais entediante que um vestido justo com cauda de sereia. Mas Marc Jacobs claramente não conhecia Amy Adams.

Ler mais

Pessoas 16. 8. 2017

Dossier de estilo: Madonna

Foi a musa inspiradora do dress code dos anos 80, foi a Material Girl, foi mãe, foi realizadora, foi autora. Mas chega de elogios conjugados no passado: é Madonna.

Ler mais

Pessoas 14. 8. 2017

Dossier de Estilo: Mila Kunis

Com um dos olhares femininos mais desejados de Hollywood, o estilo de Mila Kunis está algures entre o clássico e o ultrasexy.

Ler mais