Artigo Anterior

Shiatsu: ir ao psicólogo com uma massagem

Próximo Artigo

Entrevista: Christian Roth e Eric Domège

Privado: Chiara Capitani

Pessoas 20. 6. 2017

by Carlota Morais Pires

 

Tem quase 100 mil seguidores no Instagram, um puzzle de imagens a transbordar de referências de Moda e que nos absorve para um universo onde tudo é pura extravagância italiana e sex appeal. A Vogue esteve em Barcelona e conheceu Chiara Capitani pela mão da Mango, a marca que a veste.

Chiara Capitani veste um top branco que deixa os ombros a descoberto, umas calças de riscas ulta-subidas, chinelos em cetim. Usa uns brincos compridos, geométricos e prateados, que balouçam quando se mexe. Perguntamos onde comprou tudo, rimos e dizemos que vamos imitá-la. São peças da nova coleção da Mango e, quando sabemos que podemos mesmo comprá-las (não há o travão das quantias astronómicas que separam a realidade do sonho), comentamos que temos uma vontade súbida de entrar na próxima loja e comprar exatamente aquele top, os brincos, os sapatos. Será este o grande poder das influencers? Talvez, porque pouco tempo antes da entrevista, e depois de olharmos à lupa o Instagram da italiana, convertemo-nos à multidão de quase 100 mil pessoas que a seguem. 

Chiara ata o cabelo dourado e atira-nos um sorriso aberto. Tem uma beleza quase exótica, improvável para os genes italianos, que nos habitámos a confundir com madeixas escuras e pele morena. Às vezes está no olho cirúrgico para a Moda - ou seja, no sentido de estilo apurado, a estética que nasceu com Itália e que vive nas paredes do Vaticano, nas ruas, nas artes, nas montras das lojas, nas pessoas que vemos passar de bicicleta e batom encarnado. 

Enrola o cabelo com o dedo enquanto fuma um cigarro e sorri. Diz que foi quando surgiram os videoclips das Spice Girls que começou o seu flirt com a Moda. "Queria usar a roupa que via na televisão, na MTV". Depois cresceu, e tudo tomou outra dimensão, para se tornar um amor maior. Decidiu ser designer e poder criar a roupa que queria vestir. 

O fenómeno das redes sociais só aconteceu mais tarde. "Comecei a minha conta do Instagram de uma forma natural, mas foi crescendo, crescendo, até atingir proporções que nunca imaginei serem possíveis". O número de seguidores cresce diariamente, as marcas procuram-na. Diz-nos que as pessoas querem saber que marcas veste, que cremes usa, o que tem no armário e o que sonha ter. Fazemos-lhe essas perguntas e todas as outras de que nos conseguimos lembrar, sentadas num sofá da Mango House, no Primavera Sound Festival de Barcelona. 

Roteiro de compras? Faço sempre compras online, na Farfetch.com, no Ssense, no Net-a-Porter, no site da Mango. Penso sempre em como posso combinar o que vou comprar com o que já tenho, peças-chave com básicos, vintage e tendências de agora, roupa de designers e fast fashion. O styling é tudo. 

Designers
 preferidos? 
Margiela, Céline, Prada. 

A última coisa que comprou? Óculos de sol. Estou sempre a comprá-los porque também estou sempre a perder os que tenho (risos). 

O acessório que pode mudar um look num segundo? Um cinto vintage

A peça preferida no seu guarda-roupa? Um casaco de pele que comprei numa viagem a Tóquio. 

O que usa a toda a hora? Scarpins!

O que todas as mulheres deviam usar sempre? Lingerie a condizer, ou seja, usar as cuecas e o soutien que fazem parte do mesmo conjunto. É muito mais sexy

O que nunca usarias? Roupa com vincos, que não foi passada a ferro. 

O melhor conselho de estilo? Não imitar ninguém, porque só nos podemos sentir verdadeiramente confortáveis e confiantes com as nossas próprias escolhas. 

E o melhor conselho de Beleza? Usar o sérum da Estée Lauder de manhã e à noite - mudou completamente a minha pele.

Nunca sai de casa sem...? O telemóvel.

Artigos Relacionados

Pessoas 7. 11. 2017

Privado: Raquel Strada

Lançou um blogue, Blue Ginger, porque quer mostrar o labirinto dos bastidores da Moda. Mas o que nós queríamos mesmo era mostrar o labirinto dos seus bastidores.

Ler mais

Pessoas 9. 6. 2017

Privado: Blanca Miró

Influencer, stylist e um dos rostos da Mango que conhecemos no Primavera Sound de Barcelona, Blanca Miró gosta de pensar em grande – e não estamos só a falar em roupa.

Ler mais

Pessoas 6. 6. 2017

Privado: Daria Malygina

Chamam influencers às miúdas com milhares de seguidores no Instagram, mas Daria Malygina recusa-se a encaixar no rótulo.

Ler mais

Pessoas 5. 5. 2017

Privado: Veronika Heilbrunner

Veronika Heilbrunner não só poderia dar um workshop sobre como usar vestidos, como fundou um dos sites mais cool do momento

Ler mais

Pessoas 26. 8. 2016

Privado: Lily James

É a nova cara da campanha do perfume My Burberry Black e uma das atrizes britânicas da nova geração.

Ler mais

Pessoas 7. 4. 2016

Privado: Jessica Athayde

Não há nada que tenha medo de dizer e, quando se encontra alguém de voz limpa e palavras cruas, conseguem-se as melhores respostas. Sobre tudo e sobre nada, estas são as de Jessica Athayde.

Ler mais