Artigo Anterior

16 produtos de maquilhagem para ficar over the moon

Próximo Artigo

As cinco lições que aprendemos com Selena Gomez

Connected 22. 7. 2019

Copo menstrual: a experiência de três jornalistas da Vogue

 

Podemos ler reviews e ouvir recomendações, mas, na Beleza, nada substitui a experiência e o contacto com o produto — seja ele um batom, um perfume, ou... um copo menstrual. Três jornalistas da equipa da Vogue Portugal partilham a sua experiência pessoal com o objeto. 

© iStock

Joana Moreira 

Não aleija? Não verte mesmo? Como é que o pões lá dentro? E podes ir à casa de banho com ele? Cada vez que o assunto período e copo menstrual surge em conversa (talvez o meu grupo de amigas seja muito estranho, mas este assunto é surpreendentemente recorrente) sou bombardeada com perguntas. O número de questões e dúvidas faz-me acreditar que existe um verdadeiro interesse no dito e, por isso, limito-me a responder a tudo, qual testemunha desta espécie de religião à qual me converti há cerca de dois anos. Fazendo um balanço, não me imagino a regressar aos produtos de higiene íntima tradicionais. O copo menstrual tem uma série de vantagens, mas a questão económica é, para mim, imbatível. Com os cuidados devidos — isto é, a lavagem diária com água corrente e a esterilização com água a ferver antes e após cada menstruação — o mesmo copo pode durar anos e anos. Os vinte e poucos euros gastos no produto são recuperados em meia dúzia de meses. Hoje devo confessar: esboço um pequeno sorriso de cada vez que passo pelo corredor do supermercado cheio de pensos e tampões e me lembro do quanto estou a poupar. 

Experiência com: copo menstrual com haste, € 22,95, Meluna.

Cátia Pereira Matos 

Primeiro pensamento: “Como é que vou inserir isto dentro da minha vagina?” Por isto, entenda-se um copo menstrual, tão pequeno ali na palma da minha mão, mas bastante largo, parecia-me. Havia acabado de o comprar, impulsionada por amigas que só diziam maravilhas do dito cujo e aliciada pelas vantagens daquele recipiente de silicone médico face aos tampões descartáveis que andava a usar há mais de dez anos e com os quais chegava a gastar cerca de € 18 anualmente. Segundo pensamento: “Inspira, expira e informa-te bem”. Lembro-me de que os vídeos da plataforma Put A Cup In It foram uma grande ajuda e que neles encontrei informação clara sobre como colocar um copo menstrual pela primeira vez, retirá-lo, lavá-lo and so on. Até hoje, este tem sido um processo de descoberta e de tentativa e erro, mas também de conexão com a minha menstruação e anatomia íntima. Ainda não abandonei totalmente os tampões, mas a cada novo ciclo menstrual sinto-me mais perto de o fazer. Terceiro pensamento: “You can do it!

Experiência com: copo menstrual, € 24, OrganiCup. 

Mónica Bozinoski 

“Nunca experimentaste o copo menstrual?” Depois de ouvir a pergunta demasiadas vezes, e apesar das inseguranças sobre aquele pequeno objeto transparente, decidi fazê-lo. À semelhança da primeira vez que coloquei um tampão, senti que nada estava a funcionar como devia. “Ok, estou a sentir que não abriu como era suposto.” “Ok, não estou a conseguir tirá-lo.” “Ok, calma, já está.” O cenário repetiu-se durante alguns meses, até que, finalmente, acertei. “Ok, isto abriu como era suposto.” “Ok, é confortável, mal o sinto.” “Ok, vou só pôr um penso diário para o caso de.” Hoje, o copo menstrual é uma segunda natureza para o meu corpo — é cómodo, é prático, é sustentável, é amigo da carteira e amigo do ambiente. Hoje, as inseguranças sobre aquele pequeno objeto transparente desapareceram. E os “pensos diários só para o caso de” vão pelo mesmo caminho. 

Experiência com: copo menstrual, € 29,90 Lunette. 

 

Artigo originalmente publicado na edição de julho de 2019 da Vogue Portugal. 

Artigos Relacionados

Tendências 23. 4. 2019

Como aliviar as dores menstruais sem medicamentos

Sentir algum tipo de dor durante a menstruação não é normal, mas é comum. Mais comum do que se pensa. Além da toma de analgésicos, que alternativas existem para aliviar o desconforto? Fomos investigar e descobrimos vários produtos, desde supositórios vaginais a aparelhos de eletroestimulação.

Ler mais

Curiosidades 25. 2. 2019

Aquele momento em que se falou do período no palco dos Óscares

Sim, estamos a falar desse período. Da menstruação. E sim, foi um dos momentos mais memoráveis da nonagésima primeira cerimónia dos Óscares.

Ler mais

Tendências 6. 11. 2018

Menstruação: os métodos alternativos

Quando o tema é menstruação, existe um mundo para além dos convencionais pensos e tampões. A Vogue foi investigar os métodos alternativos para um período mais feliz.

Ler mais

Inspiring Women 19. 9. 2018

#LetsTalkAboutIt: Natalia Vodianova une forças com a ONU

A Vogue encontrou-se com a supermodelo Natalia Vodianova para discutir o seu mais recente projeto e a sua vontade apaixonada de quebrar as barreiras e os estigmas da sociedade, da menstruação à saúde sexual.

Ler mais

Este website utiliza cookies. Saiba mais sobre a nossa política de cookies.   OK