Artigo Anterior

ModaLisboa N50: na fila da frente

Próximo Artigo

Disruptivamente Simples

Eventos 26. 3. 2018

Prémios Sophia 2018

by Ana Carvas

 

O Casino do Estoril acolheu a 6ª edição dos prémios que homenageiam o talento da indústria cinematográfica nacional.

Numa das primeiras noites de primavera, a elegância deslocou-se até ao Estoril para a entrega dos prémios Sophia. Com o preto a dominar a passadeira vermelha, em vestidos transparentes, com brilhos ou em renda, as personalidades portuguesas mostraram como se veste o glamour à portuguesa.

O filme São Jorge, sobre um ex-pugilista que se vê obrigado a trabalhar numa empresa de cobranças para sobreviver ao período da austeridade da Troika, foi o grande vencedor da noite. Nomeado para 14 categorias, conquistou o galardão para Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator Principal e Melhor Argumento Original entre outras.

Rita Blanco venceu o prémio Sophia de Melhor Atriz Principal, pelo papel no drama Fátima, de João Canijo e, na categoria de Melhor Série/Telefilme, a vitória foi para Madre Paula, a série portuguesa protagonizada por Joana Ribeiro, Paulo Pires, Sandra Faleiro e Miguel Nunes, que conta a história do romance entre o rei D. João V e uma das suas amantes, uma freira do Convento de Odivelas.

Vencedores

Melhor Filme: São Jorge
Melhor Realizador: Marco Martins, São Jorge
Melhor Atriz Principal: Rita Blanca, Fátima
Melhor Ator Principal: Nuno Lopes, São Jorge
Melhor Atriz Secundária: Isabel Abreu, Uma Vida à Espera
Melhor Ator Secundário: José Raposo, São Jorge
Melhor Argumento Original: Ricardo Adolfo e Marco Martins, São Jorge
Melhor Argumento Adaptado: Pedro Pinho, Luisa Homem, Leonor Noivo e Tiago Hespanha, baseado na peça original The Nothing Factory de Judith Herzberg, A Fábrica de Nada
Melhor Fotografia: Carlos Lopes, São Jorge
Melhor Montagem: Cláudia Oliveira, Edgar Feldman e Luísa Homem, A Fábrica de Nada
Melhor Direção Artística: Wayne dos Santos, São Jorge
Melhor Guarda-Roupa: Sílvia Grabowski, Peregrinação
Melhor Maquilhagem e Cabelos: Rita Castro e Felipe Muiron, Peregrinação
Melhor Efeitos Especiais/Caracterização: Nuno Esteves “Blue”, Peregrinação
Melhor Curta-Metragem de Ficção: Coelho Mau de Carlos Conceição
Melhor Curta-Metragem de Animação: A Gruta De Darwin de Joana Toste
Melhor Documentário em Curta-Metragem: O Homem Eterno de Luís Costa
Melhor Documentário em Longa-Metragem: Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo de João Monteiro
Melhor Som: Pedro Melo, Elsa Ferreira e Branko Neskov, Al Berto
Melhor Banda Sonora Original: Rita Redshoes & The Legendary Tigerman, Ornamento e Crime
Melhor Canção Original: Fim - composição e interpretação Lúcia Moniz, Uma Vida à Espera
Prémio Sophia Estudante: Snooze de Dinis Leal Machado, ESMAD
Melhor Série/Telefilme: Madre Paula

Artigos Relacionados

Eventos 15. 3. 2018

ModaLisboa N50: na fila da frente

Na última edição da semana de Moda na capital, o estilo não se limitou às primeiras filas do desfile. Como uma brisa de bom gosto e elegância, invadiu também o recinto de uma ponta à outra.

Ler mais

Eventos 5. 3. 2018

Óscares 2018: a after-party

Para celebrar as vitórias e conquistas da noite mais aguardada do ano, as estrelas de Hollywood vestiram a elegância a rigor, com direito a lantejoulas, plumas e transparências, em arrojados looks de festa.

Ler mais

Eventos 4. 3. 2018

Óscares 2018

O Teatro Dolby foi palco para a 90ª cerimónia de entrega dos prémios da Academia de Hollywood.

Ler mais

Eventos 20. 2. 2018

A little bit Fanning

Para celebrar a nova curta da série Women’s Tales, realizada por Dakota Fanning, a Miu Miu juntou amigos e caras conhecidas da indústria da Moda

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK